MENU

12 de dezembro de 2014 - 10:3624 Horas de Le Mans, European Le Mans Series, United Sports Car Championship

Krohn Racing no ELMS, Le Mans e TUSC

banner_home_2015

A Krohn Racing treinou em Austin como preparação para a estreia do Ligier Judd nas 24h de Daytona (Foto: Krohn Racing)

RIO DE JANEIRO – A temporada 2015 promete ser cheia para a Krohn Racing. A escuderia do bilionário estadunidense Tracy W. Krohn terá três desafios a cumprir, com o novo carro eleito para o ano que vem, o protótipo Ligier JS P2 com motor Judd HK V8.

Primeiro, a equipe permanece nos EUA, onde fez os testes mais recentes do carro – no COTA, em Austin – e participa nos meses de janeiro e março das corridas iniciais do Tudor United SportsCar: as 24h de Daytona e as 12h de Sebring. Para estas provas, o carro terá que sofrer alguns ajustes e usar os pneus Continental, obrigatórios por regulamento. Sobre os testes no Texas, Krohn disse: “O que nos surpreendeu foi o quão a dirigibilidade do carro é boa na chuva. O bom é que não houve problemas mecânicos e pudemos trabalhar nos setups em cima dos pneus Continental quando formos competir no Tudor United SportsCar. No final do dia, o carro estava muito bom. Acho que fizemos um ótimo trabalho”, comentou o piloto-patrão.

Os treinos foram feitos também com a participação do sueco Nic Jönsson, o fiel escudeiro, que seguirá para mais uma temporada com a equipe. E após as duas primeiras corridas do TUSC, toda a estrutura se transfere para a Europa. Primeiro, a Krohn Racing entra no prólogo em Paul Ricard e depois encara uma série de 5 etapas de abril a outubro, passando por Silverstone, Imola, Red Bull Ring, Paul Ricard e Estoril – sem falar, claro, das lendárias 24h de Le Mans, da qual a equipe pretende participar mais uma vez. Neste ano, ainda com a Ferrari F458 LMGTE-AM, o time estadunidense entrou na lista de inscritos de última hora, com o forfait do Team Taisan, do Japão.

Após os testes no Estoril, em Portugal e recentemente no COTA, o próximo trabalho de pista será no Roar Before The Rolex 24, no Daytona International Speedway, entre 9 e 11 de janeiro. Será o primeiro confronto direto com os carros da classe Prototype e para as duas provas do TUSC a Krohn Racing terá um terceiro piloto, ainda não designado. Vale lembrar que o brasileiro Ricardo Zonta já correu – e venceu – para Tracy Krohn no passado. Seria bom se o campeão mundial do FIA GT em 1998 tivesse chance para essa vaga.

Compartilhar

9 comentários

  1. Gustavo Oliveira disse:

    Rodrigo, existe alguma equipe que vá correr a temporada inteira do TUSC de P2 ou estes times escolheram apenas as corridas longas?

  2. Fernando Lima disse:

    De certa forma surpreendeu que o time – americano – vai deixar o certame do TUSCC, correndo apenas nas mais longas, para correr na Europa Lá, os times tem muito mais bagagem com os LMP2. Outra coisa: Até que o carro não ficou feio com o verde “marca-texto” característico da Krohn…estou curioso para ver…

    • Rodrigo Mattar disse:

      Fernando, eu gostei muito. Aliás, o Ligier é um carro belíssimo. A Onroak acertou a mão no design.

      • Fernando Lima disse:

        Fato…a princípio achei estranho o desenho dos faróis, mas ao vivo é ainda mais bonito. Curti muito o carro da G-Drive aqui nas 6h de SP…pena que durou tão pouco na corrida.

  3. Oquê aconteceu com as Equipes Históricas? abandonou?

  4. Renan Farias disse:

    Rodrigo tem alguma equipe que ainda vai correr com o carro Daytona Prototype(DP)no ano que vem ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *