MENU

30 de julho de 2013 - 02:14Automobilismo Internacional, Vídeos

Super TC2000 em Termas de Río Hondo

RIO DE JANEIRO - Mais um oferecimento do blog A Mil Por Hora: a corrida do Super TC2000 disputada no recém-reformado Autódromo de Termas de Río Hondo, em Santiago del Estero, com vitória de Leonel Pernia a bordo de um Renault Fluence. Termas de Río Hondo é a pista que a partir de 2014 receberá o GP da Argentina de Motovelocidade.

E nós, aqui, chupando o dedo. Parabéns aos envolvidos.

12 comentários

  1. Evandro Nunes disse:

    Que show os argentinos estão dando no automobilismo nacional, podem não ter pilotos na F-1, DTM, WEC, INDY, mais tem categorias competitivas e com tradição deixando muita categoria brasileira no chinelo, fora os circuitos onde lá são construídos e aqui meu amigo nem preciso falar…..

  2. Renzo Ruschioni disse:

    Vou citar “algumas” vantagens de automobilismo argentino em relação ao nosso( que é esse lixo ) :
    -Melhor organização
    -Apoio das montadoras
    -Maior público ( e apaixonado!!! )
    -Maior promoção c/ gde envolvimento da mídia
    -Melhores preparadores
    -Grids c/ muitos carros
    -Melhores espetáculos
    -Maior comprometimento
    -Etc,etc,etc……..

  3. Queiroz Junior disse:

    ENQUANTO AQUI NO BRASIL SE DESTROEM AUTÓDROMOS E KARTÓDROMOS, NA ARGENTINA FAZEM O CONTRARIO, RESPEITAM PROFISSIONAIS, GENTE QUE GOSTA DO QUE FAZ E VIVEM DAQUILO, MAS AQUI DEIXAM ACABAR EM RUÍNAS GRANDES PISTA COMO GOIANIA E BRASILIA, AS QUE EU CONHEÇO, NÃO PENSAM NO ESPORTE, A NÃO SER O FUTEBOL. PRA QUEM GOSTA DE IR AO AUTÓDROMO , DA UMA INVEJA DANADA DOS ARGENTINOS. ABRAÇO.

  4. Alan Ruggero disse:

    Automobilismo está virando cada vez mais, ao menos no Brasil, um esporte de uma pequena parcela da população.

    Alguém aí, que tivesse uns 100 milhões de Dilmas, investiria em autódromo? Eu certamente não faria isso, pq existem outros investimentos muito mais rentáveis. Talvez hoje quem coloca grana em corrida por aqui é apenas um visionário desse esporte.

    Não sei nem por onde começar para procurar uma solução. Virou uma bola de neve.

    Para quem pede mais pistas, nos próximos meses teremos a reinauguração do autódromo de Rivera, na fronteira com o Uruguai. Parece que tá ficando bacana. Vamos aguardar.

  5. Sergio Ribas Pacheco disse:

    Muita inveja de ver todas as marcas com modelos inclusive feitos aqui assim como patrocinadores de origem brasileira participando de um campeonato tão bem disputado e organizado e com pilotos do mais alto nível correndo lealmente e com carros que aguentam um fim de semana todo inteiros ao contrário daqui !!

  6. Racing Fan disse:

    Está aí uma pista que pode tirar a F1 de Interlagos. Perigo real.

    • Diogo disse:

      Não, porque a homologação dela é 1B, ou seja, permite apenas a realização de testes com carros de F1 (e categorias menores, como WEC, WTCC, Indy). Para receber provas da F1, é preciso que a pista tenha graduação 1. Na América do Sul, apenas Interlagos possui tal graduação.

      • rmb37 disse:

        Engraçado. Como pode um circuito 1B da FIA receber a graduação máxima da FIM para ter uma prova do Mundial de Motovelocidade, sendo que as exigências de segurança da FIM normalmente são maiores que as da FIA?

      • Racing Fan disse:

        O circuito de Spielberg, o A1 Ring ou Red Bull ring também não é um circuito grade 2, pelo menos era em 2012?

      • rmb37 disse:

        Nada como um dindim para resolver as coisas.

      • Diogo disse:

        Rodrigo, pelo pouco que conheço, a diferença maior entre pistas categoria 1B e categoria 1 diz respeito a infraestrutura externa (boxes, paddock, arquibancadas), que – nas pistas 1B – suportam os testes mas são insuficientes para uma corrida. Por isso a exigência do Bernie em novo paddock em Interlagos. Não condiz mais com a realidade da F1 atual. Na segurança de prova, não há muita diferença. Arriscado é a Indy correr em pistas classe 3, como Baltimore e Barber.

        Outras pistas 1B: Imola, Paul Ricard, Jerez e Algarve.
        Pistas classe 1 fora da F1 atual: Dubai, Magny-Cours, Indianápolis, Aragón.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>