MENU

25 de novembro de 2012 - 23:57Porsche GT3 Cup Challenge

Porsche conhece campeões de 2012

RIO DE JANEIRO - Preliminar mais uma vez do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, a Porsche GT3 Cup Challenge conheceu neste domingo seus campeões antecipados da temporada 2012. Com a matemática amplamente favorável, Ricardo Baptista e Sylvio de Barros tiveram o privilégio de comemorar os títulos, que representam também o bicampeonato de ambos no certame (muito) bem organizado por Dener Pires.

Ricardo Baptista largou se dando ao luxo de saber que a vitória era apenas um detalhe na corrida da categoria Cup. Bastava terminar numa boa posição que o título viria. Partindo da pole position, o piloto do carro #27 levou o carro até o fim e chegou em 2º, pouco mais de três segundos atrás de Clemente Lunardi, o piloto que venceu mais vezes no ano – seis ao todo.

A terceira posição ficou com Marcel Visconde, depois que Fábio Viscardi, que ainda reunia chances retóricas de ser campeão, dependendo – claro – de uma grande combinação de resultados, sofreu um acidente na curva do Laranjinha, quando quebrou a ponta de eixo do seu Porsche. O piloto felizmente nada sofreu. Viscardi foi o único, aliás, que não completou a corrida da Cup, onde Marcelo Franco foi o quarto e o pódio foi completado por Daniel Paludo e Maurizio Billi.

O campeão disse o seguinte após a corrida. “Errei na largada e quase perdi não apenas o primeiro, mas também o segundo e o terceiro lugares. Depois disso, passei a seguir o Clemente, mas meu carro saía muito de frente e de traseira. Meu objetivo era conquistar o título e o segundo lugar bastava para isso”.

Segundo lugar também foi a posição obtida por Sylvio de Barros na corrida da categoria Challenge, que abriu a programação do domingo em Interlagos. O piloto do “Mach 5″ também era, a exemplo de Baptista, o pole position. Mas não largou bem e foi superado primeiro por Daniel Schneider e depois por Edu Rocha Azevedo, que liderou praticamente de ponta a ponta, até a quadriculada.

Sylvio não se incomodou por perder a dianteira e seguiu seu caminho rumo ao bicampeonato da Porsche Challenge, chegando menos de meio segundo atrás do vencedor. Gil Farah foi o 3º, seguido por Edu Guedes – que fez a volta mais rápida da categoria na prova – Franco Giaffone e Guilherme Ribas.

Resultado final da prova da Porsche Cup:

1) 7-Clemente Lunardi, 16 voltas em 26:54.128, média de 153,699 km/k
2) 27-Ricardo Baptista, a 3.362
3) 55-Marcel Visconde, a 9.746
4) 70-Marcelo Franco, a 10.485
5) 89-Daniel Paludo, a 16.844
6) 40-Maurizio Billi, a 19.693
7) 99-Tom Valle, a 20.020
8) 51-Otávio Mesquita, a 20.956
9) 53-Ronaldo Kastropil, a 21.161
10) 10-Adalberto Baptista, a 40.101
11) 13-Pedro Queirolo, a 40.356
12) 75-Henrique Assunção, a 40.662
13) 11-Omilton Visconde Júnior, a 46.359
14) 18-Zeca Feffer, a 46.904
15) 8-Cristiano Piquet, a 47.334
16) 36-Charles Reed, a 47.500
17) 63-Sérgio Ribas, a 49.881
18) 52-Roberto Posses, a 1:11.198*
19) 81-Fábio Viscardi, a 11 voltas (ponta de eixo/saída de pista)
*Punido em 30 segundos

Resultado final da prova da Porsche Challenge:

1) 88-Eduardo Azevedo, 16 voltas em 27:52.326
2) 1-Sylvio de Barros, a 0.435
3) 81-Gilberto Farah, a 10.156
4) 9-Edu Guedes, a 10.391
5) 19-Franco Giaffone, a 13.099
6) 25-Guilherme Ribas, a 18.516
7) 11-Johnny Freire, a 19.633
8) 10-Carlos Silveira, a 23.232
9) 18-Carlos Ambrósio, a 33.912
10) 69-Esio Vichiese, a 39.911
11) 31-Marcello Sant’Anna, a 48.104
12) 16-Ludovico Pezzangora, a 48.581
13) 23-Carlo Collet, a 50.062
14) 57-Jorge Borelli, a 56.990
15) 63-Fábio Alves, a 61.508*
16) 17-Marcelo Stallone, a 103.709
17) 77-Daniel Schneider, a 1 volta
18) 66-Bruno Henriques, a 1 volta
19) 55-Caê Coelho, a 8 voltas
20) 4-Gui Affonso, a 11 voltas
* Punido em 30 segundos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>