TagRaul Boesel

No Hall da Fama

N

RIO DE JANEIRO – Criado em 2017, o Hall da Fama da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) primeiro homenageou os campeões da Fórmula 1 e, ano passado, do Rali. Agora é a vez dos vitoriosos no Mundial de Endurance. E não podia faltar um brasileiro, que inclusive faz aniversário dois dias depois da honraria. É claro que me refiro a Raul Boesel, que em julho recebeu missiva da FIA...

Especial Boesel 30 anos – parte X, Fuji (final)

E

RIO DE JANEIRO – Já com o título do World Sportscar Championship conquistado por antecipação, Raul Boesel ainda tinha um último compromisso na temporada de 1987 pela escuderia TWR-Jaguar – que a bem da verdade, poderia muito bem ter sido o penúltimo desafio do campeonato. É que o Japão teria duas corridas para encerrar o certame, mas o circuito de Nishi-Sendai acabou vetado por falhar...

Especial Boesel 30 anos – parte IX, Spa-Francorchamps

E

RIO DE JANEIRO – Dia treze de setembro de 1987. Naquela data, o título do World Sportscar Championship poderia ficar, de forma inédita, nas mãos de um piloto brasileiro. Raul Boesel chegava à corrida da Bélgica com a liderança da classificação entre os pilotos e a Jaguar – já campeã entre as marcas – tinha chances de fazer também um vitorioso entre os seus contratados. Para os...

Especial Boesel 30 anos – parte VIII, Nürburgring

E

RIO DE JANEIRO – Líder do campeonato após a vitória em Brands Hatch, o brasileiro Raul Boesel poderia dar um passo decisivo rumo ao inédito título do World Sportscar Championship de 1987 na oitava e antepenúltima etapa da temporada, os 1000 km de Nürburgring. Um ótimo desempenho naquela corrida apagaria o erro da etapa de Monza, que custou a ele um abandono, resultado que poderia ser...

Especial Boesel 30 anos, parte VII – Brands Hatch

E

RIO DE JANEIRO – Após a ducha de água fria que foram as performances em Le Mans e em Norisring, dois eventos absolutamente díspares, a Jaguar tinha como objetivo retomar a sequência de vitórias que poderiam ofertar ao construtor britânico o Mundial de Endurance na competição entre as marcas e assim devolver Raul Boesel ao jogo do título entre os pilotos. Vencer a 7ª etapa marcada para...

Especial Boesel 30 anos – parte V, 24h de Le Mans

E

RIO DE JANEIRO – A vitória nos 1000 km de Silverstone injetou ânimo na equipe TWR-Jaguar para tentar buscar uma façanha que muitos consideravam impossível: derrotar a Porsche na corrida que os alemães sabiam, como ninguém, ganhar de cor e salteado – as 24 Horas de Le Mans. Após o primeiro triunfo saboreado em 1970, com Hans Herrmann/Dick Attwood, a casa de Weissach alcançara onze...

Especial Boesel, 30 anos: parte I, Jarama

E

RIO DE JANEIRO – No próximo dia 13 de setembro, chegaremos a 30 anos de uma data redondinha e histórica. Em 1987, não foi só Nelson Piquet que alcançou a glória num campeonato da FIA. Raul Boesel conquistou até hoje um título tão histórico quanto inédito. Nenhum outro brasileiro desde então alcançou o feito do curitibano, então com 29 anos: o título de pilotos do World Sportscar...

Direto do túnel do tempo (351)

D

RIO DE JANEIRO – No domingo dia 4 de dezembro, vulgo ontem, Raul Boesel completou 59 anos muito bem vividos. O antigo piloto de Fórmula 1 e Fórmula Indy, hoje DJ que se apresenta mundo afora, conquistou em 1987 uma glória até hoje jamais alcançada por nenhum outro brasileiro. Naquele ano, Raul arrebatou o título do Campeonato Mundial de Endurance, então conhecido como World Sportscar...

Direto do túnel do tempo (328)

D

RIO DE JANEIRO – Dia 13 de setembro de 1987. Naquela ocasião, no circuito belga de Spa-Francorchamps, um piloto brasileiro entrava para a história como o primeiro a ganhar um Mundial de Pilotos que não fosse de Fórmula 1 – o que, aliás, perduraria até o título de Nelsinho Piquet na Fórmula E. Refiro-me à façanha de Raul Boesel, que a bordo do Jaguar XJR-8 do time de Tom Walkinshaw...

Vídeos históricos – GP de Miami da IMSA (1990)

V

RIO DE JANEIRO – Dia 25 de fevereiro de 1990. Há vinte e seis anos atrás, era domingo de carnaval e Momo já reinava aqui no Brasil. Mas noutras plagas, reinavam os maravilhosos protótipos da série IMSA. Era dia do GP de Miami, disputado no Bicentennial Park. Vinte e seis carros participaram da disputa, com direito à presença dos Eagle Toyota, Nissan GTP ZX-T, Jaguar XJR10, protótipos Spice...

Equipes históricas – Ligier, parte V

E

RIO DE JANEIRO – A FIA provocou uma verdadeira revolução na F1 para a temporada de 1983, encerrando com o regulamento que permitia o efeito-solo, dando total liberdade de desenvolvimento para novos projetos com chassis de fundo plano. A criatividade estava de volta e a Ligier, após o fim da parceria com a Talbot, trazia muitas novidades para a sétima temporada de sua trajetória na categoria...

Décima-quarta coluna

D

RIO DE JANEIRO – Os leitores já vêm acompanhando desde 1º de junho diárias e constantes postagens sobre as 24 Horas de Le Mans. Mantendo a tradição do blog em dar uma ênfase maior às competições de Endurance, já que de Fórmula 1 dezenas de outros entendem ou acham que entendem, seguimos com o “esquenta” para aquela que promete ser a maior edição da clássica prova francesa em...

Direto do túnel do tempo (162)

D

RIO DE JANEIRO – Mais um post usando as 24 Horas de Daytona como gancho: agora, para relembrar a primeira vitória de um piloto brasileiro na corrida estadunidense. Esse triunfo aconteceu em 31 de janeiro de 1988, a bordo do carro da foto, o Jaguar XJR-9D com motor V12 e inscrito pela equipe Castrol-TWR para a série International Motor Sports Association (IMSA). Campeão mundial do World...

Os mais belos Esporte-Protótipos, pelos leitores

O

RIO DE JANEIRO – Na foto, um Jaguar XJR-8 Grupo C. Com um carro igualzinho a este, Raul Boesel comemorava há 26 anos um histórico e até hoje inédito título mundial de Endurance por um piloto brasileiro. A razão deste post é a seguinte: de hoje até o dia 15 de novembro, vocês leitores do blog vão ter a chance de eleger, assim como foi feito com os Fórmula 1, os dez mais belos Esporte...

30 anos do bi, parte V – GP de Mônaco de 1983

3

RIO DE JANEIRO – A temporada de 1983 chegou ao fim do seu primeiro terço com o tradicional Grande Prêmio de Mônaco, marcado para 15 de maio. Naquela altura, após quatro corridas, Nelson Piquet e Alain Prost, com uma vitória e um segundo lugar cada um, lideravam o certame somando 15 pontos contra 14 de Patrick Tambay e dez do austríaco Niki Lauda. Com seus 3,328 km de extensão, o circuito...

30 anos do bi, parte IV – GP de San Marino, 1983

3

RIO DE JANEIRO –  A quarta etapa do Mundial de 1983 aconteceu numa data que anos mais tarde seria fatídica: em 1º de maio, há 30 anos, ironicamente acontecia o Grande Prêmio de San Marino – uma ocasião e tanto para os torcedores da Ferrari encherem o então Autódromo Dino Ferrari para apoiar seus pilotos – Patrick Tambay e René Arnoux, lutando pela liderança do campeonato contra Nelson...

30 anos do bi, parte II – GP dos EUA-Oeste de 1983

3

RIO DE JANEIRO – Após a vitória em Jacarepaguá, diante de sua torcida, Nelson Piquet partiu com moral e a liderança do campeonato para a 2ª etapa do campeonato. O Grande Prêmio dos Estados Unidos-Oeste, a ser disputado em Long Beach no dia 27 de março, seria um teste de resistência para carros e pilotos,  além de uma excelente oportunidade para as equipes que usavam o tradicional Ford...

Direto do túnel do tempo (64)

D

RIO DE JANEIRO – Um dos mais belos carros que já correu em qualquer tempo é este da foto: o Jaguar XJR-8 que disputou e ganhou o Campeonato Mundial de Resistência em 1987. Com um poderoso motor V12 de 7 litros de capacidade cúbica, com quase 800 HP, este protótipo era capaz de passar com folga dos 350 km/h. Muito bem: quem andou neste torpedo foi Raul Boesel. O curitibano, na época com 29...

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames