MENU

16 de setembro de 2015 - 17:05Rali Dakar

Subiu no telhado?

toyota-stories-2014-dakar-launch-2015-article-09_tcm-3032-282827

RIO DE JANEIRO - O Rali Dakar 2016 está em xeque. É o que diz o Grande Prêmio nesta matéria que fala das dificuldades do ASO em organizar o maior evento off-road do mundo pela nona vez em território sul-americano.

A situação é a seguinte: o Chile foi o primeiro a se negar em realizar parte do evento em seu país por conta de problemas advindos de uma tragédia na região do Atacama. Há um mês, o Peru bateu em retirada, alegando igualmente falta de condições por conta do fenômeno climático do El Niño – e uma fonte segura me confirmou que o problema não foi só esse. Também teria havido um desentendimento financeiro entre o governo daquele país e os organizadores.

Agora o galho é com os argentinos. Num esboço de roteiro, los hermanos ficariam com praticamente todo o percurso, com exceção de uma ou duas etapas na Bolívia. O ASO exige mais dinheiro, como contrapartida. O ministério do turismo, representado pelo sr. Enrique Meyer, recusa-se a pagar um montante além do já acordado entre ambas as partes e está posto na mesa o impasse.

Se não houver acordo, o Rali Dakar não acontece no próximo ano. O que, diante da escassez de eventos esportivos de motor na América do Sul, é uma pena.

2 comentários

  1. É…

    Sempre a mesma briga…

    Nunca entendi porque mudaram o Classico Paris Dakar para outras localidades…

    Pô… se na Europa, que são os que mais tem grana, já não dava mais, como é que vai dar em países de Terceiro Mundo ( abaixo da linha do Equador é tudo uma m*r*d*a ) que mal tem grana pra sobreviver ??????

    Deixe que morra mais um braço do Automobilismo…

    Pra variar… um bando de burocratas metidos a negociadores, cheios de égos e pompa, querendo forrar os bolsos ( já bem gorditos ) com mais grana… e querendo tirar de quem não tem…

    Já era…

    Vamos andar de autorama que é pura paixão… ou de carrinho de lomba, que cada um vem com o seu e, sem bronca de regulamento onde só existem duas grandezas para participar:

    1 – a gravidade que é igual pra todos e o melhor que chegue na frente

    2 – a coragem de encarar a lomba. Se ficar com medo, cai fora e não atrapalha…

    … e segue o baile…

  2. Hodari disse:

    Eu consigo facilmente imaginar, o ASO se bandeando pra América do Norte (onde deserto é o que não falta). E a América do Sul ficando a ver navios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>