MENU

4 de dezembro de 2014 - 20:37Fórmula 1

Indecisão

dms1425jy197

A McLaren chegou a um ponto que não sabe quem vai escolher para 2015…

BUENOS AIRES - Jenson Button ou Kevin Magnussen? A McLaren ainda não fez o anúncio do companheiro de equipe de Fernando Alonso para a próxima temporada do Mundial de Fórmula 1, porque ainda não chegou à conclusão de quem pode ser útil para o time britânico em 2015. O anúncio da dupla seria no último dia 1º, foi adiado e continua adiado.

E faz sentido.

A experiência de Button não pode ser descartada no início de um projeto como este, em que a McLaren volta a ter a Honda como fornecedora oficial de motores após um hiato de 23 anos. Jenson é rápido, suave na guiada e sabe que ainda tem algo a mostrar. No fundo, ele não vai se conformar muito se Ron Dennis trocá-lo pela juventude de K-Mag, mas acatará a decisão.

Por outro lado, o nórdico não fez uma temporada de grandes erros, foi mais rápido que Button em alguns momentos, mas acho que não ficará nem um pouco triste se for “rebaixado” ao posto de terceiro piloto, reserva imediato de dois campeões do mundo. Só terá a ganhar com isso. E se for mantido como titular, aí entra uma outra via para Button: a Audi.

Como contou Victor Martins hoje em seu blog, a turma de Ingolstadt mira em JB o substituto ideal para Tom Kristensen, recém-aposentado do Mundial de Endurance, o WEC, numa prova inequívoca que os alemães não confiam em Marco Bonanomi, tampouco em Felipe Albuquerque e muito menos em Marc Gené para um envolvimento a tempo inteiro num campeonato cada vez mais forte e que tem a Nissan chegando em 2015.

Aguardemos, pois, as cenas dos próximos capítulos.

7 comentários

  1. Pedro HD disse:

    Bonanomi, Albuquerque e Jarvis são novos podem aguardar um pouco kkkkkkk

  2. Marchi disse:

    Se o Magnussen for para reserva da McLaren, talvez ela saia ganhando nessa estória.
    Seria realmente uma surpresa se a Honda chegasse atropelando a Mercedes, o que acho difícil… não impossível. Talvez o jovem assuma a posição de piloto em um momento melhor da parceria McLaren/Honda, o que evitaria aquele desgaste que vários outros pilotos de qualidade enfrentam atualmente, por exemplo Hulkenberg.

  3. Ronaldo disse:

    E a possibilidade de migração da Audi para a F1?

    • Ted de Gros disse:

      Lorota das boas. O estudo de Dominicalli está fazendo diz respeito a qualquer marca do grupo VAG e, entre as grandes, a Audi vem atrás da Porsche – que tem uma estrutura pronta para fazer a transição em 2017 – e a própria Volkswagen.

  4. Arthur Luz disse:

    Se o Alonso correr em Le Mans a minha profecia se cumpre!

    Viva as corridas de verdade!

  5. FAB1000 disse:

    Acho que a melhor escolha técnica para a equipe é o Button como parceiro do Alonso, com o Magnussen na reserva, podendo voltar ano que vem. Mas o inglês já falou aos 4 cantos que tem seu valor e deixou claro que não aceitou correr com salário de iniciante, já que é um campeão do mundo, e muito qualificado.
    Já o que o Dennis quer é pagar a bolsa do Magnussen pro Button esse ano e depois mandar o lord passear de barco ano que vem. Mas parece que está tão desesperado para arrumar um cascalho em cima do dinamarquês, e provar sua teoria financeira, que não sei não. Tudo muito incerto…

  6. Fernando Lima disse:

    Se fosse diretor da McLaren, não dispensaria um piloto da qualidade de Button. Por outro lado, como fã incondicional do WEC, adoraria vê-lo guiando um LMP1…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>