MENU

15 de abril de 2018 - 11:27EF Open

Siebert vence no Estoril e Drugovich sai líder do EF Open

0918 33 168

O clique é de ontem, mas o vencedor é recente: Marcos Siebert (carro #18) conquistou sua primeira vitória no Euroformula Open, após resistir à pressão de Felipe Drugovich (Foto: Fotospeedy)

RIO DE JANEIRO - O fechamento da rodada dupla inaugural da temporada 2018 do Euroformula Open reservou emoções até o final. O grid foi definido com chuva no Circuito do Estoril, mas na hora da largada a pista estava razoavelmente melhor. O romeno Petru Florescu conquistou a pole position batendo o argentino Marcos Siebert por um décimo de segundo e pelo menos no início o piloto da Fortec Motorsports parecia querer repetir o brasileiro Felipe Drugovich, que partiu da pole e liderou de ponta a ponta.

Mas Florescu não é Drugovich e Marcos Siebert não fez por menos: como não deixou o rival abrir vantagem, sempre teve o carro #19 em sua alça de mira. Assim, o piloto da Campos Racing veio pra cima do rival e fez a ultrapassagem na 7ª volta. A essa altura, Felipe Drugovich já vinha em terceiro após ter largado da 6ª posição com o carro #4 da RP Motorsport.

A ultrapassagem sobre Florescu aconteceu durante a décima volta. Nessa altura, o brasileiro tinha 3″763 de diferença para Siebert. A vantagem do portenho baixou de três segundos na altura da 14ª passagem de um total de dezenove e Drugovich, determinado, resolveu atacar. Volta a volta, aproximou-se de Siebert. Mas não foi o suficiente: após tirar seis décimos de uma vez, Felipe encostou no adversário, mas o argentino defendeu-se muito bem e comemorou sua primeira vitória na categoria – por apenas 0″276 na quadriculada final.

Bent Viscaal ficou de coadjuvante: chegou em terceiro a mais de cinco segundos dos vencedores, enquanto Florescu perdeu rendimento de forma clamorosa no final para terminar em 5º, atrás do alemão Jannes Fittje.

Matheus Iorio conseguiu um ótimo avanço no início, vindo de 11º no grid para oitavo e depois, com uma ultrapassagem de muito desprendimento, superou o compatriota Guilherme Samaia e assumiu a sétima posição. Mas o piloto da Carlin preferiu poupar os pneus para não ter problemas e por lá ficou, num resultado que o deixa em 5º lugar na classifcação do campeonato.

“Hoje o dia foi complicado. Durante a classificação na chuva, sabíamos que tínhamos um carro rápido mas acabamos cometendo um erro no acerto do carro e na estratégia, o que custou uma boa posição no grid. Ter largado em 11º e acabado em sétimo foi o máximo que deu para fazer, porque por mais que eu tenha chegado no grupo da frente, eram carros rápidos e ficava difícil ultrapassar por causa do ar sujo atrás dos outros. O campeonato começou agora e tem bastante coisa para acontecer ainda”, comentou o piloto.

Samaia também teve seu desempenho limitado ali no meio do pelotão, mas pelo menos salvou pontos no campeonato com a oitava colocação. Já Christian Hahn, que no treino classificatório não fez tempo cronometrado, deu apenas três voltas e abandonou.

Com os resultados ao fim da rodada #1, Felipe Drugovich sai do Estoril como líder do campeonato com 44 pontos, contra 38 de Marcos Siebert e 25 do holandês Bent Viscaal. Matheus Iorio tem os mesmos 24 pontos do companheiro de equipe Cameron Das, mas o desempate se dá pelo resultado da corrida de domingo – e o estadunidense foi melhor nela que o brasileiro. Guilherme Samaia é o 8º colocado, com 10.

A próxima etapa será em Paul Ricard, na França, nos dias 5 e 6 de maio.

1 comentário

  1. caio murilo disse:

    vamos ser realistas ,lorio e samaia com 20 anos e ainda na euro formula, é praticamente impossivel chegar a formula 01,no minimo mais duas categorias,, ,o drugovich e hahn com 17 anos se tiver talento tem tudo pra chegar, vamos torcer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>