MENU

1 de maio de 2018 - 18:29Pirelli World Challenge

PWC: vitória brasileira no SprintX em VIR

RIO DE JANEIRO – O brasileiro Rodrigo Baptista teve um ótimo fim de semana na segunda rodada dupla do SprintX, válida como o quarto evento da tempoada 2018 do Pirelli World Challenge. O piloto do Bentley Continental da K-Pax Racing tirou partido dos treinos realizados pela equipe nos dias anteriores do evento para se familiarizar com o exigente traçado do Virginia International Raceway (VIR) a bordo do carro, já que ele só conhecia a pista a bordo do Porsche Cayman Clubsport MR da divisão GTS.

Ao lado do belga Maxime Soulet, Rodrigo conquistou no sábado a primeira vitória dele na divisão principal e também na subcategoria Pro-Am, conquistando pontos importantíssimos na briga pelo título da classificação geral e também da série de corridas em dupla e com duração de 60 minutos por prova. Mas logo no início, a equipe do brasileiro teve um susto, com mais um acidente sofrido pelo carro #9 guiado pelo português Álvaro Parente, que despistou-se e parou destruído num dos muros do acostamento.

O pole position Daniel Morad (CRP Racing) liderou a corrida no início, seguido pela Mercedes-AMG da dupla Mike Skeen/Scott Heckert (Lone Star Racing), que rapidamente sairia do caminho do brasileiro. Baptista partiu pra cima da Mercedes de Morad e, após uma boa briga, finalmente assumiu a liderança, na altura da 10ª volta.

Na parada obrigatória, Rodrigo entregou o carro #3 a Soulet, enquanto Daniel Morad trocou com Fabien Schiller e a equipe do #2 fez um pit stop desastroso que tirou a dupla de esquadro. A segunda posição ficou com Toni Vilander/Miguel Molina, que dominaram a disputa do COTA, em Austin.

Mas o carro #61 não pôde deter o Bentley, que venceu a prova com um total de 32 voltas e quase 20 segundos de vantagem. Scott Hargrove chegou em 3º com o Porsche dividido com o veterano Alemão Wolf Henzler. Sem concorrência alguma, Caesar Baccarella/Martín Fuentes venceram na divisão GT-Am com a Ferrari da Scuderia Corsa. Ryan Hardwick, logicamente, ganhou na GT Cup – uma vez que somente ele estava inscrito com um Lamborghini Huracán Super Trofeo.

Na prova #2, Heckert/Skeen se recuperaram do 13º posto na véspera e faturaram a corrida de domingo, um dos raros eventos do PWC disputados sem a intervenção do Safety Car. Sem o mesmo ritmo da véspera, Baptista/Soulet terminaram em quinto, mas venceram na subdivisão Pro-Am.

O pódio teve ainda o 2º posto de Hargrove/Henzler e a terceira posição de Spencer Pumpelly/Michael Christensen com o #24 da Alegra Motorsports. Nas demais classes, zero surpresas: Baccarella/Fuentes ganharam na GT-Am e Hardwick na GT Cup.

A vitória levou Rodrigo Baptista ao 4º lugar na classificação geral do Pirelli World Challenge, somando 115 pontos, enquanto Scott Hargrove é o líder com 154, dez à frente de Toni Vilander. No SprintX, Molina e Vilander lideram com 86 pontos, enquanto a dupla Baptista/Soulet está em quarto, com 75.

Na classe GTS, as vitórias na pista da Virgínia foram de Trent Hindman/Alan Brynjolfson (Ford Mustang GT4/Volt Lightning) e Alex Welch/James Sofronas (Audi R8 LMS/GMG Racing). Johan Schwartz, com uma BMW M235i e Steve Streiner, a bordo de um Nissan 370Z, foram os vitoriosos nas provas da divisão TC, enquanto a TCA viu o Honda de Tom O’Gorman e o Subaru de Eric Powell chegando na frente da concorrência.

Por fim, na subclasse TCR, que correu junto com a TCA na Virgínia, Ryan Eversley conquistou a primeira vitória do Honda Civic Type-R da RealTime Racing, enquanto Mark Wilkins levou o Hyundai i30N TCR da Bryan Herta Autosport ao topo do pódio na prova #2.

A próxima rodada, marcada para 19 e 20 de maio, será válida como o terceiro evento da série Sprint, no Canadian Tire Motorsport Park, em Mosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *