MENU

19 de julho de 2016 - 14:44Fórmula 3

F3 Brasil: três vezes Iorio em Cascavel

27748398013_f98b4437e0_c

Absoluto: Matheus Iorio venceu as três provas da F-3 Brasil em Cascavel (Foto: Duda Bairros/Vicar)

RIO DE JANEIRO - Matheus Iorio é o líder disparado da temporada 2016 da Fórmula 3 Brasil. O piloto da Cesário F3 fez a chamada “trifeta” na etapa de Cascavel e eu explico por que: como a neblina obrigou a organização a cancelar uma das rodadas previstas para Santa Cruz do Sul, a prova #2 para aquela pista virou a prova #1 de uma inédita rodada tripla. A primeira corrida, que guardou as posições invertidas entre os seis primeiros e o restante da classificação na prova gaúcha, foi disputada com chuva e mais uma vez a neblina quis atrapalhar. Mas deu tudo certo e após 23 voltas, Iorio venceu com Leonardo de Souza em segundo e o carioca Thiago Vivacqua na 3ª posição.

Finalmente, na corrida #1 da 3ª etapa, a segunda do sábado, Artur Fortunato largou da pole position, mas foi Matheus Iorio quem deu as cartas desde o início, dominando todas as 33 voltas para vencer com a média estonteante de 193,2 km/h (a melhor volta do vencedor foi em 195,8 km/h de média). Fortunato chegou em 2º a quase 10 segundos do vencedor e Guilherme Samaia foi o terceiro. Na classe Light, Renan Pietrowski levou os pontos da vitória, superando Pedro Caland, o líder do campeonato.

Na prova #2, disputada domingo, Matheus Iorio veio da 6ª posição do grid e voltou a vencer. Desta vez, o que atrapalhou os pilotos foi o frio – estimado em 4º C na hora da largada. O piloto do carro #34 conquistou sua quinta vitória no ano após uma boa disputa com o colega de equipe Guilherme Samaia, para completar com pouco mais de sete segundos e meio de vantagem. Pedro Cardoso levou a 3ª posição ao fim da disputa, após ser desclassificado por atitude anti-esportiva na prova da véspera. Christian Hahn chegou em quarto, com Giuliano Raucci completando os únicos cinco que ficaram na mesma volta. Pietrowski voltou a bater Caland e venceu de novo na disputa restrita aos dois pilotos na classe Light, que utiliza os modelos Dallara F300 e F301.

A próxima etapa será apenas em setembro, no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos.

Os resultados:

Corrida #2 de Santa Cruz do Sul (adiada):

1-) 34 Matheus Iorio (Cesario F3) – 23 voltas
2-) 91 Leonardo de Souza (Kemba Racing) – a 1s147
3-) 36 Thiago Vivacqua (Hitech GP) – a 1s590
4-) 12 Christian Hahn (CF3) – a 1s955
5-) 77 Guilherme Samaia (Cesario F3) – a 2s190
6-) 43 Pedro Cardoso (Hitech GP) – a 2s968
7-) 27 Matheus Muniz (Prop Car Racing3s573
8-) 41 Artur Fortunato (A Fortunato F3 Racing) – a 3s979
9-) 10 Luiz Felipe Branquinho (RR Racing) – a 3s061
10-) 54 Carlos Cunha (CF3) – a 3 voltas

Corrida #1 de Cascavel:

1-) 34 Matheus Iorio (Cesario F3) – 33 voltas em 31min19s989 (média de 193,2 km/h)
2-) 41 Artur Fortunato (A. Fortunato F3 Racing) – a 9s653
3-) 77 Guilherme Samaia (Cesário F3) – a 13s251
4-) 36 Thiago Vivacqua (Hitech GP) – a 13s606
5-) 12 Christian Hahn (CF3) – a 42s337
6-) 27 Matheus Muniz (PropCar Racing) – a 47s245
7-) 54 Carlos Cunha (CF3) – a 1min05s899
8-) 10 Luiz Felipe Branquinho (RR Racing) – a 1 volta
9-) 87 Leonardo Raucci (RR Racing) – a 1 volta
10-) 48 Renan Pietrowski (PropCar Racing) – a 3 voltas*

Corrida #2 de Cascavel:

1-) 34 Matheus Iorio (Cesario F3) – 31 voltas em 30min59s365 (média de 183,5 km/h)
2-) 77 Guilherme Samaia (Cesario F3) – a 7s544
3-) 12 Christian Hahn (CF3) – a 45s370
4-) 87 Leonardo Raucci (RR Racing) – a 55s369
5-) 48 Renan Pietrowski (Prop Car Racing) – a 1 volta*
6-) 52 Pedro Caland (Hitech GP) – a 2 voltas*
7-) 36 Thiago Vivacqua (Hitech GP) – a 3 voltas
8-) 27 Matheus Muniz (Prop Car Racing) – a 3 voltas
9-) 41 Artur Fortunato (A Fortunato F3 Racing) – a 3 voltas
10-) 54 Carlos Cunha (CF3) – a 9 voltas

(*) Classe Light

Pontuação do campeonato após 6 corridas:

1. Matheus Iorio – 75 pontos
2. Guilherme Samaia – 38
3. Pedro Cardoso e Thiago Vivacqua – 31
5. Carlos Cunha Fº – 29
6. Christian Hahn – 28
7. Artur Fortunato – 25
8. Leonardo de Souza – 22
9. Matheus Muniz – 20
10. Leonardo Raucci – 9
11. Luiz Felipe Branquinho, Igor Fraga e Yurik Carvalho – 5

Classe Light:

1. Pedro Caland – 63
2. Renan Pietrowski – 60

2 comentários

  1. Rodrigo, quem ficou com o carro que era do Pedro Piquet?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>