MENU

16 de janeiro de 2019 - 16:29Rali Dakar

Dakar 2019: Andújar vence primeira especial nos Quads; Cavigliasso é virtual campeão

f8826

A etapa de hoje foi de Manuel Andújar e Nicolás Cavigliasso está a pouco mais de 100 km de se tornar o terceiro argentino campeão no Rali Dakar nesta categoria – será o sexto título de um piloto do país nos Quads (Foto: Antonin Vincent/DPPI/ASO)

RIO DE JANEIRO – Mais um argentino surge no horizonte do Rali Dakar na categoria dos Quadriciclos, a mais “hermana” da competição que termina nesta quinta-feira com a última etapa entre Pisco e Lima. No trecho cronometrado de 313 km de hoje, realizado em loop na região de Pisco, Manuel Andújar teve a honra de deter o absurdo domínio do compatriota Nicolás Cavigliasso para triunfar com o tempo de 4h41min31seg.

Quinto colocado da classificação geral, o piloto de 22 anos nascido na capital Buenos Aires consegue um impressionante progresso em relação à sua estreia ano passado, quando foi somente o vigésimo-nono colocado. Ele só não tem mais qualquer possibilidade real de tornar viável uma quadrifeta portenha na competição, a menos que o melhor europeu – o francês Alexandre Giroud, 4º colocado geral – tenha um problema muito sério na última etapa.

O já citado Cavigliasso, detentor de sete vitórias em nove especiais disputadas, é o virtual campeão da competição nos Quads. O piloto da província de Córdoba tem 1h40min19seg para Jeremías González Ferioli. Gustavo Gallego está a caminho do pódio e, de repente, pode pintar como surpresa final e inverter posições. Mas parece pouco provável: a diferença de tempo entre ele e o vice-líder é de pouco mais de 24 minutos.

A categoria dos Quads terá a sexta vitória de um piloto argentino no Rali Dakar nas últimas onze edições disputadas em território sul-americano. Os irmãos Marcos e Alejandro Patronelli dividiram cinco conquistas. Marcos ganhou três vezes e Alejandro, duas – ambas consecutivas. Além deles, só Ignácio Casale tem mais que uma conquista na classe. E também três europeus faturaram – o tcheco Josef Máchacek, o polonês Rafal “Super” Sonik e o russo Sergey Kariakin.

Etapa #9 – Pisco-Pisco
Ligação: 96 km
Trecho cronometrado: 313 km
Total: 409 km

Resultado – quads:

1. #273 Mariano Andújar (Yamaha) – 4h41min31seg
2. #240 Nicolás Cavigliasso (Yamaha) – a 4min59seg
3. #241 Jeremías González Ferioli (Yamaha) – a 20min26seg
4. #250 Alexandre Giroud (Yamaha) – a 21min50seg
5. #257 Gustavo Gallego (Yamaha) – a 25min29seg
6. #255 Kamil Wisniewski (Can-Am) – a 1h26min41seg
7. #262 Emilio Choy (Yamaha) – a 1h41min22seg
8. #269 Luis Barahona (Yamaha) – a 1h45min47seg
9. #260 Julio Estanguet (Can-Am) – a 2h03min08seg
10. #252 Carlos Alejandro Verza (Yamaha) – a 2h11min43seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Nicolás Cavigliasso – 41h22min21seg
2. Jeremías González Ferioli – a 1h40min19seg (+1min de penalização)
3. Gustavo Gallego – a 2h04min34seg (+3min de penalização)
4. Alexandre Giroud – a 3h48min14seg (+7min de penalização)
5. Manuel Andújar – a 6h22min23seg (+2min30seg de penalização)
6. Kamil Wisniewski – a 8h20min52seg (+21min de penalização)
7. Luis Barahona – a 11h44min25seg
8. Julio Estanguet – a 14h35min49seg (+1h02min de penalização)
9. Carlos Alejandro Verza – a 16h54min52seg
10. Emilio Choy – a 17h14min45seg (+3h20min de penalização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *