MENU

16 de janeiro de 2017 - 13:56Asian Le Mans Series

AsLMS: 28 carros no encerramento do campeonato em Sepang

Asia Le Mans Series

A DH Racing já levou o título entre os times de Grã-Turismo e conquistou uma vaga direta do Asian Le Mans Series para as 24h de Le Mans. Falta a definição dos times campeões das classes LMP2 e LMP3 para definir os últimos convites

RIO DE JANEIRO - A temporada 2016/17 do Asian Le Mans Series (AsLMS) termina no próximo domingo: o circuito de Sepang, na Malásia, será o palco da quarta e última etapa do campeonato que indicará três equipes para a disputa das 24h de Le Mans deste ano. Na verdade, faltam duas dessas equipes, já que a DH Racing está garantida por ter conquistado de forma antecipada a competição na classe dos Grã-Turismo.

A definição dos times campeões nas classes LMP2 e LMP3 ficou para a Malásia e o jogo ainda está em aberto: a Jackie Chan DC Racing tem grande chance de pegar a primeira vaga na LMP2, mas a Algarve Pro Racing ainda sonha em reverter o quadro. E na LMP3, a ARC Bratislava surpreende e lidera – mas a própria Jackie Chan DC Racing e também a britânica Tockwith Motorsports têm chance na rodada final da competição.

Um total de 28 carros foi anunciado na pré-lista de inscritos para a rodada final do AsLMS. Os protótipos LMP2 são os suspeitos de sempre e a única novidade é a participação do australiano Aidan Read no carro #25 da Algarve Pro Racing junto a Andrea Pizzitola e Andrea Roda. Com 17 pontos de desvantagem na classificação, o italiano precisa ganhar e torcer para o #35 de Gustavo Menezes e Ho-Pin Tung ficar pelo caminho – o que em consequência dá também a vaga em Sarthe para a equipe chefiada por Stewart e Samantha Cox.

Dez carros vão participar das 4h de Sepang na classe LMP3, em que a principal novidade é a participação não só de um protótipo ADESS 03 – mas de dois. Além do regresso da PS Racing, ausente na corrida de Buriram International, o FIST Team AAI ressuscitou um dos carros que tentou vender – sem sucesso – e o inscreveu para o último evento do campeonato. O único protótipo CN estará na pista através da PS Racing, que alinha o Ligier JS 53.

A divisão GT vem com um plantel de onze inscritos, já que o italiano Vicenzo Sospiri não vai levar seu Lamborghini Huracán para Sepang. Também a Absolute Racing não foi mais vista na categoria após a rodada inaugural em Zhuhai. Os pilotos serão praticamente os mesmos da etapa da Tailândia e Michele Rugolo, líder com 52 pontos, chega à decisão com 12 de vantagem para Stéphane Lemeret/Matthieu Vaxivière, que são companheiros de equipe do italiano na DH Racing. E a classe GT Cup terá dois Porsche 911 GT3 Cup desta vez: um deles, com a presença do irmão do futuro piloto da Porsche no FIA WEC Earl Bamber – Will Bamber dividirá o carro #77 com Graeme Dowsett e John Curran.

Lista de inscritos para as 4h de Sepang AQUI

2 comentários

  1. Fernando Silva disse:

    Só uma curiosidade: Ao contrário do ELMS, esta categoria utiliza carros GT3 na divisão de grã-turismo…que devem ser mais baratos que os GT2 utilizados nas classes da “família” LMGTE…além da geração anterior de protótipos como o Oreca 03. Então, posso imaginar que, mais do que crises financeiras, o que impede de termos uma série continental de endurance na América do sul é a total falta de interesse de promotores e donos de equipes em levar um negócio desses a sério…até ontem o AsLMS tinha pouquíssimos carros e hoje cresce cada vez mais.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Já toquei nesse ponto, Fernando. Uma série Le Mans Sul-Americana seria absolutamente viável se houvesse interesse não só de promotores como também do ACO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>