MENU

30 de junho de 2013 - 22:30Rali

Demolidor: Loeb destrói recorde de Pikes Peak

[youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=6QKdnz8i14E]

RIO DE JANEIRO – Sébastien Loeb é um monstro do automobilismo contemporâneo. Nove vezes campeão mundial de Rali, vice-campeão das 24 Horas de Le Mans, vencedor do X-Games e também no Race Of Champions (ROC), o piloto francês colocou mais uma nota positiva ao seu vasto e vitorioso currículo.

Hoje, o piloto de 39 anos foi um autêntico demolidor. A bordo do monstro que a Peugeot lhe preparou, com 875 HP de potência impulsionando um carro de 875 kg de peso – ou seja, com uma relação de um quilo por cavalo-força, Loeb pôs abaixo o recorde da tradicional subida de montanha de Pikes Peak, no Colorado.

Com o tempo de 8’13″878 (média de 140,743 km/h) para o percurso, o francês detonou em mais de um minuto e meio o recorde anterior, pertencente ao piloto neozelandês Rhys Millen, que a bordo de um Hyundai também superou a própria marca – só que, como todos os outros, foi humilhado por Loeb, já que ficou a 49 segundos do piloto do Peugeot 208 T16. O também francês Jean-Philippe Dayraut, com seu Mini Countrymen de mecânica Dacia, foi outro coadjuvante de luxo: acabou em 3º lugar, a 1’29” do compatriota.

Ao todo, 143 veículos, entre carros e motos, se apresentaram para a disputa do PPIHC. A realçar que Romain Dumas, 2º colocado no ano passado, enfrentou um problema elétrico a bordo do protótipo Norma M20FC PP e não completou o percurso. Simon Pagenaud, que estava inscrito com uma minivan Honda de motor central com 500 cavalos de potência, fez o tempo de 12’54″325.

O que importa, no fundo, é que Loeb faturou mais uma e mostrou o porquê de ser considerado um dos maiores pilotos de sua geração.

Compartilhar

2 comentários

  1. Fitti disse:

    Fora a beleza do lugar, Pikes Peak também é território de Loeb, o cara é fenômeno mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *