MENU

26 de outubro de 2015 - 13:18Motovelocidade, Vídeos

Valentino “pazzesco”

RIO DE JANEIRO - Após trabalhar com a gravação da Truck Series da Nascar no sábado, fui descansar fora do Rio e onde eu estava não tinha TV a cabo. E por isso mesmo, não vi o que aconteceu no GP da Malásia de MotoGP entre Valentino Rossi e Marc Márquez.

Mas o vídeo acima mostra o que o Doutor fez com o atual bicampeão da categoria, no circuito de Sepang. Início de corrida e Rossi, por dentro, dá um pontapé na moto de Márquez, suficiente para levar o rival ao chão e encerrar a corrida do “Formiga Atômica”.

“Meu pé escorregou no pedal”, justificou Valentino.

Conversa fiada. Rossi não tinha a menor necessidade de fazer isso com Márquez – se o problema é uma suposta ajuda do piloto da Honda para com o compatriota Jorge Lorenzo, bastava um papo civilizado no paddock ou reservadamente, sem a pentelhagem da imprensa fofoqueira. Mas não: o multicampeão perdeu a paciênia, mandou Marc para o chão, seguiu em frente e chegou em 3º lugar.

Só que o incidente resultou em punição para Valentino. “Leve”, na opinião de Jorge Lorenzo. “Pesada demais”, do ponto de vista da Yamaha. Mas o piloto terá que largar na etapa final da temporada, o GP da Comunidade Valenciana, no Circuito Ricardo Tormo (que tive o prazer de conhecer in loco), na última posição do grid.

Rossi chega a Valência com a liderança do campeonato com sete pontos (312 a 305) de vantagem para Lorenzo e até pode – e merece – ser campeão, embora tenha afirmado que pode até nem disputar a corrida final do ano, sob protesto.

Mas vê-lo sendo campeão dessa forma, não concordo. Acho pouco saudável para o esporte que uma lenda viva, um monstro sagrado feito Valentino, faça um papel de pazzo (maluco, em italiano) e deixe uma impressão ruim em seus fãs e nos apaixonados pela Motovelocidade.

60 comentários

  1. Fernando Kesnault disse:

    Na minha opinião a pena foi boba, pois largar em ultimo no grid da moto GP e sabendo que temos apenas 4 motos boas (2 Hondas e 2 Yamahas oficiais) em 4 ou 5 voltas ele ja esta em 4º lugar pois é o mesmo que correr de “cinquentinha contra bikes”, com relação ao resto do pelotão. Por isso a pena mais justa seria aumentar o tempo de prova dele – Rossi – em 30 segundos e pronto..

  2. Gustavo disse:

    E ele já tem histórico de disputas neste mesmo nível com o stoner e outros. Foi desonesto, mau caráter mesmo, tudo para vencer o último título que ele tem chance de vencer, pq esse ano ele está liderando por um conjunto de sortes e coincidências.

    • carlos disse:

      Exatamente isso que vc falou Gustavo, sem mudar uma única virgula. Jamais será campeão, e saiu pela porta dos fundos. Aqui se faz, aqui se paga.

  3. Alvaro Ferreira disse:

    Acho que o pior do episódio, para quem gosta do esporte e admira o Valentino Rossi, exatamente pelo seu comportamento mais engraçado, mais cool, foi se sentir enganado. Afinal, quem é esse cara? O boa gente que se imaginava ou o Dick Vigarista que dá um bico no adversário? Dr. Jekyll ou Mr. Hyde?
    Acho que a gente imagina que os grandes do esporte estão imunes a essas contradições…

    Quanto à pena, foi obviamente pequena. E os jornais espanhóis detonam.

  4. duka disse:

    Para muitos Senna batia era Gênio, Rossi bate é sujo .
    Não existe campeão bomzinho. Se o MM for um cara de saco roxo, espera o Rossi e joga ele no chão na ´proxima.

  5. Felipe disse:

    Pra que exagerar? Todos que vão noticiar o ocorrido falam em “ponta pé”, “bicuda”… Ele simplesmente empurro o Marquez com o joelho! E não foi por menos, Marquez se apoiou sobre o Valentino. Isso tdo foi provocação pelo o que já estava se falando sobre Marquez nitidamente ajudando o compatriota Lorenzo. Não devia ter agido dessa forma, mas quem nunca faria isso?? Punição, ok. Vamos punir os outros envolvidos também então!

    • luigi disse:

      Também concordo com você Felipe ,julgar de fora sem conhecer o que ocorre no momento do fato é de uma falta de senso ,sem tamanho . Como se todos estes que falam mal do Valentino nunca tivessem dado uma “fechadinha” em alguém na rua ou estrada ,não tivessem xingado alguém que lhes tivesse atrapalhado uma ultrapassagem ,e olhe que isto não vale ponto e nem campeonato , são todos hipócritas ou todos tem por madrinha madre Tereza de Calcutá ou Irmã Dulce ,para serem tão “bonzinhos e honestos “. E mais uma vez insisto em dizer ; Não existe “CAMPEÃO ” bonzinho ,desde 94 (quando terminou o ciclo de pilotos brasileiros com potencial de campeão) , quem acompanha competições de velocidade deveriam saber disto. Bonzinhos são no máximo ,bons segundos pilotos,nunca campeões.

    • allan disse:

      Putz! O joelho do Rossi fica no pé!!!

  6. Raphael disse:

    Boa tarde Rodrigo, acho que a atitude do Rossi foi errada mas sinceramente não achei que ele chutou a moto do Marquez. Ele espremeu o Marquez pretensiosamente para tira-lo da pista, até olhando para o lado, mas se fosse chute, acho que também teria caído. Tal atitude não se justifica mas se explica por tudo o que o Marquez e Lorenzo falaram semana passada e ainda o Marquez segurou o Rossi na corrida. Infelizmente foi uma atitude muito feia do multicampeão e manchou um pouco seus grandes feitos. O cara estava p.. da vida e não segurou a onda mas com isso acho que ele perdeu o título de 2015. Abraço.

  7. Alexandre Quintão disse:

    Assisti a corrida, ao vivo, e discordo de você, Rodrigo. O Marquez, durante as 6 voltas que durou a corrida dele, fechou, esbarrou e atrapalhou o Rossi. E, inclusive, no instante do incidente o Marquez bate na moto do italiano. E, na verdade, o Valentino não deu nenhum “!pontapé” no espanhol. Apenas se defendeu. E Marc Marquez caiu, Resumindo: Marquez conseguiu o que queria.

    • angelo disse:

      ate que enfim um comentario inteligente……o VR se defendeu, mas …..esse MM é mesmo um mau carater, competente…sei não, mas vamos esperar

    • pedro disse:

      Acho que vc deve consultar um oftalmologista urgente.
      ou derrepente é a tua tv de 5″.

      • Alexandre Quintão disse:

        Pedro,
        você foi muito deselegante no comentário e ainda escorregou feio no português. Por isso, darei uma dica ortográfica a você: “derrepente” não existe. A grafia correta é: de repente.

  8. Ricardo Talarico disse:

    Caro Mattar,
    Eu também não concordo com você.
    Ficar apenas com a imagem desse momento pode ser tendencioso.
    Tem que assistir a corrida desde o início, para ver o quanto o Marques fez para atrapalhar o Rossi, jogando a moto pra cima da do italiano, deixando para ele a
    escolha entre recolher ou irem ambos ao chão.

    Tem uma opinião muito bem colocada, muito bem escrita pelo jornalista Alexander Grünwald , no Facebook, com o qual concordo integralmente:
    https://www.facebook.com/alexander.grunwald.79/posts/924363654305020
    Abrax !!

  9. emilio carlos disse:

    Vocês devem se lembrar de Valentino x Biaggi, de Valentino x Gibernau, de Valentino x Stoner, de Valentino x Lorenzo; Agora é Valentino x O Mundo!
    E largando em último e dada a diferença entre as motos, em 5 voltas ele estará na p4.
    O problema é que Lorenzo estará na P1, Dani(chato) Pedrosa(na P3 e Marquez sem fazer força alguma, ocupará a P2).
    E assim, o campeonato acaba em favor de outro chato espanhol.

  10. João Ferreira disse:

    Bom Rodrigo, assisti ao vivo e pra mim, Rossi devia ser desclassificado durante a corrida, mas faltou peito para o Diretor fazer isso. É compreensível, pois final de temporada, postulante e líder do campeonato, tudo bem.

    Mas depois fizeram uma pseudo-justiça de puni-lo. Mas a culpa não recai apenas no Rossi, tem também no Marquez, por deixar o Lorenzo passar sem problemas e criar esta rixa com o italiano.

    O deixar passar ou brigar da forma com o Rossi acabou com a competição, se igualou a Formula 1, isto é ruim para qualquer esporte.

    É triste que o campeonato termine assim, espero que o Rossi perca este campeonato para o bem da MotoGP.

    • Luiz Fernando Dresler disse:

      Na boa Rodrigo, muito ruim seu texto desta vez!!! Faltou um pouco mais de informações sobre o ocorrido!!! Você se focou somente no incidente da queda do Marquez e não na corrida toda, aonde o Marquez tentou por diversas vezes atrapalhar e jogar o Rossi para fora da pista!
      Concordo que se o Rossi realmente provocou o tombo ele errou, errou por ter entrado na “pilha” do MArquez, mas agora você fazer a caveira dele por esse incidente sem ter se atentado aos fatos reais é mega errado, um feito ruim não acaba com a historia e nem mancha desta forma, então o que seria do Ídolo maior do Brasil, Senna, que fez varias cagadas pela vitoria e continua “Deus”, sejamos coerentes né!!!

      • Rodrigo Mattar disse:

        Luiz Fernando, que bom que você acha ruim. Sinal de que já fiz muita coisa boa antes desse, né?

        Olha, ninguém é obrigado a pensar igual, não acha? O Márquez não é nenhum santo. Sei porque ele aprontava desde a Moto3 e também na Moto2. Quando escrevi sobre os 25 anos da última dobradinha brasileira na F1, falei que um campeão precisa ter uma boa dose de “filhadaputagem”. E pelo visto, todos têm na MotoGP. Lorenzo é escroto, o Rossi não é santo e o Márquez também é. Se eu só me “foquei” no incidente que tirou o Márquez da prova, é problema meu, parceiro.

        Ah! Antes que eu me esqueça, eu não acho o Senna “Deus” não. Se você me conhecesse melhor, saberia que não sou dos maiores admiradores dele.

      • allan disse:

        Não importa o que o MM fez antes – salvo se também tivesse descido um pontapé na moto do Rossi. Marquez foi agressivo, até por demais, mas era moto contra moto. Meter o pé na motor do Marquez – e aí quem diz que “apenas levantou a perna” perde a oportunidade de ficar bem calado, tamanha a ausência de inteligência em ver que Rossi chamou MM para a briga momentos antes com a mão, deixou ele passar por fora, olhou a primeira vez enquanto contornavam a curva até por tempo demais, olhou rapidamente a segunda vez para certificar que estavam lado-a-lado e sentou o pé – é o mesmo excesso que Prost “praticou” contra Senna, ante a “agressividade” deste em vender caro uma ultrapassagem. A agressividade pode ser punida com que? Advertência. Mas meter o pé na moto do outro, ou cotovelada, ou ombrada, tenha dó.

  11. Vinicius disse:

    Mas Marquez também não foi nada santo.

    Claramente correu pra atrapalhar Valentino,mas isso não justifica o ato baixo de Rossi.

    Mas pior ainda seria a atitude de Lorenzo,que depois de subir todo pimpão e serelepe ao pódio,tão logo a champagne foi estourada,saiu correndo pra direção de prova,pra cobrar aos berros e gritos(bem ao seu estilo arrogante) a desclassificação de Rossi,segundo relatos da própria imprensa espanhola. Portou-se como abutre ao primeiro cheiro forte de carniça.

    E pior,mostrou todo seu despeito e inveja quando falou que foi a popularidade de Rossi a razão da punição “leve´´(que mesmo sendo leve,deixou Jorge com as porteiras mais do que escancaradas pro Tri). E pior que isso,quando foi lembrado que transgrediu o regulamento ao fazer uma ultrapassagem sob bandeira amarela,ele desconversou e depois admitiu o “crime´´ quando falou que foi menos arriscado que a manobra de Rossi…

    E

  12. Marchi disse:

    Sei lá. Tenho minhas dúvidas. Para mim o “chute” foi apenas um aviso, insuficiente para derrubar o espanhol que fez o inferno para o Rossi perder o controle.

  13. JAL disse:

    O pior de tudo, na minha opinião, é o péssimo exemplo que fica pra garotada que está começando. Se não bastasse as pilantragens do senhor Dick Vigarista (Schumacher) em cima de Hill e Villeneuve, agora vemos mais essa. Por mim, bandeira preta no ato, mas como Rossi é Rossi, veio essa punição com cara de pizza.
    O Rossi é referência, formador de opinião, tem uma legião de fãs mundo afora. Uma pessoa pública com esse nível de popularidade, não deve e NEM PODE se deixar levar por ataques de frescura ou raivinha dando um péssimo exemplo do que não se deve fazer na vida, sim na vida.
    Quem é honesto é honesto… não existe meio honesto, meio santo, meio safado nem meio grávida.
    Lamentável a atitude do Rossi, e nada justifica tal ato. Mesmo que o MM estivesse deliberadamente perturbando o Rossi, macaco velho que é, deveria saber se defender de uma disputa acirrada sem fazer o que fez.
    Espero sinceramente que perca o titulo.

    • Ricardo Talarico disse:

      Boa Hermes,
      Esse vídeo mostra a disputa toda, não somente o momento em que o Rossi, já com a cabeça quente por tantos abusos do Marques, resolve endurecer pra cima do espanhol, que caiu porque se jogou para a direita, tentando levar o italiano junto.

    • Vinicius disse:

      Excelente!

      Não inocenta Rossi de maneira alguma,mas tira do Marquez toda e qualquer “presunção de inocência´´ no caso. Agiu mais de uma vez de forma deliberada pra tentar provocar uma queda de Rossi.

  14. Gustavo R. disse:

    Rodrigo,

    Fiquei praticamente mudo quando vi o incidente no domingo. Foi um desfecho trágico, na minha opinião, para um campeonato que se mostrava como um dos melhores (senão o melhor) do esporte a motor em 2015.

    Imaginei, ao longo das 6 primeiras voltas, que assistiria uma batalha épica como foi na corrida anterior (Phillip Island), ou o duelo entre Rossi e Pedrosa em Aragon.

    Não interessa se Marc Márquez favoreceu Lorenzo (o que duvido pelas disputas, e vitória, em Phillip Island), se chamou Valentino de corno e passou-lhe a mão na bunda. Dada a largada da corrida o que se espera é uma disputa dura, mas honesta entre os competidores. Valentino deliberadamente procurou Márquez, alterou a trajetória, jogou-o para fora e derrubou-o. Tudo o que o espírito do esporte – sem falar das regras – abomina.

    Uma mancha lamentável que ficará para sempre no currículo de Valentino, e naquilo que estava sendo o melhor campeonato da MotoGP nos últimos anos.

    Gostaria que a organização da MotoGP tivesse tido os “colhões” da DTM e fizesse com Valentino Rossi o que fez com Timo Scheider (Audi) após a prova da Áustria.

    Algumas coisas simplesmente não se admite.

    • João disse:

      Assista ao vídeo que o Hermes postou acima…acho que mudará sua opinião.

      • Gustavo R. disse:

        Olá João.

        Sim, foi um disputa muito dura entre os dois, como foram diversas outras, maravilhosas diga-se, ao longo deste ano, mas não mudo minha opinião. Se Márquez tivesse caído durante um “esfrega” dos dois na trajetória normal, tudo bem, azar do Márquez e palmas para Rossi.

        O que me causou espanto, e continua a causar, é que um piloto com a experiência, talento e história de Valentino Rossi tenha, repito, procurado deliberadamente Márquez, alterado a trajetória natural da curva, jogado ele para fora e derrubado.

        Esse fato é que me causou grande decepção, e que me faz acreditar em certa omissão da MotoGP, que deveria ter atuado, em meu entendimento, nos moldes da DTM no caso Timo Scheider (Audi) no episódio da Áustria.

        Enfim, não estou aqui defendendo este ou aquele piloto. Observei os fatos que se desenvolveram na pista, e lamento – profundamente – que um campeonato que vinha sendo o melhor do ano no esporte a motor, tenha tido o desfecho que teve.

        Nós, espectadores e fãs, não merecíamos isso.

  15. Renato R C disse:

    É triste ver um ídolo fazer o que fez e ainda negar. Dick Vigarista em corridas de moto a mais se 300Km/hora, é mais do que triste . . . pode matar. A pena foi muitíssimo leve. Valentino se não se desculpar, não será mais um ídolo para mim e para muitos outros que gostam do esporte “limpo”.

  16. Pedro Fonseca disse:

    Permita-me discordar Rodrigo. Estava vendo a prova ao-vivo, e estava muito claro que, após ser ultrapassado de forma patética sem oferecer resistência à Lorenzo, Márquez estava criando um risco desnecessário, por muitas vezes cortando na frente de Rossi. O espanhol chegou a acertar o Doutor na curva 10 em determinado momento. Rossi chegou até a fazer sinal para o Formiga segurar a onda, e para que eles trabalhassem juntos para chegar no Lorenzo. Acho que Rossi foi se enervando até chegar o ponto de perder o controle, e dar aquela espalhada pra cima do piloto da Honda. Ali, fiquei com a impressão que o #93 quis forçar a entrada na curva, o #46 não quis tirar a moto dali, o #93 se apóia na perna do #46, que tira a perna e manda o concorrente pro chão. Na hora da prova achava que ele até merecia punição, mas depois de ver e rever várias vezes, acho que nem isso; o movimento de perna do Valentino eu vejo mais como se ele estivesse se desvencilhando do espanhol.

    • Pedro Fonseca disse:

      Só um pequeno adendo: Valentino estava se desvencilhando do peso que o Márquez colocou sobre a sua perna quando jogou a Honda pra cima do #46.

  17. Alexandre Soucha disse:

    Eu sou fã do Rossi, mas diante desse infeliz fato que mancha sua imagem ,está dando pinta de” fim de carreira” pra ele, se vai ser como campeão ou não, isso não vai fazer diferença, mas acho que o Marquez não respeita o Rossi e não é de hoje!

  18. Antonio Vidal disse:

    A grande verdade, pelo menos a minha, é que a “espanholada” se “acham” os “biscoitos” mais gostosos do pacote….Alonso….Marquez….Lorenzo….
    Valentino errou?….errou….errou feio….caiu na armadilha montada pelos espanhóis….MM não precisava desde o início da prova, “jogar” sua moto em cima da Yamaha….Lorenzo chegou, passou e foi embora….na vez de Valentino, o espanhol quis complicar….também se deu mal…..caiu feito um saco de bosta no chão….chupa MM….Valentino mereceu a pena que lhe foi imposta.

  19. Billy disse:

    Discordo completamente quanto ao texto, até porque só analisa um lado da história. Já que dispensa a leitura do Alexander, aqui está a Juliana Tesser: http://grandepremio.uol.com.br/motogp/noticias/opiniao-gp-gp-da-malasia-deixa-mancha-na-temporada-da-motogp-mas-incidente-de-rossi-e-marquez-nao-tem-unico-culpado

    Valentino não é santo, mas nesse episódio, eu sempre estarei ao lado dele.

  20. Demerval Caixeta Jr. disse:

    Acredito que o erro do Rossi foi ter entrado nessa celeuma. “Macaco velho” como ele é, deveria ter se concentrado na pista. Por outro lado, ver essa cara de vítima do Marquez é de dar dó! Por que ele não demonstrou este espírito guerreiro para brigar lá na frente com o Pedrosa, ou o próprio Lorenzo? Ficou evidente que ele esperou para atazanar o Rossi, o que não deixa de ser uma atitude antidesportiva. Como já escreveram aqui, ninguém é santo nesse negócio, mas o “coitadismo espanhol” também enche o saco!

  21. Lucas disse:

    Só eu não vi “pontapé” nenhum?
    No máximo um chega pra lá com o joelho

  22. Herik disse:

    Inicialmente achei a atitude do Valentino totalmente injustificada e descabida, principalmente ao ver apenas o lance final da disputa entre os dois pilotos. Mas depois de ver grande parte da disputa entre o italiano e Marquez, sinceramente, considero plenamente desculpável a atitude daquele.

    O que o espanhol fez foi absolutamente descabível, pois tentou várias vezes derrubar Valentino. Ficou absolutamente clara a intensão de Marquez. O italiano teve que, por diversas vezes, adotar postura de defesa e, no extremo, reagiu no calor da disputa que se arrastava há algumas voltas. O que deveria fazer? Para e descer da motocicleta antes que fosse derrubado? Não concordo.

    Na minha opinião este ato do Valentino não diminui em nada sua condição de esportista e grande gênio que sempre foi. Ganhando ou perdendo este campeonato sua imagem não pode ser arranhada por quem quer que seja.

  23. Gustavo disse:

    E o título do Lorenzo vai ser mais limpo após o Marquez atuar desde o Japão como escudeiro informal? Após o Marquez literalmente se apoiar na perna do Rossi e depois vir acusando chute? O título mais sujo aí é o do Lorenzo, com certeza.

  24. Marques disse:

    Não tem pontapé algum.
    Marquez foi sujo, provocou, deixou Lorenzo passar e ficou atrapalhando Rossi, inclusive esbarrando na moto do último. A própria direção de prova disse que a ação de Marquez foi deliberada mas que não tinha como o punir pois teoricamente ele não infringiu nenhuma regra (patético). Rossi não tinha intenção de derrubar Marquez, mas sim dar um susto ou fazê-lo passear fora da pista. Entretanto, derrubou, então alguma punição teria de sair dali. Decidiram o campeonato em favor do chorão
    Ianonne podia dar uma força nessa corrida…

  25. Renato disse:

    Por mais que eu ache a atitude do Marquez imbecil – e eu acho, afinal interferir no campeonato alheio externa desejos pouco nobres – dentro das regras ele pode fazer isso. Valentino devia saber disso e não cair na provocação, ao menos não na prova. Ficava mais bonito pegar “na saída” e cobrir na porrada, mas derrubar durante a prova foi burrice.

  26. Marcos disse:

    Tu nem viu os 5, 7 minutos anteriores para escrever o post, certo? Só que nunca subiu numa moto pra achar q um “sai pra lá” desses com a perna é capaz de derrubar uma moto…

    • Rodrigo Mattar disse:

      Também nunca entrei num F1, num LMP1, num carro da Nascar e escrevo sobre qualquer categoria, quando e a hora que acho que vale a pena escrever. Por isso me formei em jornalismo. Por isso trabalho na Fox e comento corridas desde 2003. Você é jornalista? É motociclista? Deve ser uma mala sem alça que veio encher meu saco. Sugiro que vá caçar um serviço e não volte mais.

  27. Alessandro Neri disse:

    Concordo inteiramente com sua opinião Rodrigo, porém considero a pena branda. O correto seria, ainda durante a prova, a bandeira preta para o italiano e posterior desclassificação. O que ele fez foi um absurdo. Rossi repetiu Senna e Schumacher na falta de esportividade, em um momento decisivo de um campeonato. Lamentável. Para ele e para o esporte. Como Senna em Suzuka 90 e Schumi em Jerez 97.

  28. Cacau disse:

    O Valentino foi muito sujo na disputa com Lorenzo, acho que a punição foi leve. O correto seria a eliminação da ultima corrida.

  29. Eduardo disse:

    Rodrigo, eu acho que o grande prejudicado foi o Rossi, que nunca foi santo como você já comentou.

    Por mais que eu goste e torça para ambos (Rossi e Marquez), o Marquez ficou atazanando o Rossi a corrida inteira e, quando o Rossi deu um aviso com o joelho, Marquez aproveitou-se e acabou prejudicando o Rossi (que acabou caindo na pilha do espanhol). Ou seja, pediu, levou.

  30. André Fonseca disse:

    Márquez atrapalhou Rossi durante muito tempo, jogando pra fora do traçado, tentando diminuir a velocidade para o Lorenzo desaparecer na frente…

    Enfim, um Españagate!!!

    HE HE

    “Se” o Rossi deu o pontapé, fez bem feito. Mas ser o único punido é sacanagem, Márquez também deveria ser penalizado.

    “Se” o Márquez chega ao ponto de tocar na perna do Rossi, que escapa e acerta a moto do Márquez, a penalização do Rossi é injusta.

    De qualquer forma, nos dois cenários que “podem” ter acontecido, o Rossi sair como o único penalizado foi errado.

  31. Wallace Michel disse:

    Acho que o Lorenzo já pode lustrar a mesa onde vai colocar a taça de campeão da Moto GP 2015. O Doutor não vai ter a mínima chance de preservar essa vantagem. E sobre o incidente, o Vale fez exatamente o que os rivais espanhóis queriam e agora vai pagar o preço pela falta de paciência numa hora decisiva na disputa pelo título.

  32. Luiz Carlos Silva disse:

    Uêpa! Não concordo Rodrigo. Se você olhar os vídeos em câmera lenta por aí você vai observar que Marc se apóia literalmente em Rossi, batendo com o capacete na perna de Valentino, que só lhe devolve um empurrão. Por sinal aquele empurrão não seria capaz de derrubar Marc, ainda mais ele, o rei da salvadas. Valentino não é burro de empurrar um piloto pra derrubar sabendo que milhares de lentes estão focadas neles. Pra mim o vilão disso tudo é Marc. Rossi tem a culpa de não ter lidado com a situação da forma que se espera de uma pessoa madura e experiente. Foi derrubado por um moleque, no final das contas.

  33. Daniel disse:

    Por fim, aqui é o que o 15 vezes campeão mundial Giacomo Agostini disse ao jornal italiano, Gazzetta dello Sport, sobre o incidente: “Valentino caiu no jogo de Marquez que desta vez era mais esperto do que ele. Ele deveria ter esperado tal reação: Marc não tinha nada a perder. Eles passaram e voltaram a se passar milhares de vezes. Você não pode entrar nesta armadilha, não pode fazer essa manobra, indo tão largo, especialmente se você é Valentino Rossi. O que acontece na mente de um piloto nesses momentos? Estou convencido de que Valentino estava irritado, esgotado e frustrado, mas até essa vez foi uma ótima luta. Mas Valentino ficou surpreso. Ele é um ótimo profissional. Em seu lugar, eu também teria ficado muito irritado com Marquez, que o provocou e exasperou “.

    Agostini acrescentou: “Se você olha para trás, quando se tratava de ganhar, Valentino nunca foi suave com seus rivais, apenas pense em Casey Stoner ou Sete Gibernau. Você não pode condenar um cavaleiro como Marquez que está apresentando um show “.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>