MENU

23 de setembro de 2018 - 20:59Automobilismo Internacional, Vídeos

Título histórico no British GT

Haigh-Adam-Win-2018-Title

Festa no pódio para os campeões do British GT em 2018, com Flick Haigh conquistando um título histórico (Foto: Adam Pigott)

RIO DE JANEIRO - Domingo de finalíssima no British GT Championship, que disputou hoje a 9ª e decisiva corrida da temporada 2018 no tradicional circuito de Donington Park. Um dia especial e histórico na competição.

E por que?

Lembram da Flick Haigh, que o blog mostrou no início do ano como pole position e vencedora da prova de abertura disputada em Oulton Park?

Pois é… ela e o experiente Jonathan Adam, piloto oficial de fábrica da Aston Martin no WEC, conquistaram o título da série, bastando uma quarta colocação à dupla da Optimum Motorsport ao fim da disputa que teve duração de duas horas.

Largando para a última corrida com uma vantagem de 27,5 pontos para os vice-líderes da tabela, Flick terminou seu turno com a quinta posição e Adam, com toda sua experiência, fez o bastante para levar o carro ao final e consequentemente ao posto de número #1 da temporada.

A vitória na pista foi de outro Aston Martin V12 Vantage GT3 – o #11 da TF Sport guiado por Mark Farmer/Nicki Thiim, mas a dupla foi penalizada por exceder o limite da pista e acabou em segundo no resultado final. John Minshaw/Phil Keen, com o Lamborghini Huracán da Barwell, herdaram a vitória – insuficiente para levar a dupla ao título, já que Haigh/Adam chegaram em quarto lugar, atrás de Yelmer Buurman/Lee Mowle, com a Mercedes-AMG GT3 da ERC Sport.

Bicampeão em 2015/16 ao lado de Andrew Howard e depois de Derek Johnston, Jonathan Adam chega assim ao seu terceiro título no British GT, tornando-se um dos mais vitoriosos da história da competição criada em 1993. Flick Haigh, de 34 anos, é a primeira mulher campeã da classe GT3 – mas não no British GT: Jamie Chadwick, hoje na Fórmula 3 inglesa, levou o título da GT4 em 2015.

Century-Motorsport-BMW-BGT-2018-Donington-2

O título da GT4 foi decidido por um ponto, em favor de Jack Mitchell, piloto desta BMW da Century Motorsport (Foto: Adam Pigott)

,lPor falar na classe GT4, nesta categoria o título de 2018 foi definido por um único e escasso ponto, em favor de um solitário piloto. Jack Mitchell guiou a BMW M4 GT4 #43 da Century Motorsport repartindo o carro com outros três colegas – e mesmo assim conseguiu pontos suficientes pra ser campeão sozinho e derrotar os vice-campeões Ben Tuck/Ben Green (que inclusive são da mesma escuderia) por 124 pontos a 123. A vitória ficou com a Equipe Verschuur e o McLaren 570S GT4 guiado por Finlay Hutchison/Daniel McKay.

A etapa de encerramento do British GT foi também a de encerramento da carreira de dois campeões da série: o veterano gentleman driver Derek Johnston fez em Donington sua última corrida como piloto de competição. Quem também dá um tempo nas pistas é Rick Parfitt Jr. – o campeão do ano passado também se retira do esporte.

Acompanhe a íntegra da disputa em Donington Park no vídeo abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>