MENU

2 de janeiro de 2017 - 12:03Rali Dakar

Marcelo Medeiros começa forte e ganha 1ª especial nos quads

1451736317-1029968549

Medeiros vence 1ª etapa do Rali Dakar 2017 entre Assunção e Resistência na categoria dos Quads e iguala Jean Azevedo, que foi o mais rápido em duas etapas nas motocicletas em 2005 e 2007

RIO DE JANEIRO - O maranhense Marcelo Medeiros prometeu que voltaria para fazer bonito no Rali Dakar após a estreia do ano passado, em que sofreu um acidente na 5ª especial que o impediu de continuar. E o piloto de 27 anos entrou para a história da participação brasileira na competição: conquistou de cara a vitória na primeira etapa realizada hoje com 39 km cronometrados e 454 km de trecho de ligação entre Assunção e Resistência.

Com o tempo de 32min53seg, Medeiros foi 1min02seg mais veloz que o argentino Gastón González. Aliás, os sul-americanos começam na frente, pois o ídolo paraguaio Nelson Sanabria Galeano foi o 3º mais rápido e Pablo Copetti, um dos argentinos habitués dos quads, ficou em quarto. Só aí veio o primeiro forasteiro, o novato francês Axel Dutrie, com a 5ª marca.

Medeiros é o segundo piloto brasileiro a ganhar especiais na história do Rali Dakar. Em motos, Jean Azevedo foi o mais rápido duas vezes, em 2005 e 2007, ambas em solo africano. O irmão dele, André, embora tenha sido vice-campeão nos caminhões, nunca faturou uma Especial em sua categoria.

Nenhum dos grandes favoritos teve desempenho excepcional no primeiro dia: o russo Sergey Karyakin foi o sétimo, duas posições à frente de Josef Máchacek, o primeiro campeão da categoria em 2009, quando os quads foram desmembrados das motocicletas. Ignácio Casale, vitorioso em 2014, ficou em décimo. E o polonês Rafal “Super” Sonik, um dos principais favoritos e campeão do Dakar em 2015, ficou bastante atrás – fechou o trecho cronometrado com o 25º lugar. Já o francês Sébastien Souday, candidato a uma boa posição na classificação geral ao fim do Rali, pode ser uma das primeiras baixas: o piloto caiu e sofreu uma fratura num dos pulsos.

Um ótimo começo para o Marcelo Medeiros? Sem dúvida nenhuma. Mas ainda faltam 11 etapas. E o pior está por vir em termos de desgaste físico e de equipamento. Cabe lembrar que a categoria dos quadriciclos é, provavelmente, a pior para qualquer um dos competidores – especialmente quanto à questão técnica e física. Se o maranhense estiver bem preparado, não tenham dúvidas de que ele vai brigar nas cabeças.

Resultado da etapa #1
Assunção-Resistência
Total: 39 km cronometrados e 454 km de ligação

1. #271 Marcelo Medeiros (Yamaha) – 32min53seg
2. #281 Gastón González (Yamaha) – a 1min02seg
3. #257 Nelson Sanabria Galeano (Yamaha) – a 1min39seg
4. #263 Pablo Copetti (Yamaha) – a 1min44seg
5. #280 Axel Dutrie (Yamaha) – a 1min54seg
6. #265 Lucas Innocente (Can-Am) – a 2min01seg
7. #254 Sergey Karyakin (Yamaha) – a 2min19seg
8. #267 Kees Koolen (Barren Racer) – a 2min23seg
9. #253 Josef Máchacek (Yamaha) – a 2min29seg
10. #251 Ignácio Casale (Yamaha) – a 2min33seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>