MENU

14 de fevereiro de 2019 - 16:22Fórmula 1

MCL34

RIO DE JANEIRO – Eis o McLaren MCL34, o oitavo carro apresentado para a temporada 2019 do Mundial de Fórmula 1. Laranja predominante, como já foi o carro do último ano e aplicações de azul no layout que conta com mais patrocinadores, como a British American Tobacco, a cadeia de hotéis Hilton, uma marca de chocolates (Huski) e… a Petrobras.

Pois é: por enquanto, o modelo que será guiado por Lando Norris e Carlos Sainz, numa tentativa de renovação e reerguimento de um tradicional construtor que não sente o doce gosto da vitória desde 2012 – lá se vão mais de seis anos – ainda carrega o logotipo da petrolífera brasileira. Mas há uma revisão do patrocínio da estatal por parte do governo federal e os R$ 48 milhões do acordo podem ser alocados no programa Bolsa Atleta.

Talkey?

O contrato continua em risco e a decisão é da presidência da empresa. Cabe lembrar que há uma multa – e pode ser que por conta do alto valor do distrato o acordo não venha a ser rompido. Em primeira análise, seria um rompimento unilateral. A Petrobras já decidiu mudar alguns acordos – o dinheiro aplicado em projetos culturais será em princípio destinado para a educação infantil.

Voltando ao carro, o MCL34 não apresenta em princípio nenhuma novidade aparente em relação ao modelo anterior. As mudanças mais visíveis estão no desenho das laterais da asa dianteira e, logicamente, no espaço entre a base inferior da asa traseira e a aleta que se abrirá no uso do DRS. O bico do novo McLaren também segue uma (feia) tendência atual, de nichos e furos.

Enfim, a gente só vai ter uma ideia se funciona ou não na pré-temporada que se inicia segunda-feira em Barcelona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *