MENU

8 de agosto de 2019 - 00:31Mundial de Endurance

Mais um brasileiro no WEC

2019616130499_JMDBrasileiros_II

Felipe Fraga (à direita) é anunciado para disputar o WEC na temporada 2019/20 com a equipe Project 1 Racing, seguindo com os mesmos parceiros da IMSA: Ben Keating e Jeroen Bleekemolen. A estreia será em Silverstone, no dia 1º de setembro (Foto: José Mário Dias)

RIO DE JANEIRO – Em evidência no automobilismo internacional após a vitória (cassada na vistoria técnica) nas 24 Horas de Le Mans na classe LMGTE-AM e também pela liderança na classe Silver Cup do Blancpain GT Series Endurance, Felipe Fraga fará sua estreia no FIA WEC na temporada 2019/20 da competição, com início marcado para 1º de setembro com as 4 Horas de Silverstone.

O piloto de 24 anos recém-completados em 2 de julho foi anunciado como um dos integrantes do segundo carro da equipe campeã da Super Season 2018/19: a alemã Project 1 Racing ampliou suas operações para dois carros e o #57 contará com a presença da fera tocantinense da Stock Car – que no entanto não disputará todas as corridas previstas para até antes da virada do ano, posto que as corridas de Xangai e do Bahrein coincidem com as etapas da categoria nacional no Velopark e em São Paulo.

Fraga formará trinca com os mesmos companheiros da disputa em La Sarthe e também da atual temporada do Michelin Endurance Cup da série estaduinidense IMSA. Ou seja: Ben Keating também vai debutar no Mundial de Endurance e Jeroen Bleekemolen está de volta após algumas aparições no protótipo Lola Toyota LMP1 da Rebellion Racing, nos primórdios da categoria.

O texano, que alinhou com sua própria equipe um Ford GT EcoBoost na clássica prova francesa, tentou inscrever sua organização no Mundial de Endurance com o aval da Multimatic Motorsport, que daria o suporte neceessário para a empreitada. Só que o registro de inscrição foi feito além do prazo e a participação da Keating Motorsport foi rejeitada.

“Se você não consegue vencê-los, junte-se aos bons”, resignou-se o gentleman driver de 48 anos. “A Project 1 provou seu valor e eles acreditam que podem e querem conseguir ser campeões de novo. Vamos entrar na briga para fazer isso”, contou Keating ao site Sportscar365.com.

Assim, o nome de Jörg Bergmeister, que constava da relação inicial para as 4h de Silverstone, deverá ser suprimido da nova entry list a ser oportunamente publicada. Isto também significa que da trinca campeã, somente o norueguês (nascido em Sorengo, cidade suíça no Cantão do Ticino) Egidio Perfetti permanece, com novos parceiros: David Heinemeier-Hänsson – que regressa ao WEC e Matteo Cairoli, que troca de equipe, já que defendia a Dempsey Racing-Proton.

O futuro de Bergmeister no WEC não está definido. Já o estadunidense Patrick Lindsey não volta à competição em 2019/20, devendo se concentrar na IMSA com a sua equipe, a Park Place Motorsports.

Felipe Fraga será o 16º brasileiro a disputar o Mundial de Endurance em pelo menos uma corrida válida pela série, juntando-se a Bruno Senna, Jaime Melo, Fernando Rees, Enrique Bernoldi, Chico Longo, Xandy Negrão, Lucas Di Grassi, Emerson Fittipaldi, Antonio Pizzonia, Nelsinho Piquet, Pipo Derani, Tony Kanaan, André Negrão, Augusto Farfus e Daniel Serra.

Destes, Senna ainda negocia para permanecer com a Rebellion; André Negrão vai defender o título mundial da LMP2 com a Signatech Alpine; e Serra tem boas possibilidades de fazer eventos pré-selecionados com a AF Corse neste campeonato.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *