TagMúsica

Discos eternos: Essa Tal de Gang 90 & Absurdettes (1983)

D

RIO DE JANEIRO  – Os anos 1980 foram a década dos excessos no Brasil, principalmente em relação ao consumo de drogas. Mas também foi o período mais criativo da música nacional, depois da Jovem Guarda, da Era dos Festivais e da Tropicália – sem contar os ‘seres de outro planeta’ chamados Raul Seixas e Tim Maia – que não eram de movimento nenhum e tiveram brilho...

Deus, 75

D

RIO DE JANEIRO – Dia 30 de março, além de marcar os 40 anos da primeira vitória de Nelson Piquet na Fórmula 1, é também do surgimento de uma autêntica lenda musical. Eric Patrick Clapton, o lendário guitarrista de Yardbirds, Cream, Blind Faith, Derek & The Dominos, Delaney, Bonnie & Friends e de profícua carreira solo, completa hoje 75 anos de vida. EC é o único integrante vivo do...

Maestro soberano

M

RIO DE JANEIRO – Não foi coincidência, mas voltei de viagem para o Rio de Janeiro na noite de 8 de dezembro. O dia em que, há 20 anos, perdemos o mais brasileiro dos brasileiros da nossa profícua música: Tom Jobim. Por coincidência, o Galeão em que cheguei já de madrugada tem o nome do maestro soberano que orgulhou nossa música ao conquistar o mundo a partir do famoso concerto de Bossa Nova...

My favorite things

M

RIO DE JANEIRO – John Coltrane (1926-1967) nos deixou prematuramente, vítima de um tumor no fígado, aos 40 anos. Entretanto, seu legado para a música – em especial o jazz – foi imenso. O músico nascido na Carolina do Norte foi talvez o maior nome do sax tenor e do gênero em qualquer tempo. Além de influenciar toda uma geração, Coltrane foi contemporâneo de outro craque –...

This Masquerade

T

RIO DE JANEIRO – George Benson, que no último dia 22 completou 71 anos bem vividos, é para mim um dos mais excepcionais músicos contemporâneos. Dono de uma belíssima e bem colocada voz, além de tudo toca uma guitarra maravilhosa, com muito balanço e personalidade. Em 50 anos de carreira, iniciados em 1964, Benson deixou sua marca em grandes músicas, feito “On Broadway”, a...

Paco de Lucia (1947-2014)

P

RIO DE JANEIRO – Choram de dor e tristeza as guitarras flamencas. Morreu nesta quarta-feira, aos 66 anos, um mito da música gitana. O espanhol Paco de Lucia sofreu um infarto fulminante em Cancún, no México, onde passava férias. “Um músico que transcendeu fronteiras e estilos” – assim ele foi definido em 2004 ao ganhar o prêmio Príncipe das Astúrias, um dos mais...

A voz

A

RIO DE JANEIRO – A música perdeu o talento de Barry White há pouco mais de uma década. Em julho de 2003, o artista perdia uma batalha contra graves problemas renais e falecia aos 58 anos de idade, à espera de um transplante que pudesse o manter ativo em sua vida e carreira. Resta a nós celebrar sua obra profícua, de grandes sucessos, especialmente nos anos 70. Barry, natural de Galveston...

Lou Reed (1942-2013)

L

RIO DE JANEIRO – A música mundial está de luto. Morreu hoje aos 71 anos, em decorrência de problemas no fígado, o cantor e guitarrista estadunidense Lou Reed. Ele tinha passado por um transplante do órgão em maio deste ano e fora internado com um quadro de desidratação há três meses, vindo a falecer neste 27 de outubro. Nascido Lewis Allan Reed no bairro do Brooklyn, em Nova York, ele...

One on one

O

RIO DE JANEIRO – Música de 1982 que adoro ouvir e cujo nome não sabia. Até ontem. Tinha certeza que era da dupla Darryl Hall & John Oates, pois sua linha melódica remete a “I can go for that (No can do)”, gravada por eles um ano antes e lançada no disco Private Eyes. A matadora baladinha “One on one” foi o carro-chefe do trabalho dos artistas há 31 anos atrás, o...

The Four Tops

T

RIO DE JANEIRO – Tenho verdadeira paixão por grupos vocais com suas harmonias benfeitas (ou bem-feitas, sei lá como isso se escreve depois da reforma ortográfica) e a maioria – Tavares, The Temptations, The Platters, só para citar estes, todos formados por negros. Um desses conjuntos é o The Four Tops, na ativa – acreditem – desde 1954 até os dias de hoje. Com quase seis...

Discos eternos – The dark side of the moon (1973)

D

RIO DE JANEIRO – Existem músicas e discos que, mais o tempo passa, melhor ficam e não envelhecem. Um desses álbuns cuja concepção completou 40 anos encaixa-se perfeitamente nessa descrição. E não podia ser outro que não The Dark Side of the Moon. O oitavo disco do grupo britânico Pink Floyd é também o trabalho que marca a ruptura, a virada da banda para um novo caminho em termos de proposta...

Discos eternos – Rainbow Concert (1973)

D

RIO DE JANEIRO – Quem gosta de boa música saúda Eric Clapton pelo lançamento de um trabalho solo inédito. Eu, à minha maneira, vou relembrar o momento em que a carreira dele recomeçou. Treze de janeiro de 1973. Naquele dia e ano, o guitarrista britânico, então com 27 anos, voltava aos palcos após quase dois anos fora do mainstream em razão do vício em heroína, que quase destruiu sua...

Malacaxeta

M

RIO DE JANEIRO – No próximo mês, perto do começo do carnaval, um dos maiores virtuoses da guitarra em terras tupiniquins vai completar 61 anos. Pedro Aníbal de Oliveira Gomes, o Pepeu Gomes dos Novos Baianos, também chega a 50 anos de estrada. Talento precoce, começou a tocar baixo aos onze, fugiu de casa aos dezessete e com o grupo Os Minos, participou do programa O Bom, de Eduardo Araújo...

Discos eternos – Elis & Tom (1974)

D

RIO DE JANEIRO – Começava o ano de 1974 e André Midani, o dinâmico presidente da Philips do Brasil teve uma ideia simplesmente genial: comemorar os dez anos de carreira de Elis Regina, tida e havida desde aqueles tempos como a maior cantora do país, num disco que se antevia histórico. Principalmente por quem dividiria o álbum com a gaúcha: ninguém menos que Antônio Carlos Brasileiro de...

Knowing me, knowing you

K

RIO DE JANEIRO – A Fórmula 1 sempre teve alguém ligado à música. Dentro e fora das pistas. Johnny Claes, um belga que disputou mais de 20 Grandes Prêmios nos anos 50, era percussionista. Gilles Villeneuve tocava trompete. Elio de Angelis e Adrian Sutil, piano. Jacques Villeneuve, filho de Gilles, até música compôs e gravou. Damon Hill toca alguma coisinha e Cristiano da Matta também já se...

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames