MENU

10 de novembro de 2016 - 18:10Super GT

Decisão do Super GT em dose dupla

Super-GT-at-Motegi-02

Tal como aconteceu nos últimos anos, a decisão do Super GT será em Twin Ring Motegi. Mas, desta vez, serão disputadas duas corridas para cobrir o cancelamento da prova de Okayama

RIO DE JANEIRO - A pista japonesa de Twin Ring Motegi vai ferver neste fim de semana. Sábado e domingo, numa inédita rodada dupla, o Super GT conhecerá os novos campeões da categoria japonesa de Grã-Turismo nas classes GT500 e GT300. A prova do sábado é equivalente à corrida de Autopolis, cancelada pela GTA – organizadora do certame – porque em abril a região de Oita foi abalada por dois terremotos que mataram 50 pessoas e feriram outras 3 mil. Como muitas construções entraram em colapso e outras pegaram fogo, não havia o menor sentido se realizar a corrida marcada para 22 de maio.

Dessa forma, Motegi sediará não só uma – mas duas corridas de 250 km de percurso. E com 42 pontos em jogo (20 pela vitória, mais o ponto extra da pole position em cada etapa), o campeonato está longe de ser definido nas duas subcategorias que compõem o Super GT. Um total de deslumbrantes 44 carros estará na pista – quinze na GT500 e os restantes 29 na GT300.

Na divisão principal, a GT500, dez duplas e mais Satoshi Motoyama, que correu com dois pilotos diferentes em 2016, ainda têm chances matemáticas. A situação do fim de semana é deveras interessante: como se trata de uma prova adiada, haverá lastro na prova de sábado e os campeões Tsugio Matsuda/Ronnie Quintarelli, que lideram o campeonato com 56 pontos, vão com 56 kg extras em seu Nissan. Normalmente, a razão é de 2 kg por ponto somado, o que acarretaria num peso adicional de 112 kg no carro #1 – a GTA optou pelo bom senso. Mas na prova de domingo, ninguém carregará lastro para deixar todo mundo em condições iguais.

A 20 pontos dos líderes, João Paulo de Oliveira e Hironobu Yasuda ainda estão no páreo: a dupla da Calsonic Team Impul tem uma vitória nas seis provas anteriores, mas dois abandonos nas seis etapas anteriores podem cobrar a conta no final. Para João Paulo, não ter a etapa de Autopolis é um alívio: em 2013, quando poderia ter sido campeão, acabou batendo naquela pista e perdendo a chance de brigar pelo título.

A situação na GT300 coloca nada menos que 14 duplas com chances, de acordo com as etapas faltantes no campeonato. A vantagem é dos líderes Takeshi Tsuchiya/Takamitsu Matsui, que ganharam em Buriram International, na Tailândia e somam 54 pontos – cinco à frente de Kazuki Hoshino/Jann Mardenborough. Atual campeão, o português radicado em Macau André Couto está apenas na 7ª posição, com remotas esperanças de chegar ao bi.

O blog A Mil Por Hora terá a transmissão AO VIVO das duas etapas decisivas do Super GT em Twin Ring Motegi, através do live streaming da Nismo TV disponível no YouTube. Vale a pena assistir!

1 comentário

  1. Fern Kesnault disse:

    Legal amigo…obrigado por lembrar pois ha tanto tempo que nao temos prova da categoria que ate havia me esquecido com as obrigações do dia-a-dia….valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>