MENU

28 de junho de 2015 - 16:03Fórmula 3

Na F-3 Brasil, Piquet ganha as duas e finalmente lidera

256718_515029_p_piquet_sta_cruz_sabado__7_

RIO DE JANEIRO - Num fim de semana de vitórias para o sobrenome Piquet no automobilismo, Pedro Piquet fez sua parte. O atual campeão da Fórmula 3 Brasil foi absoluto nas duas corridas da 3ª rodada dupla da temporada, disputadas no circuito gaúcho de Santa Cruz do Sul. E com os 30 pontos somados, finalmente assumiu a liderança do campeonato, num fim de semana em que os adversários Rodrigo Baptista e Matheus Iorio enfrentaram muitos problemas.

Iorio se complicou desde o sábado, quando foi excluído da corrida #1 em razão de uma manobra considerada antiesportiva pelos comissários, contra o argentino Nicolás Dapero, estreante na categoria. Na prova #2, o piloto do #34 da Cesário F3 chegou em quarto lugar. Para Baptista, a etapa de Santa Cruz foi a pior dele desde que estreou, com dois abandonos e nenhum ponto somado no campeonato.

Pedro venceu ontem sem oposição: cruzou a linha de chegada com quase 36 segundos de vantagem para o 2º colocado, numa prova de pouco mais de meia hora de duração – praticamente meia pista à frente de Pedro Cardoso, que venceu na classe Light. Hoje foi bem mais difícil, porque o piloto da Cesário F3 largou do box, porque não conseguiu sair antes do fim do prazo. Mesmo com a pista envolta pela neblina, Pedro chegou em nove voltas ao segundo lugar e um Safety Car travou o seu avanço. Na relargada, Piquet passou à liderança e disparou para a vitória, com diferença ao redor dos 14 segundos e meio para Carlos Cunha, que chegou em segundo. Nicolás Dapero, em seu primeiro fim de semana como piloto da PropCar Racing, mostrou que pode dar trabalho: chegou em 3º lugar, após os comissários retirarem uma punição que lhe fora imposta.

Na Light, Guilherme Samaia venceu mais uma e mantém a liderança do campeonato em sua classe.

O resultado da prova #1 em Santa Cruz do Sul:

1. Pedro Piquet (Cesário F3) – 24 voltas em 31’33″218
2. Pedro Cardoso (Cesário F3) – a 35″880
3. Carlos Cunha (CF3) – a 39″508
4. Arthur Fortunato (A. Fortunato F3 Racing) – a 1’19″509
5. Matheus Muniz (PropCar Racing) – a 1 volta
6. Ryan Verra (RR Racing) – a 1 volta
7. Fernando Croce (Hitech Racing) – a 1 volta
8. Guilherme Samaia (Cesário F3) – a 1 volta
9. Christian Hahn (Hitech Racing) – a 1 volta
10. Andreas Visnardi (RR Racing) – a 2 voltas

O resultado da prova #2 foi este:

1. Pedro Piquet (Cesário F3) – 24 voltas em 32’10″617
2. Carlos Cunha (CF3) – a 14″518
3. Nicolás Dapero (PropCar Racing) – a 16″483
4. Matheus Iorio (Cesário F3) – a 19″368
5. Gustavo Bandeira (Hitech Racing) – a 29″294
6. Guilherme Samaia (Cesário F3) – a 30″048
7. Arthur Fortunato (A. Fortunato F3 Racing) – a 30″162
8. Igor Fraga (PropCar Racing) – a 44″674
9. Matheus Muniz (PropCar Racing) – a 57″173
10. Leonardo de Souza (Kemba Racing) – a 1 volta

Classificação do campeonato:

Classe A – 1. Pedro Piquet – 63 pontos; 2. Matheus Iorio – 57; 3. Carlos Cunha e Rodrigo Baptista – 41; 5. Arthur Fortunato – 35; 6. Christian Hahn – 17; 7. Fernando Croce – 14; 8. Gustavo Bandeira – 13; 9. Leonardo de Souza – 12; 10. Ryan Verra – 11; 11. Nicolás Dapero – 9; 12. Giuliano Raucci – 8; 13. Nicholas Silva – 2 pontos.

Classe Light – 1. Guilherme Samaia – 69 pontos; 2. Matheus Muniz – 47; 3. Pedro Cardoso – 36; 4. Andreas Visnardi – 26; 5. Igor Fraga – 21 pontos.

3 comentários

  1. Antonio Seabra disse:

    Fim de semana completo pra familia.
    Nelsão deve estar levitando agora !!!!

  2. Razor disse:

    Nelsão pode estar cometendo o mesmo erro que cometeu com a carreira do Nelsinho.
    Está montando equipe própria ou pagando tudo de melhor para o pimpolho vencer sem precisar dar muito suor. Um profissional no meio de um bando de amadores.

    Aí, o moleque chega no covil dos lobos da F-1 e não sabe o que fazer…

    • Rodrigo Mattar disse:

      Não acho que ele esteja cometendo “erros” ao fazer isso primeiro com o Nelsinho e agora com o Pedro. Principalmente porque, agora, o Pedro não está totalmente sob a tutela familiar, até porque a equipe não se chama Piquet Sports e sim Cesário Fórmula. É outro departamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>