MENU

29 de outubro de 2018 - 04:49Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (421)

Le-Castellet

RIO DE JANEIRO - Sabem que carro é esse que testa no circuito francês de Paul Ricard, todo branco, com pneus Pirelli e um adesivo discreto da Yamaha?

É o Zakspeed 891B, o carro que encerrou a vida do time de Erich Zakowski na Fórmula 1.

A história da equipe, muitos devem conhecer. Zakowski era o engenheiro-chefe do programa IMSA com o modelo Probe. Em sua inocência, achou que ele seria o responsável pelo programa da marca na Fórmula 1, quanto ao desenvolvimento de motores. Quebrou a cara e ainda por cima pediu pra sair. Com a gorda indenização, resolveu fazer sua própria equipe. E daí nasceu a Zakspeed, cujo primeiro carro já apareceria em 1984.

Pois bem… o ano de 1989 foi pavoroso. O carro desenhado por Gustav Brunner foi um cheque sem fundo, a equipe só participou de duas provas e para o ano seguinte, já havia perdido o patrocínio da alemã Reemstma (subsidiária da Imperial Tobacco), via West.

Até que nos testes de inverno o carro não teve desempenho ruim. No Estoril, entre 11 e 14 de janeiro de 1990, andaram equipes clientes da Pirelli (Minardi, Scuderia Italia, Zakspeed, Osella Fondmetal e EuroBrun). Schneider foi o terceiro mais veloz, com 1’15″80.

Em Paul Ricard, os rumores de que a equipe não disputaria aquela temporada começavam a surgir com mais força. A partir de 26 de janeiro, o circuito estava liberado para testes, mas a equipe germânica só entraria na pista dia 28. E com apenas 20 voltas completadas e aí sim um tempo fraco – 1’14″40, para um traçado de 3,8 km de extensão – a Zakspeed se despedia da Fórmula 1.

Tanto que em 31 de janeiro, data-limite para inscrições, Erich Zakowski anunciava o fim da trajetória de seu time. A Yamaha seguiria na categoria. Mas isso já é outro assunto.

Há 28 anos, direto do túnel do tempo.

4 comentários

  1. Vinicius Vergueiro disse:

    E com isso, Bernd Schneider acabou se acertando com a Arrows(que viraria Footwork mais a frente) como piloto de testes dela, mas acabou assumindo o cockpit dela em duas ocasiões(GP dos EUA e Espanha, onde não se classificou) substituindo Alex Caffi.

  2. Vinicius Vergueiro disse:

    E caso seguisse, a Zakspeed muito provavelmente teria uma temporada 1990 tão ou mais pavorosa que 89, disputando palmo a palmo em matéria de ruindade com Coloni, Eurobrun e Life. Afinal o 891 já era muito ruim na temporada 89 e nos primeiros(e últimos) testes dela, já não se mostrou também grandes coisas.

  3. Bruno Serafim disse:

    O carro não andava, mas era bonito com as cores vermelho e branco e patrocínio da West.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>