MENU

13 de julho de 2015 - 15:03European Le Mans Series

Os reis do Ring: Jota Sport vence na Áustria

ND5_2661

Na Áustria, Filipe Albuquerque/Harry Tincknell/Simon Dolan venceram para assumir a liderança da classificação no ELMS (Foto: Nick Dungan/AdrenalMedia.com)

RIO DE JANEIRO - Numa corrida imprevisível, decidida apenas nos minutos finais, a equipe britânica Jota Sport tirou partido da pole position e venceu as 4h do Red Bull Ring, 3ª etapa do calendário do European Le Mans Series, que contou com a presença de 29 carros divididos em quatro categorias. O protótipo Gibson 015S Nissan #38 conduzido por Filipe Albuquerque/Harry Tincknell/Simon Dolan revezou-se no comando da prova com o Oreca 05 Coupé Nissan #46 da Thiriet by TDS Racing, com Tristan Gommendy/Pierre Thiriet/Ludovic Badey a bordo. A trinca vencedora na etapa anterior, em Imola, teve boas chances de conquistar mais um triunfo, porém foram penalizados com um stop & go por infração cometida justamente em sua última parada. A rodada de Gommendy nas últimas voltas favoreceu Tincknell, que cruzou a linha de chegada com 27″478 de vantagem, após um total de 151 voltas percorridas.

Com o resultado da corrida, Tincknell/Albuquerque/Dolan somam 60 pontos e lideram o campeonato, apenas dois pontos à frente de Badey/Gommendy/Thiriet. No campeonato de equipes, a Jota Sport também supera a Thiriet by TDS Racing pela mesma diferença.

A corrida da Áustria viu o primeiro pódio do novo protótipo BR01 da SMP Racing, que cumpriu neste fim de semana sua terceira corrida. A boa performance do #37 guiado por Mikhail Aleshin/Anton Ladygin/Kyrill Ladygin levou o carro russo ao 3º posto na geral, uma volta atrás dos dois primeiros. Contudo, o Gibson 015S Nissan #41 da Greaves Motorsports poderia ter chegado ao pódio tranquilamente, se não fosse punido com dois stop & go que atrasaram o protótipo do time britânico, que partira da 8ª posição no pelotão.

Segundo colocado no grid, o Oreca 03R Nissan de Mark Patterson/Michael Lyons/Nathanaël Berthon começou muito bem, mas decaiu de performance e chegou apenas em 6º lugar, atrás do Ligier JS P2 Judd #40 da Krohn Racing, tripulado por Julien Canal neste fim de semana em lugar do brasileiro Oswaldo Negri, ao lado de Tracy Krohn e Nic Jönsson. Com esta performance, a equipe estadunidense ocupa o quarto lugar na classificação com 32 pontos, dezoito atrás da Greaves, que soma 50.

A Algarve Pro Racing enfim fez sua estreia na classe LMP2 na etapa da Áustria. Foi uma corrida atribulada para o trio James Winslow/Michael Munnemann/Andrea Roda, que terminou somente em 15º na geral e décimo na categoria, somando assim um pontinho no campeonato. Chris Hoy/Charlie Robertson tiveram menos problemas – e dois pit stops a menos – que os italianos Roberto Lacorte/Giorgio Sernagiotto para vencer a prova da classe LMP3 na Áustria e assumir a liderança da classificação, com 52 pontos – dando ao Team LNT a liderança entre as escuderias. O terceiro na categoria, o Ginetta #2 de Mark Shulzhistkiy/Gaëtan Paletou, chegou nada menos que 25 voltas atrás dos vencedores na divisão.

Na LMGTE, a vitória foi definida nos instantes finais, justamente na rodada de Tristan Gommendy: as Ferrari #55 da AF Corse e #60 da Formula Racing (que é uma equipe assistida também pela AF Corse) discutiam o primeiro lugar e o carro guiado por Mikkel Mac Jensen nas últimas voltas ultrapassou o bólido do irlandês Matt Griffin para chegar à primeira vitória em 2015, com apenas 0″667 de vantagem. Festa para Mac Jensen e seus companheiros de equipe Johnny Laursen e Andrea Rizzoli, que completaram na 10ª colocação geral.

O pódio foi todo de equipes com Ferrari F458, pois o segundo carro inscrito pela AF Corse para Peter Ashley Mann/Raffaele Gianmaria/Matteo Cressoni completou em 3º lugar, menos de um segundo atrás do 2º colocado. Bom quarto lugar para a BMW de Henry Hassid/Jesse Krohn/Andy Priaulx, único carro da classe que completou 144 voltas além dos três primeiros colocados, já que o Porsche de Richard Lietz/Christian Ried/Sebastian Asch chegou em quinto na categoria, uma volta atrás. No campeonato, Rizzoli/Mac Jensen/Laursen também emergem para a liderança, somando 48 pontos contra 43 de Scott/Cameron/Griffin e 38 do alemão Ried.

A AF Corse pelo menos festejou o primeiro lugar na GTC: a Ferrari do trio Francesco Castellaci/Stuart Hall/Thomas Flohr dominou a disputa e cruzou com duas voltas de frente para a BMW da TDS Racing guiada por Franck Perera/Dino Lunardi/Eric Dermont, recebendo no final intensa pressão do Aston Martin da Massive Motorsport, que chegou ao primeiro pódio do ano graças a Kristian Poulsen/Casper Elgaard/Jens Möller. Com a 2ª posição, o trio da BMW é o líder entre os pilotos com 56 pontos, cinco adiante de Castellacci e Hall.

Dos cinco inscritos, somente a Ferrari de Mads Rasmussen/Filipe Barreiros/Francisco Guedes não recebeu a quadriculada: o carro de Giorgio Roda/Ilya Melnikov/Marco Cioci completou na quarta e última colocação na etapa da Áustria.

A próxima prova do ELMS será na França: as 4h de Paul Ricard, no dia 6 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>