MENU

29 de março de 2019 - 23:41Endurance Brasil

Endurance Brasil: mais um recorde para o AJR #65

1ªEndurance-4862

Em clique de William Inácio, Beto Ribeiro acelera rumo a mais um recorde com o protótipo AJR #65 no Endurance Brasil

CURITIBA (Dia puxado…) - Mais uma pista para o prontuário de recordes do AJR #65 com preparação Motorcar: o protótipo da dupla de pai e filho formada por Nílson e Beto Ribeiro deita por terra mais uma marca do Endurance Brasil. Depois de destruir as marcas anteriores no Tarumã e no Velo Città, foi a vez do Autódromo Internacional de Curitiba – que segue respirando por aparelhos.

Para o circuito de 3,695 km de extensão, Beto registrou na definição do grid para as 4h de Curitiba, abertura da temporada 2019 do Império Endurance Brasil, o tempo de 1’11″619 – a melhor volta já registrada por qualquer categoria nacional em Pinhais. Média horária de 185,732 km/h.

“A gente está muito satisfeito, porque o carro está rápido. Sempre visamos o acerto para a corrida, mas o carro sempre virou rápido. Desde o primeiro treino, veio se comportando muito bem. Na verdade, está do jeito que terminou o ano passado. Só tivemos um pequeno problema de rolamento e a gente veio evoluindo na durabilidade, porque a velocidade ele já tem”, comentou Beto Ribeiro.

A pole do piloto foi 0″608 melhor que o AJR #88, que no ano passado tinha a melhor volta da categoria. Inclusive, quem estava a bordo é Vicente Orige, que agora divide o protótipo com Carlos Kray e Tarso Marques.

1ªEndurance-6247

À vontade: Daniel Serra andou muito na Ferrari 488 GT3 e fez a pole em sua categoria (Foto: William Inácio)

Quem furou a “acumulada” de protótipos foi Daniel Serra: o bicampeão da Stock Car ficou impressionado com a performance registrada a bordo da nova Ferrari 488 GT3 da Via Itália Racing. Com um dia a menos de treino que todos os seus adversários, já que o carro chegou à pista apenas na manhã desta sexta-feira, ele impressionou com o quarto tempo geral.

“Saí sorrindo do carro”, confessou. “O carro é muito prazeroso de guiar com pneu novo e aqui a gente anda com máxima potência, sem balanço de performance, exceto no peso, onde andamos mais pesados que o Porsche, por exemplo. É disparada a volta mais rápida que eu já dei nesse autódromo. A gente não conseguiu ter uma sequência de voltas para saber do desgaste, mas em volta rápida foi sensacional”, avaliou Daniel.

De fato, Serra aniquilou a concorrência na divisão GT3 e ficou no meio de quatro AJR e da nova sensação entre os protótipos – o Ginetta G57 importado para a equipe Team Ginetta Brasil, gerenciada pela Ebrahim Motors dos irmãos Fábio e Wagner Ebrahim. Este último classificou o carro e também ficou bem surpreso com a performance do “brinquedinho”.

“Não esperávamos virar o tempo que conseguimos hoje. O carro se comportou muito bem. Perdemos a melhor volta do pneu numa bandeira vermelha, talvez uns dois décimos. Precisamos entender ainda as questões de aerodinâmica, suspensão, molas, enfim. O equipamento chegou em cima da hora e acho que conquistamos um excelente resultado”, disse Wagner.

Quem também poderia ter brigado na linha de frente foi o AJR #175 que ganhou o reforço de Luiz Otávio Floss para o fim de semana. Mas o guri de 19 anos acabou se acidentando durante a sessão classificatória da P1, provocando uma bandeira vermelha. Assim, ele e seus parceiros ficaram sem tempo cronometrado, sendo obrigados a largar em 32º e penúltimo. Além deles, o Aston Martin de Sérgio e Guilherme Ribas também não fez qualificação – mas por uma opção da equipe MC Tubarão e dos pilotos.

Foto: Rodrigo Aguiar Ruiz

Os paranaenses Jair e Duda Bana fizeram ótimo trabalho e a melhor volta na categoria P2 (Foto: Rodrigo Ruiz)

Nas demais categorias, a dupla de pai e filho formada por Jair e Duda Bana fizeram um belo trabalho com o Predador Audi Turbo: conquistaram a pole da classe P2 – que herdou os antigos P1 Spyder da divisão principal – fechando o treino em 11º lugar com a marca de 1’17″081. Eles deixaram o MC Tubarão IX de Paulo Sousa e Mauro Kern a quase três segundos na volta mais rápida.

Foto: Rodrigo Aguiar Ruiz

Sensação: a nova Mercedes GT4 começou com o pé direito no Endurance Brasil – pole na categoria com Leandro Romera e Alexandre Auler (Foto: Rodrigo Ruiz)

Entre os GT3 Light, subdivisão da GT3 para os carros fabricados até 2012, Peter Ferter e Ricardo Mendes também não tiveram trabalho algum para registrar o melhor tempo, com o 12º posto geral – 1’18″706. Já entre os GT4, os novos Mercedes-AMG GT4 causaram sensação: Alexandre Auler e Leandro Romera faturaram a pole da categoria em 1’20″616 – mas o Ginetta G55 GT4 (também estreando na competição neste fim de semana) mostrou algum potencial durante os treinos do fim de semana.

Na P3, o MRX Cosworth da Satti Racing preparado para Henrique Assunção/Fernando Fortes/Emílio Padron dominou o treino classificatório e fez o 14º tempo geral – 1’20″123. A dupla Ricardo Haag/Mário Marcondes ficou à frente dos rivais na P4 e na GT4 Light deu a Mercedes CLA 45 AMG de Júnior Victorette/José Córdova/Marcelo Karam.

As 4h de Curitiba terão uma homenagem a Cali Crestani antes da largada: será respeitado um minuto de silêncio em memória do querido piloto gaúcho que morreu de câncer no início deste ano.

Os motores vão roncar às 14h de Brasília, com transmissão via streaming disponível aqui no blog. Não percam!

Confiram o grid de largada completo:

1º #65 Nílson Ribeiro/Beto Ribeiro
Protótipo AJR Chevrolet – categoria P1
1min11seg619

2º #88 Vicente Orige/Carlos Kray/Tarso Marques
Protótipo AJR Chevrolet – categoria P1
1min12seg472 (+0.608)

3º #20 Wagner Ebrahim/Fábio Ebrahim/Pedro Aguiar
Protótipo Ginetta G57 Chevrolet – categoria P1
1min12seg621 (+1.002)

4º #19 Daniel Serra/Chico Longo
Ferrari 488 GT3 – categoria GT3
1min12seg739 (+1.120)

5º #13 David Muffato/Pedro Queirolo
Protótipo AJR Chevrolet – categoria P1
1min13seg924 (+ 2.305)

6º #5 Tiel Andrade/Júlio Martini/Andersom Toso
Protótipo AJR Chevrolet – categoria P1
1min13seg946 (+2.327)

7º #8 Júlio Campos/Guilherme Figueroa
Mercedes-AMG GT3 – categoria GT3
1min14seg654 (+3.035)

8º #9 Xandinho Negrão/Xandy Negrão
Mercedes-AMG GT3 – categoria GT3
1min15seg095 (+3.476)

9º #55 Ricardo Maurício/Marcel Visconde
Porsche 911 GT3-R – categoria GT3
1min15seg722 (+4.103)

10º #11 Emílio Padron/Thiago Marques/Marcelo Vianna
Protótipo AJR Honda Turbo – categoria P1
1min16seg114 (+4.495)

11º #35 Duda Bana/Jair Bana
Protótipo Predador Audi Turbo – categoria P2
1min17seg081 (+5.462)

12º #155 Peter Ferter/Ricardo Mendes
Ferrari 458 GT3 – categoria GT3 Light
1min18seg706 (+7.087)

13º #32 Paulo Sousa/Mauro Kern
Protótipo MC Tubarão IX Duratec Turbo – categoria P2
1min19seg870 (+8.251)

14º #75 Fernando Fortes/Henrique Assunção/Emílio Padron
Protótipo MRX Cosworth – categoria P3
1min20seg123 (+8.504)

15º #3 Leandro Romera/Alexandre Auler
Mercedes-AMG GT4 – categoria GT4
1min20seg616 (+8.997)

16º #25 Ney Faustini/Ney de Sá Faustini
Protótipo GeeBee Chevrolet – categoria P2
1min21seg200 (+9.581)

17º #56 Gustavo Simon/Rafael Simon
Protótipo MRX Volkswagen – categoria P3
1min21seg439 (+9.820)

18º #18 Fernando Poeta/Beto Giacomello
Lamborghini Gallardo – categoria GT3 Light
1min21seg738 (+10.119)

19º #22 Leandro Ferrari/Flávio Abrunhoza
Mercedes-AMG GT4 – categoria GT4
1min22seg096 (+10.477)

20º #16 Renan Guerra/Kreis Jr./Ésio Vichiese
Ginetta G55 GT4 – categoria GT4
1min22seg278 (+10.659)

21º #44 Ian Jepsen Ely/Daniel Claudino/Ruben Ghisleni
Protótipo MRX Volkswagen – categoria P3
1min22s410 (+10.791)

22º #89 Matheus Stumpf/Renato Stumpf
Protótipo Radical SR3 Hayabusa – categoria P3
1min22seg804 (+11.185)

23º #64 Guilherme Salas/Márcio Basso/Henry Visconde
Audi RS3 LMS TCR – categoria GT4
1min23seg187 (+11.568)

24º #7 Aldoir Sette/Marcelo Campagnolo
Protótipo MRX Honda – categoria P3
1min23seg470 (+11.851)

25º #72 Carlos Antunes/Yuri Antunes
Protótipo MRX Volkswagen – categoria P3
1min24seg142 (+12.523)

26º #34 Mário Marcondes/Ricardo Haag
Protótipo MRX Volkswagen – categoria P4
1min27seg345 (+15.726)

27º #73 Leandro Totti/José Villela
Protótipo Spyder Volkswagen – categoria P4
1min27seg599 (+15.980)

28º #14 Júnior Victorette/Marcelo Karam/José Córdova
Mercedes CLA 45 AMG – categoria GT4 Light
1min29seg783 (+18.164)

29º #10 Marcelo Lozasso/Humberto Biazus
Chevrolet Cruze Duratec Berta – categoria GT4 Light
1min31seg065 (+19.446)

30º #21 Arthur Caleffi/Ian Jepsen Ely
Mercedes CLA 45 AMG – categoria GT4 Light
1min33seg438 (+21.819)

31º #74 Alejandro Cignetti/Marcelo Miguel
Protótipo Spyder Volkswagen – categoria P4
1min34seg151 (+22.532)

32º #175 Henrique Assunção/Marcelo Sant’Anna/Luiz Otávio Floss/Alexandre Finardi
Protótipo AJR Chevrolet – categoria P1
Sem tempo

33º #63 Sérgio Ribas/Guilherme Ribas
Aston Martin V12 Vantage GT3 – categoria GT3
Sem tempo

2 comentários

  1. rodrigo botana disse:

    Triste e lamentável dois excelentes pilotos não estarem correndo o brasileiro de endurance esse ano, Victor Franzoni e Marcos gomes,uma pena isso e queria ver a cristina rosito correndo quem sabe umas provas do brasileiro de endurance esse ano, ela acelera

  2. Fernando Matias disse:

    Olha o dado que levantei, comparação do melhor tempo da McLaren F1 GTR Piquet/Cecotto da prova extra do BPR em 1996.

    1. Nelson Piquet (BRA)/Johnny Cecotto (VEN) McLaren F1 GTR Bigazzi Team SRL. 1:16,458

    A McLaren tinha motor BMW S70/2 de aprx. 650 CV e câmbio manual de 6 marchas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>