MENU

14 de janeiro de 2019 - 21:26Rali Dakar

Dakar 2019: Cavigliasso continua quase imbatível

20191131920514_Cavigliasso_II

Só quebrando ou errando feio: o argentino Cavigliasso dificilmente perde o título nos Quads neste Rali Dakar, onde domina desde o início da competição (Foto: Marcelo Machado/ASO/Reprodução Grande Prêmio)

RIO DE JANEIRO – Caso chegue a Lima, na próxima quinta-feira, o argentino Nicolás Cavigliasso poderá dizer que a categoria dos Quadriciclos neste Rali Dakar 2019 é só dele. Ou quase.

Líder geral desde o primeiro dia, o piloto de Córdoba mantém o domínio já estabelecido desde antes do Rest Day em Arequipa e, repito, só perde para ele mesmo ou para uma hecatombe. A diferença no geral para o 2º colocado superou e bem a casa de uma hora. E por enquanto, os “hermanos” sobram: o pódio é todo deles – eles têm ainda mais um outro piloto no top 5 e são seis no top 10, que tem oito sul-americanos, aliás e a propósito.

Cavigliasso hoje disse que acelerou, mas ‘não a 100%’ como em outras etapas. Mas o que andou, foi suficiente para vencer a sexta etapa de um total de sete. Na especial “laço”, ele completou com o tempo de 5h04min48seg – 4min10seg melhor que o francês Alexandre Giroud, que chegou inclusive a ser o mais rápido em algumas das parciais da etapa.

Na geral, o tempo acumulado do ponteiro é de 31h16min58seg. E, acreditem, já tem competidor do top 10 com mais de meio dia de diferença na soma dos tempos das etapas – o que, justiça seja feita, não é novidades na competição dos Quads.

Como curiosidade, a categoria não registrou hoje nenhum abandono. Os 15 competidores que largaram para o trecho cronometrado de 323 km resistiram bem, apesar do atraso do início por conta da forte neblina e dos primeiros minutos em neutralizado.

Etapa #7 – San Juan de Marcona-San Juan de Marcona
Ligação: 64 km
Trecho cronometrado: 323 km
Total: 397 km

Resultado – quadriciclos:

1. #240 Nicolás Cavigliasso (Yamaha) – 5h04min48seg
2. #251 Alexandre Giroud (Yamaha) – a 4min10seg
3. #273 Mariano Andújar (Yamaha) – a 8min01seg
4. #257 Gustavo Gallego (Yamaha) – a 8min03seg
5. #241 Jeremías González Ferioli (Yamaha) – a 8min47seg
6. #255 Kamil Wisniewski (Can-Am) – a 45min49seg
7. #269 Luis Barahona (Yamaha) – a 1h24min41seg
8. #245 Nelson Sanabria Galeano (Yamaha) – a 1h33min22seg
9. #275 Gaston Angel Mattarucco (Yamaha) – a 1h41min18seg
10. #262 Emilio Choy (Yamaha) – a 1h52min55seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Nicolás Cavigliasso – 31h16min58seg
2. Jeremías González Ferioli – a 1h15min36seg (+1min de penalização)
3. Gustavo Gallego – a 1h38min39seg (+3min de penalização)
4. Alexandre Giroud – a 3h21min30seg (+7min de penalização)
5. Mariano Andújar – a 6h02min40seg (+3min30seg de penalização)
6. Kamil Wisniewski – a 6h06min50seg (+21min de penalização)
7. Luis Barahona – a 8h40min55seg
8. Julio Estanguet – a 11h02min01seg (+1h02min de penalização)
9. Nelson Sanabria Galeano – a 11h38min55seg (+1h35min de penalização)
10. Carlos Alejandro Verza – a 12h32min15seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *