MENU

6 de abril de 2018 - 09:01International GT Open

Mais dois brasileiros no GT Open

0318-09-100-696x462

O antigo piloto de testes da Fórmula 1 Vincenzo Sospiri aposta em dois brasileiros na temporada 2018 do International GT Open: Nicolas Costa e Giulio Borlenghi

RIO DE JANEIRO (Aumenta o cordão…) - O International GT Open terá um número expressivo de pilotos brasileiros na pista em 2018. Se na última temporada já tivemos a participação efetiva de Marcelo Hahn e Márcio Basso, com aparições de Allan Khodair, Alan Hellmeister, Nonô Figueiredo, Augusto Farfus e até de Nelsinho Piquet, o panorama parece se repetir em proporções muito melhores neste ano.

Enquanto Hahn deve novamente fazer a temporada completa e Khodair estará presente nas corridas que não coincidirem com a Stock Car (o que faz de Hellmeister novamente o substituto imediato), Fernando Rees já fora confirmado pela Ombra e vai se dividir entre o WEC e o GT Open.

Agora foi a vez de mais dois brasileiros serem confirmados pela equipe do italiano Vincenzo Sospiri, que nos anos 1990 tentou, sem sucesso algum, chegar à Fórmula 1.

O carioca Nicolas Costa e o paulista Giulio Borlenghi vão integrar a escuderia que competirá em tempo integral com dois Lamborghini Huracán GT3. Nicolas vai guiar o carro #6 em dupla com o chinês Kang Ling, de apenas 21 anos, e que esteve na série ano passado em dupla com Edoardo Liberati – também de Lamborghini – defendendo a Ratón Racing.

O parceiro de Borlenghi no carro #66 será o polonês Andrzej Lewandowski, de 48 anos. Ele é o atual campeão do Lamborghini Super Trofeo Europe na divisão dos gentleman drivers. No ano passado, Giulio disputava o Campeonato Brasileiro de Turismo – hoje rebatizado de Stock Light. Terminou a temporada na 9ª colocação, com uma vitória em Londrina como melhor resultado.

Tanto Nicolas quanto Giulio já conhecem o carro com que vão competir. O carioca já defendeu inclusive a VSR em provas do Blancpain GT Series Asia ano passado, ganhando até em sua categoria no circuito japonês de Suzuka. Borlenghi testou pela nova equipe em Paul Ricard ao lado do compatriota e daí surgiu a possibilidade de ingressar no automobilismo internacional em tempo integral.

A equipe BMW Teo Martin ainda não anunciou oficialmente, mas tudo indica que Márcio Basso e Beto Leite estarão a bordo em 2018 a partir da primeira rodada dupla, marcada para daqui a menos de 10 dias no Estoril, em Portugal.

Até aqui, as equipes confirmadas são as seguintes:

Drivex (Mercedes-AMG GT3)
Marcelo Hahn/Allam Khodair

Imperiale Racing (Lamborghini Huracán GT3)
Raffaele Gianmaria/Jia Tong Liang
Riccardo Agostini/Rik Breukers
Giovanni Venturini/Jeroen Mul

Luzich Racing (Ferrari 488 GT3)
Alessandro Pier Guidi/Mikkel Mac Jensen
Michele Rugolo/Alexander West

Ombra Racing (Lamborghini Huracán GT3)
Fernando Rees/Damiano Fioravanti

Rinaldi Racing (Ferrari 488 GT3)
Steve Parrow/Christian Hook
Vadim Kogay/David Perel

SPS Automotive Performance (Mercedes-AMG GT3)
Tom Onslow-Cole/Valentin Pierburg

Team Lazarus (Lamborghini Huracán GT3)
Miguel Ramos/Fabrizio Crestani

HTP Motorsport/MS Racing (Mercedes-AMG GT3)
Martin Konrad/Alexander Hrachowina

BMW Team Teo Martin Motorsport (BMW M6 GT3)
Andrés Saravia/pilotos a definir

Vincenzo Sospiri Racing (Lamborghini Huracán GT3)
Nicolas Costa/Kang Ling
Giulio Borlenghi/Andrzej Lewandowski

RS Racing Team (Ferrari 488 GT3)
Daniele Diamato/Andrea Montermini

Optimum Motorsport (Audi R8 LMS)
Bradley Ellis/Oliver Wilkinson

Krypton Motorsport (Mercedes-AMG GT3)
Mario Cordoni/Marco Zanuttini

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>