MENU

20 de março de 2015 - 19:12United Sports Car Championship

Krohn Racing conquista pole para as 12h de Sebring

CAkoDGLXEAI1jwS

Olivier Pla deu show em Sebring e conquistou a pole para a corrida deste sábado

RIO DE JANEIRO – Performance histórica da Krohn Racing: a equipe do bilionário texano Tracy W. Krohn conquistou nesta sexta-feira a pole position para a 63ª edição das 12 Horas de Sebring. Com o excelente e veloz piloto francês Olivier Pla, um dos contratados da Nissan para o programa da marca japonesa no WEC – que começa apenas em Le Mans – o Ligier JS P2 Judd decorado com as tradicionais cores da equipe foi insuperável no treino que definiu o grid de largada da segunda etapa do Tudor United SportsCar Championship.

Num último esforço, Pla marcou o tempo de 1’51″152, que não foi mais superado por absolutamente ninguém nos 15 minutos de sessão da classe Prototype. O único que ousou chegar perto foi Ryan Dalziel, no HPD ARX-03b #1 da Tequila Patrón ESM, mas o escocês foi superado por 0″303 – sendo o único além do pole position a baixar da casa dos 1’52”.

O português João Barbosa, da atual campeã Action Express Racing, também andou bem com seu Corvette DP, mas ficou a quase um segundo da pole e tirou Oswaldo Negri da 3ª posição nos instantes finais da sessão. O brasileiro fez um bom tempo com o Ligier JS P2 HPD #60 da Michael Shank Racing logo no início, mas não foi capaz de repetir a performance que lhe deu a pole em Daytona. Acabou em 4º no grid, com o tempo de 1’52″170.

A boa surpresa foi o 5º tempo do #31 da Action Express/Marsh Racing com Dane Cameron a bordo, superando os protótipos da Visit Florida.com Racing, guiado por Richard Westbrook e da Wayne Taylor Racing, este com Ricky Taylor a bordo. E a decepção foi o nono lugar do #01 da Chip Ganassi Racing, que em nenhum momento esteve competitivo neste fim de semana. Joey Hand não foi além da quinta fila, que será dividida entre a equipe campeã da prova no ano passado e o insólito Delta Wing DWC13. Para variar, os Mazda SDR-14 foram pouquíssimo competitivos.

Na Prototype Challenge, o britânico Martin Plowman (BAR1 Motorsports) deu show no treino classificatório de sua divisão e fez a pole com sobras – 1’55″257, 0″070 melhor que Colin Braun, com o #54 da atual campeã, a CORE Autosport. A terceira posição foi de outro britânico – Tom Kimber-Smith, da PR1/Mathiasen Motorsports. Conor Daly, filho do ex-piloto de Fórmula 1 Derek Daly, foi o quarto mais rápido, à frente de Chris Cumming – um dos companheiros de equipe do brasileiro Bruno Junqueira no #11 da RSR Racing.

0Dagys_-2015_372358

Fred Makowiecki foi absoluto na classe GTLM, liderando o 1-2 da equipe oficial de fábrica da Porsche

A Porsche, com sua equipe oficial de fábrica, comemora o 1-2 na sempre equilibrada divisão GTLM em que Fréderic Makowiecki sobrou na turma. O francês marcou 1’58″587 com o Porsche 991 RSR #912 e o #911 guiado pelo compatriota Patrick Pilet veio logo a seguir – só que 0″219 acima. Daí para diante, diferenças mínimas: o terceiro colocado Antonio Garcia foi 0″022 mais lento que Pilet no seu Corvette C7-R. Dirk Werner, na BMW Z4 #25 que terá também o brasileiro Augusto Farfus, ficou a 0″014 do espanhol. Pierre Kaffer, que no início do treino chegou a ser o mais veloz com a Ferrari da Risi, foi o quinto a 0″085 do carro da equipe de Bobby Rahal. E Lucas Luhr, sexto do grupo, só ficou a três milésmos do quinto mais rápido. Nada mal…

Com direito a recorde de volta, o holandês Jeroen Bleekemolen levou a pole da classe GTD com o SRT Viper GT3-R da Riley Technologies. O piloto marcou 2’03″485, superando o 2’03″538 alcançado por Mario Farnbacher, que dominou a maioria dos 15 minutos de sessão com o Porsche GT America #23 da AJR/Team Seattle. Spencer Pumpelly e Leh Keen colocaram outros dois Porsches no top 5, à frente do Aston Martin V12 Vantage GT3 de James Davison.

A GB Autosport trocou o motor do #81 em menos de duas horas e o carro guiado por Damien Faulkner ainda conseguiu o 6º melhor tempo na classe, à frente de mais dois Porsches – de Andy Lally e Jan Heylen, além do SRT Viper de Ben Keating. O melhor Audi ficou apenas em 10º, com a melhor Ferrari em 12º e o único BMW inscrito fechando a raia da divisão.

Dos 43 carros inscritos, 41 marcaram tempo. O Mazda #07 da Speedsource e o BMW Riley #50 da Highway To Help não foram à pista.

A largada para a 63ª edição das 12 Horas de Sebring é neste sábado às 11h40 de Brasília. O Fox Sports 2 transmite ao vivo os instantes iniciais e os momentos decisivos da corrida.

Compartilhar

2 comentários

  1. Luiz disse:

    O Viper GT3 com motor 8,4 litros e 680 hps fez a pole na GTD um décimo de segundo na frente do Porsche GT América, com motor de 4 litros e 470 hp. Pergunto caro Rodrigo: que tipo de balanço de performance faz com que tamanha disparidade de potência permita que esses dois carros possam competir na mesma categoria?

    • Rodrigo Mattar disse:

      Luiz, o Viper sofre restrições na entrada de ar do motor, o que faz com que ele perca potência e por isso mesmo esteja inserido no mesmo contexto de Porsche, Ferrari, Audi, BMW e afins na GTD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *