MENU

18 de janeiro de 2018 - 23:31Rali Dakar

Dakar 2018: Van Genutgen de novo nos Caminhões; diferença na geral é de um segundo!

91262006_88975857

Com a gelada cordilheira argentina ao fundo, Ton Van Genutgen venceu a 12ª etapa, num dia em que a diferença entre os postulantes ao título caiu para UM segundo!

RIO DE JANEIRO - A notícia da quinta-feira no Rali Dakar não é a vitória de Ton Van Genutgen na especial de 523 km disputada entre os Caminhões. Quinto na geral, o holandês venceu seu terceiro estágio de um total de onze disputados, já que na segunda-feira não houve prova cronometrada na passagem do evento da Bolívia para a Argentina.

O que é mais impressionante é a diferença que separa o Kamaz-Master de Edouard Nikolaev/Evgeny Yakovlev/Vladimir Rybakov do Iveco Powerstar de Federico “Coyote” Villagra/Ricardo Torlaschi/Arturo Yacopini: ao cabo de quase duas semanas, somente UM segundo separa o russo do argentino! Isso mesmo, um único e escasso segundo.

Mas poderia ser diferente: Villagra levou ontem uma punição de 15 minutos e toda a vantagem conquistada na 11ª especial, em que acabou chegando em segundo, se esvaiu completamente. E hoje o dia foi ruim para os dois pilotos que discutem a vitória na competição.

Nikolaev teve que contar com a valiosa ajuda de seus companheiros de equipe para poder seguir na trilha. O compressor do motor de seu caminhão quebrou e a força-tarefa se juntou no meio do nada. Os três mecânicos – Rybakov e mais Dmitry Svistunov e Ilnur Mustafin – trabalharam para pôr uma nova peça e dar condições de retorno ao Kamaz. Apesar da falha, Nikolaev perdeu apenas 6min21seg para Van Genutgen, mostrando o quão foi difícil a etapa. Não à toa, o tempo do vencedor do dia foi de 7h02min36seg.

“Coyote” Villagra ficou em quarto, apesar dos percalços enfrentados. Perdeu 7min29seg para o vencedor e com a punição de 15 minutos, também foi desalojado da liderança. Em território pra lá de conhecido – as trilhas rumo a Córdoba – serão dadas as últimas cartadas para a conquista do título. Para os russos, será apenas mais um. Para o piloto da casa, a glória de poder se tornar o primeiro sul-americano campeão nos Caminhões – André Azevedo quase chegou lá: o brasileiro foi vice-campeão em 2003, quando o evento ainda era disputado com largada na Europa e chegada na África.

Classificação da etapa #12
Chilecito-Fiambalá-San Juan
523 km cronometrados – 793 km de percurso

1. #509 Ton Van Genutgen/Bernard Der Kinderen/Peter Willemsen (Iveco) – 7h02min36seg
2. #505 Martin Kolomy/Jiri Stross/Rostislav Plny (Tatra) – a 4min11seg
3. #500 Edouard Nikolaev/Evgeny Yakovlev/Vladimir Rybakov (Kamaz) – a 6min21seg
4. #501 Federico Villagra/Ricardo Torlaschi/Arturo Yacopini (Iveco) – a 7min29seg
5. #508 Arthur Ardavichius/Serge Bruynkens/Michel Huisman (Iveco) – a 15min14seg
6. #512 Siarhei Viazovich/Pavel Haranin/Andrey Zhyhulin (MAZ) – a 26min20seg
7. #516 Maurik Van Den Heuwel/Wilko Van Oort/Martin Van Rooy (Scania) – a 32min16seg
8. #518 Aliaksei Vishneuski/Maksim Novikau/Andrei Neviarovich (MAZ) – a 35min
9. #517 Gert Huzink/Rob Buursen/Martin Roesink (Renault Trucks) – a 38min20seg
10. #503 Aleksandr Vasilievski/Dzmitry Vikhrenka/Anton Zaparoschanka (MAZ) – a 39min02seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Nikolaev/Yakovlev/Rybakov – 47h14min31seg
2. Villagra/Torlaschi/Yacopini – a 1seg (incluindo + 15min de penalização)
3. Viazovich/Haranin/Zhyhulin – a 3h26min14seg (incluindo + 20min de penalização)
4. Mardeev/Belyaev/Svistunov – a 5h20min15seg (incluindo + 15min de penalização)
5. Van Genutgen/Der Kinderen/Willemsen – a 5h23min40seg
6. Ardavichius/Bruynkens/Huisman – a 5h36min25seg
7. Macik/Tomasek/Mrkva – a 7h10min21seg
8. Sugawara/Takahashi – a 7h20min32seg
9. Huzink/Buursen/Roesink – a 7h43min52seg (incluindo + 1h15min de penalização)
10. Van Den Heuwel/Van Oort/Van Rooy – a 8h18min41seg (incluindo + 2min de penalização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>