Os reis do Ring: Jota Sport vence na Áustria

O
ND5_2661
Na Áustria, Filipe Albuquerque/Harry Tincknell/Simon Dolan venceram para assumir a liderança da classificação no ELMS (Foto: Nick Dungan/AdrenalMedia.com)

RIO DE JANEIRO – Numa corrida imprevisível, decidida apenas nos minutos finais, a equipe britânica Jota Sport tirou partido da pole position e venceu as 4h do Red Bull Ring, 3ª etapa do calendário do European Le Mans Series, que contou com a presença de 29 carros divididos em quatro categorias. O protótipo Gibson 015S Nissan #38 conduzido por Filipe Albuquerque/Harry Tincknell/Simon Dolan revezou-se no comando da prova com o Oreca 05 Coupé Nissan #46 da Thiriet by TDS Racing, com Tristan Gommendy/Pierre Thiriet/Ludovic Badey a bordo. A trinca vencedora na etapa anterior, em Imola, teve boas chances de conquistar mais um triunfo, porém foram penalizados com um stop & go por infração cometida justamente em sua última parada. A rodada de Gommendy nas últimas voltas favoreceu Tincknell, que cruzou a linha de chegada com 27″478 de vantagem, após um total de 151 voltas percorridas.

Com o resultado da corrida, Tincknell/Albuquerque/Dolan somam 60 pontos e lideram o campeonato, apenas dois pontos à frente de Badey/Gommendy/Thiriet. No campeonato de equipes, a Jota Sport também supera a Thiriet by TDS Racing pela mesma diferença.

A corrida da Áustria viu o primeiro pódio do novo protótipo BR01 da SMP Racing, que cumpriu neste fim de semana sua terceira corrida. A boa performance do #37 guiado por Mikhail Aleshin/Anton Ladygin/Kyrill Ladygin levou o carro russo ao 3º posto na geral, uma volta atrás dos dois primeiros. Contudo, o Gibson 015S Nissan #41 da Greaves Motorsports poderia ter chegado ao pódio tranquilamente, se não fosse punido com dois stop & go que atrasaram o protótipo do time britânico, que partira da 8ª posição no pelotão.

Segundo colocado no grid, o Oreca 03R Nissan de Mark Patterson/Michael Lyons/Nathanaël Berthon começou muito bem, mas decaiu de performance e chegou apenas em 6º lugar, atrás do Ligier JS P2 Judd #40 da Krohn Racing, tripulado por Julien Canal neste fim de semana em lugar do brasileiro Oswaldo Negri, ao lado de Tracy Krohn e Nic Jönsson. Com esta performance, a equipe estadunidense ocupa o quarto lugar na classificação com 32 pontos, dezoito atrás da Greaves, que soma 50.

A Algarve Pro Racing enfim fez sua estreia na classe LMP2 na etapa da Áustria. Foi uma corrida atribulada para o trio James Winslow/Michael Munnemann/Andrea Roda, que terminou somente em 15º na geral e décimo na categoria, somando assim um pontinho no campeonato. Chris Hoy/Charlie Robertson tiveram menos problemas – e dois pit stops a menos – que os italianos Roberto Lacorte/Giorgio Sernagiotto para vencer a prova da classe LMP3 na Áustria e assumir a liderança da classificação, com 52 pontos – dando ao Team LNT a liderança entre as escuderias. O terceiro na categoria, o Ginetta #2 de Mark Shulzhistkiy/Gaëtan Paletou, chegou nada menos que 25 voltas atrás dos vencedores na divisão.

Na LMGTE, a vitória foi definida nos instantes finais, justamente na rodada de Tristan Gommendy: as Ferrari #55 da AF Corse e #60 da Formula Racing (que é uma equipe assistida também pela AF Corse) discutiam o primeiro lugar e o carro guiado por Mikkel Mac Jensen nas últimas voltas ultrapassou o bólido do irlandês Matt Griffin para chegar à primeira vitória em 2015, com apenas 0″667 de vantagem. Festa para Mac Jensen e seus companheiros de equipe Johnny Laursen e Andrea Rizzoli, que completaram na 10ª colocação geral.

O pódio foi todo de equipes com Ferrari F458, pois o segundo carro inscrito pela AF Corse para Peter Ashley Mann/Raffaele Gianmaria/Matteo Cressoni completou em 3º lugar, menos de um segundo atrás do 2º colocado. Bom quarto lugar para a BMW de Henry Hassid/Jesse Krohn/Andy Priaulx, único carro da classe que completou 144 voltas além dos três primeiros colocados, já que o Porsche de Richard Lietz/Christian Ried/Sebastian Asch chegou em quinto na categoria, uma volta atrás. No campeonato, Rizzoli/Mac Jensen/Laursen também emergem para a liderança, somando 48 pontos contra 43 de Scott/Cameron/Griffin e 38 do alemão Ried.

A AF Corse pelo menos festejou o primeiro lugar na GTC: a Ferrari do trio Francesco Castellaci/Stuart Hall/Thomas Flohr dominou a disputa e cruzou com duas voltas de frente para a BMW da TDS Racing guiada por Franck Perera/Dino Lunardi/Eric Dermont, recebendo no final intensa pressão do Aston Martin da Massive Motorsport, que chegou ao primeiro pódio do ano graças a Kristian Poulsen/Casper Elgaard/Jens Möller. Com a 2ª posição, o trio da BMW é o líder entre os pilotos com 56 pontos, cinco adiante de Castellacci e Hall.

Dos cinco inscritos, somente a Ferrari de Mads Rasmussen/Filipe Barreiros/Francisco Guedes não recebeu a quadriculada: o carro de Giorgio Roda/Ilya Melnikov/Marco Cioci completou na quarta e última colocação na etapa da Áustria.

A próxima prova do ELMS será na França: as 4h de Paul Ricard, no dia 6 de setembro.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames