MENU

24 de outubro de 2018 - 14:26Fórmula 1

Homão da porra!

x79510110_FILE-PHOTO-Niki-Lauda-talks-to-the-media-at-the-airport-in-Duesseldorf-Germany-March-20-201.jpg.pagespeed.ic.IUOU_Kwp3N

RIO DE JANEIRO - Mais de uma vez, o blog e o blogueiro tornaram pública a admiração por Andreas Nikolaus Lauda, que para nós que gostamos de automobilismo é apenas o Niki Lauda.

Por seus três títulos mundiais de Fórmula 1, pela volta por cima após o acidente em Nürburgring/76, por ter sido um mestre para Nelson Piquet.

E fico feliz com a notícia de horas atrás: após uma internação de três meses, decorrente de um transplante de pulmão, o austríaco que fará 70 anos em fevereiro do ano que vem, pode voltar para casa. Recebeu alta médica em Viena, capital da Áustria.

A notícia que corria em Austin por ocasião do GP dos EUA é que Niki poderá estar em Abu Dhabi na última etapa do campeonato, junto à equipe Mercedes – na qual trabalha como uma espécie de “eminência parda” de Toto Wolff e de Dieter Zetsche, o presidente da companhia.

Sentimos falta do homem do indefectível boné vermelho, que se confunde com a trajetória da Fórmula 1 nos últimos 45 anos.

Parabéns, Lauda… por sua garra incrível e vontade de viver. Que homão da porra!

3 comentários

  1. Gabriel Medina, O outro disse:

    Ídolo! Da época em que ter mais de dois títulos mundias era para os verdadeiros fora de série.

  2. Alex disse:

    Por falar em pilotos do passado, ontem, 24 de outubro, completou-se 47 anos do falecimento do suíço Jo Siffert ocorrido em acidente na corrida dos campeões (extra campeonato da Formula 1) em Brands Hatch, 1971. Não esqueço a data porque a primeira revista Quatro Rodas antiga que comprei trazia a cobertura do acidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>