MENU

10 de janeiro de 2018 - 15:17Rali Dakar

Dakar 2018: vitória argentina e abandono precoce do campeão nos Quads

97FCpua3_o

Estreante no Rali Dakar na categoria dos Quads, o argentino Nicolas Cavigliasso venceu a etapa marcada pelo abandono do atual campeão, o russo Sergey Karyakin

RIO DE JANEIRO - Fim da linha para o russo Sergey Karyakin: o campeão do Rali Dakar nos Quadriciclos estava a 25 minutos do líder Ignácio Casale quando foi dada a largada para a etapa entre San Juan de Marcona e Arequipa, nesta terça-feira. E na altura do quilômetro 44 da etapa, um acidente pôs fim ao sonho do bicampeonato. Com dores, Karyakin decidiu encerrar sua participação na disputa, abrindo caminho para o segundo título do chileno Ignácio Casale, que agora não precisa mais arriscar tanto – muito embora sua vantagem para o novo vice-líder, o peruano Alexis Hernandez, esteja em cerca de quarenta minutos.

A vitória na etapa foi de um estreante na competição: o argentino Nicolas Cavigliasso, de 26 anos, foi o mais rápido nos 268 km cronometrados, superando Casale por menos de um minuto e meio. Ele completou a especial com o tempo de 4h12min43seg – e graças ao abandono de Karyakin, ascendeu ao quarto lugar na classificação geral, atrás do compatriota Pablo Copetti. Aliás, os seis primeiros lugares na geral são ocupados por pilotos sul-americanos: o melhor europeu passou a ser Rafal “Super” Sonik, 7º colocado.

Outro destaque hoje foi um segundo piloto do Chile: Giovanni Enrico, de 30 anos, é engenheiro civil e industrial. Faz seu primeiro Rali Dakar e já está no top 10 geral – é exatamente o décimo colocado. Na etapa de hoje, o compatriota de Casale foi quarto colocado, a cerca de 13 minutos do vencedor Cavigliasso.

Marcelo Medeiros se recuperou do resultado de ontem e completou a etapa entre San Juan de Marcona e Arequipa. Ficou com o 5º melhor tempo do dia, a 14min08seg do primeiro colocado, após ocupar o quarto posto em grande parte da trilha. O maranhense já subiu para 11º lugar na classificação geral – não fosse a penalização de duas horas que sofreu logo no início da competição, ele já estaria na 8ª posição na soma dos tempos.

Classificação da etapa #5:
San Juan de Marcona-Arequipa
268 km cronometrados – 934 km de percurso

1. #249 Nicolas Cavigliasso (Yamaha) – 4h12min43seg
2. #241 Ignácio Casale (Yamaha) – a 1min23seg
3. #248 Alexis Hernandez (Yamaha) – a 6min35seg
4. #278 Giovanni Enrico (Yamaha) – a 12min55seg
5. #282 Marcelo Medeiros (Yamaha) – a 14min08seg
6. #242 Pablo Copetti (Yamaha) – a 20min
7. #254 Kees Koolen (Barren Racer) – a 21min54seg
8. #246 Jeremías González Ferioli (Yamaha) – a 23min04seg
9. #255 Gustavo Gallego (Yamaha) – a 30min38seg
10. #243 Rafal Sonik (Yamaha) – a 36min07seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Ignácio Casale – 17h14min52seg
2. Alexis Hernandez – a 40min13seg (incluindo +2min de penalização)
3. Pablo Copetti – a 58min37seg
4. Nicolas Cavigliasso – a 1h09min26seg
5. Gustavo Gallego – a 1h13min31seg
6. Jeremías González Ferioli – a 1h30min34seg
7. Rafal Sonik – a 1h35min53seg
8. Kees Koolen – a 2h42min37seg
9. Simon Vitse – a 2h43min38seg
10. Giovanni Enrico – a 2h53min46seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>