MENU

31 de agosto de 2019 - 09:41European Le Mans Series

DragonSpeed conquista pole para o ELMS em Silverstone

5d6a53a276a13

RIO DE JANEIRO – Preliminar de luxo da abertura da temporada 2019/20 do Mundial de Endurance, o European Le Mans Series disputa ainda neste sábado a quarta etapa do seu calendário – as 4h de Silverstone. E a DragonSpeed tornou-se a quarta equipe diferente a sair da pole position numa prova da categoria neste campeonato.

Com Ben Hanley a bordo do Oreca 07 Gibson #21, o time de bandeira estadunidense com sede técnica na França estabeleceu a pole position com a marca de 1’41″798 – quase dois segundos inferior ao tempo da pole no ano passado. Essa diferença provém do asfalto novo que substituiu o anterior que, como muitos devem se lembrar, provocou inclusive o cancelamento de uma corrida da MotoGP.

A performance de Hanley foi tão superior que o português Filipe Albuquerque, no afã de roubar a pole do adversário, errou e rodou na última curva, faltando poucos segundos para o término do treino oficial. Mas o português e seu parceiro Phil Hanson não têm do que se queixar. Dominaram todos os treinos livres na estreia do novo chassis e ainda largam em segundo, a 0″329 dos rivais.

Paul-Loup Chatin qualificou o #28 da IDEC Sport Racing com a terceira marca, seguido por Nico Lapierre e Will Stevens, na estreia de mais um Oreca no grid – este adquirido pela Panis-Barthez Competition junto à CORE Autosport nos EUA. A G-Drive Racing, líder do campeonato, ficou com a 6ª posição.

Com nove Oreca 07 (inclui-se aí o Aurus 01 da G-Drive) nas nove primeiras posições do grid, o melhor Ligier veio apenas em 10º com Alex Brundle dando o máximo no #32 da United Autosports. A Carlin apresentou-se com o Dallara P217 reserva da Cetilar Racing, equipe do WEC, pois seu chassi titular foi destruído ontem numa batida de Jack Manchester – substituído por Harrison Newey. Para nenhuma surpresa, a equipe britânica ficou em 17º e penúltimo na divisão.

Yann Ehrlacher conquistou a pole da classe LMP3 numa ótima volta a bordo do Norma M30 Nissan #19 da M Racing: o sobrinho do lendário piloto francês Yvan Muller estabeleceu 1’53″468, sendo 0″262 melhor que o compatriota Matthieu Lahaye, da Ultimate. A terceira posição do grid, num 1-2-3 dos carros agora produzidos pela Duqueine Engineering, ficou com o Oregon Team graças ao italiano Damiano Fioravanti.

A Eurointernational qualificou o melhor dos nove Ligier JS P3 inscritos em quarto, enquanto a United Autosports ficou com a oitava posição com o carro #2, que terá na pista o brasileiro Thomas Erdos.

Na classe LMGTE, a primeira a treinar neste sábado, o austríaco Thomas Preining fez valer o mínimo de lastro em seu Porsche 911 RSR e, numa ótima volta, fez o melhor tempo da sessão de classificação com 1’55″322, incríveis oito décimos e meio melhor que o italiano Giacomo Piccini, com a Ferrari 488 GTE #60 da Kessel Racing.

Com 35 kg extras de lastro por conta da liderança no campeonato, a Luzich Racing não pôde lutar pela ponta. Ficou em 5º, atrás de mais uma Ferrari – a #55 da Spirit of Race, com o veloz Matt Griffin – e do Porsche #77 da Proton Competition.

Um total de 17 pilotos da prova do ELMS estará na pista também neste fim de semana na corrida do WEC. As 4h de Silverstone do Campeonato Europeu começam às 10h30 de Brasília, com transmissão replicada aqui no blog – ao vivo e na íntegra.

Grid de largada completo AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *