MENU

12 de novembro de 2017 - 15:18Super GT

Deu a lógica: Cassidy e Hirakawa levam a taça no Super GT

GT500-2-Champ-696x464

A taça é deles: com o Lexus RC500 da equipe KeePer Tom’s, Ryo Hirakawa e Nick Cassidy conquistaram nesta madrugada o título do Super GT

RIO DE JANEIRO - A disputa do título no Super GT em 2017 seguia em aberto com vários postulantes até a última corrida. Clima total de indefinição no circuito de Twin Ring Motegi. Mas ao fim das 53 voltas previstas pelo traçado de 4,801 km de extensão, deu a lógica. O neozelandês Nick Cassidy e o japonês Ryo Hirakawa conquistaram com muito mérito o título da classe GT500, conquistando a 2ª posição na etapa derradeira da temporada. Para Hirakawa, o fecho de ouro numa temporada em que o piloto japonês finalmente estreou nas 24 Horas de Le Mans e ajudou muito a G-Drive a faturar o título do ELMS, formando a parceria com Memo Rojas Jr. e Léo Roussel em várias provas.

A vitória, em corrida dominante, foi do Nissan #23 de Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda, que com o resultado acabaram como vice-campeões, apenas dois pontos atrás dos adversários da equipe KeePer Tom’s. Yuji Tachikawa/Kazuya Oshima completaram o pódio com outro Lexus LC500, este da equipe ZENT Cerumo. O melhor Honda, defendendo a honra do construtor numa de suas pistas caseiras, ficou em quarto com Takashi Kogure/Koudai Tsukakoshi.

O brasileiro João Paulo de Oliveira merecia melhor sorte em sua 100ª prova na categoria: com o carro #24 da Kondo Racing, largou na quinta posição, mas um contato com o carro de Kazuya Oshima/Andrea Caldarelli e uma posterior punição cobraram a conta e ele terminou na 12ª posição em dupla com o parceiro Daiki Sasaki. No campeonato, terminaram apenas em décimo-sexto lugar, na pior temporada do “Oribeira” na categoria. Uma pena: merecia coisa muito melhor.

Já na GT300, a lógica também prevaleceu: favoritos ao título largando da pole position na divisão, Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka nem precisaram da vitória para faturar o campeonato com a Mercedes AMG da equipe de Ukyo Katayama. Terminaram em 3º lugar, atrás dos vencedores Haruki Kurosawa/Naoya Gamou, também com Mercedes AMG – e da BMW de Shinichi Takagi/Sean Walkinshaw, que terminaram na segunda colocação. Com os 20 pontos da vitória, a dupla da equipe Leon Cvstos ficou com o vice-campeonato, enquanto Takagi/Walkinshaw perderam a terceira posição na classificação final por um detalhe: Yuichi Nakayama/Sho Tsuboi, da equipe LM Corsa, ganharam duas etapas contra uma dos pilotos da ARTA.

Outro piloto que completou 100 provas no Super GT foi o japonês Tomonobu Fujii, que alcançou pelo menos a nona colocação em sua corrida centenária na categoria. E agora é esperar até o ano que vem para vermos novamente em ação os maravilhosos carros da categoria – quem sabe, já sacramentando uma união mais do que aguardada com o DTM.

Classificação final do Super GT:

GT500

1. Ryo Hirakawa/Nick Cassidy – 84
2. Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda – 82
3. Kazuya Oshima/Andrea Caldarelli – 63
4. Hiroaki Ishiura/Yuji Tachikawa – 62
5. James Rossiter – 53
6. Kazuki Nakajima – 47
7. Naoki Yamamoto/Takuya Izawa – 45
8. Heikki Kövalainen/Kohei Hirate – 44
9. Tomoki Nojiri/Takashi Kobayashi e Koudai Tsukakoshi/Takashi Kogure – 37
11. Bertrand Baguette/Kosuke Matsuura – 32
12. Satoshi Motoyama/Katsumasa Chiyo – 29
13. Yuhi Sekiguchi – 23
14. Yuji Kunimoto – 22
15. Hironobu Yasuda/Jann Mardenborough – 17
16. Daiki Sasaki/João Paulo de Oliveira – 12
17. Kamui Kobayashi – 10
18. Hideki Mutoh/Daisuke Nakajima – 7
19. Daisuke Ito – 6
20. Kenta Yamashita – 1

GT300

1. Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka – 77
2. Haruki Kurosawa/Naoya Gamou – 72
3. Yuichi Nakayama/Sho Tsuboi e Shinichi Takagi/Sean Walkinshaw – 61
5. Takamitsu Matsui/Kenta Yamashita – 48
6. Katsuyuki Hiranaka/Björn Wirdheim – 45
7. Tomonobu Fujii – 35
8. Jono Lester/Kyosuke Mineo – 31
9. Takuto Iguchi/Hideki Yamauchi – 30
10. Manabu Orido/Kazuki Hiramine e Sven Müller – 28
12. Akira Iida/Hiroki Yoshimoto – 24
13. Shinya Hosokawa/Kimiya Sato/Yuya Motojima – 21
14. Jörg Müller/Seiji Ara – 18
15. Rintaro Kubo/Koki Saga e Kazuki Hoshino/Mitsunori Takaboshi – 17
17. Morio Nitta/Akihiro Tsuzuki – 15
18. Hiroki Yoshida/Ryuchiro Tomita – 13
19. Yukhi Nakayama/Shintaro Kabawata – 6
20. Richard Lyons/Masataka Yanagida – 5
21. André Couto – 4
22. Natsu Sakaguchi/Kiyoto Fujinami – 3
23. Tsubasa Kondo – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>