MENU

16 de janeiro de 2019 - 15:41Rali Dakar

Dakar 2019: Al-Attiyah e Toyota se aproximam de título nos Carros

201911615924_AP-1Y56SXPV12111_hires_jpeg_24bit_rgb_II

A caminho do título: Nasser Al-Attiyah vence a penúltima etapa e abre sólida vantagem para o vice-líder Nani Roma, o que também deixa a Toyota muito próxima de um título inédito na competição (Foto: Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool/Reprodução Grande Prêmio)

RIO DE JANEIRO – A Toyota está a um dia e – precisamente – 359 km, incluindo trecho cronometrado e ligações, distante para quebrar um tabu de quatro décadas. Nunca o construtor japonês venceu o Rali Dakar e parece que esta será mais uma escrita que será quebrada pelos orientais no espaço inferior a um ano.

Após a quebra do tabu nas 24h de Le Mans em junho último, será a vez do Rali Dakar entrar para o galardão de vitórias da marca. Tudo porque Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel venceram a nona e penúltima etapa hoje e dificilmente perderão a oportunidade de conquistar o título. Com 51min27seg de vantagem para Nani Roma e seu copiloto Alex Haro Bravo, a dupla da Toyota Gazoo Racing está a um passo da histórica conquista – que para Al-Attiyah será a terceira da carreira.

A dupla completou os 313 km da especial “laço” de Pisco em 3h53min22seg, quase cinco minutos à frente de Roma. E só venceu a etapa porque o Peugeot de Sébastien Loeb/Daniel Elena, que liderou em todos os waypoints, teve duas panes: na primeira, ficou 20 minutos detido e na altura do km 276, quebrou de novo – mais precisamente a transmissão, que teve de ser trocada inteira.

O piloto da PH-Sport fechou a especial mais de 1h15min atrás de Al-Attiyah, o que simplesmente aniquilou qualquer esperança vã do francês.

E por falar em francês, Stéphane Peterhansel está fora da competição. Ao longo da penúltima etapa, o navegador David Castera se ressentiu de fortes dores nas costas, por conta dos constantes solavancos e impactos nas dunas peruanas. O ASO anunciou o abandono do piloto da Mini através de seu site oficial: o “Monsieur Dakar” estava em nono após o quinto waypoint a 22min51seg da liderança – mas os problemas físicos de Castera tiraram a dupla de esquadro.

Quem igualmente está fora é o holandês Bernhard Ten Brinke, da Toyota. Também chegou a ser anunciado o abandono oficial de Carlos Sainz, mas “El Matador” não só estava na trilha como terminou em 6º lugar na especial a 18min33seg do melhor tempo.

Sem qualquer pretensão de classificação, Giniel De Villiers foi o 3º mais veloz do dia, seguido por Kuba Przygonski e pelo lituano Benediktas Vanagas. Martin Prokop foi o sétimo colocado, seguido por Yazeed Al Rajhi em oitavo, seguido por um discretíssimo Cyril Despres e também por Erik Van Loon.

Etapa #9 – Pisco-Pisco
Ligação: 96 km
Trecho cronometrado: 313 km
Total: 409 km

Resultado – carros:

1. #301 Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota) – 3h53min22seg
2. #307 Nani Roma/Alex Haro Bravo (Mini) – a 4min58seg
3. #302 Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota) – a 7min58seg
4. #303 Kuba Przygonski/Tom Colsoul (Mini) – a 14min01seg
5. #330 Benediktas Vanagas/Sebastian Rozwadowski (Toyota) – a 15min45seg
6. #300 Carlos Sainz/Lucas Cruz (Mini) – a 18min33seg
7. #305 Martin Prokop/Jan Tomanek (Ford) – a 32min59seg
8. #314 Yazeed Al Rajhi/Timo Gottschalk (Mini) – a 33min25seg
9. #308 Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini) – a 39min46seg
10. #317 Erik Van Loon/Harmen Scholtalbers (Toyota) – a 45min56seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Al-Attiyah/Baumel – 33h09min12seg
2. Roma/Haro Bravo – a 51min27seg
3. Loeb/Elena – a 2h02min37seg
4. Przygonski/Colsoul – a 2h33min51seg
5. Despres/Cottret – a 2h55min13seg
6. Prokop/Tomanek – a 3h29min06seg
7. Al Rajhi/Gottschalk – a 4h28min22seg
8. Sainz/Cruz – a 7h00min48seg
9. De Villiers/Von Zitzewitz – a 7h08min16seg (+4min de penalização)
10. Chabot/Pillot – a 8h11min46seg (+4min de penalização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *