MENU

7 de agosto de 2019 - 12:50Blancpain GT World Challenge Asia

Xangai, último ato

World-Challenge-Asia-2019-Korea-start

Largada de uma das corridas do fim de semana do Blancpain GT World Challenge Asia na Coreia do Sul: o brasileiro Marcos Gomes estreou na série e foi logo ao pódio na etapa de sábado. A decisão será no próximo mês, em Xangai, na China

RIO DE JANEIRO - Ficou para Xangai: a decisão do Blancpain GT World Challenge Asia será no circuito chinês no fim de semana de 13 e 14 de setembro, com 50 pontos a disputar e muitas peças ainda no jogo do título da série organizada pela Stéphane Ratel Organisation.

O panorama do campeonato começou a se encaminhar no último fim de semana em Yeongam, na Coreia do Sul. Lembram, leitores, que a Fórmula 1 esteve naquele país por pouco tempo e a corrida não vingou? Pois é: o traçado ainda existe, a tal cidade prometida não cresceu como se previa e um total de 23 bólidos esteve presente na disputa, que contou com a participação do brasileiro Marcos Gomes – que fez sua estreia na competição dividindo a Ferrari 488 GT3 da HubAuto Corsa em parceria com Yuya Sakamoto.

E o piloto da Stock Car ajudou o companheiro de equipe a permanecer vivo na disputa pelo campeonato. A dupla chegou num ótimo segundo lugar na prova #1, disputada sábado e vencida por Roelof Bruins/Manuel Metzger, na Mercedes-AMG GT3 da Solite Indigo Racing. Com a adoção de um handicap de tempo em decorrência do pódio na véspera, no domingo o resultado da dupla nipo-brasileira não foi o mesmo – mas foi importante. Gomes/Sakamoto chegaram em 6º lugar.

O japonês, que teve vários parceiros na competição, está a 22 pontos de Roelof Bruins, que além de dividir o carro com Manuel Metzger em três rodadas (vencendo três vezes, todas com o alemão como parceiro), trabalhou com Gabriele Piana na abertura do campeonato em Sepang e com Patric Niederhauser em Suzuka. Com isso, o sul-coreano está isolado na ponta com 137 pontos.

A principal oposição vem da dupla do Porsche da Absolute Racing, guiado por Phillip Hamprecht e Tanart Sathienthirakul. O suíço e o tailandês de sobrenome impronunciável têm duas vitórias, foram ao pódio em Yeongam com o 3º lugar no sábado e estão a 12 pontos de Bruins.

Outro tailandês, Vuttikhorn Inthrapruvasak, ainda reúne chances de título: ele é o quarto colocado na tabela com 118 pontos e venceu pela segunda vez na temporada junto a Alexandre Imperatori, no Porsche da Panther/AAS Motorsport.

A competição da classe GT4 definiu os campeões antecipados: sem surpresas, os japoneses Takayuki Kinoshita e Sunako Jukuchou venceram a prova #2 do fim de semana na Coreia do Sul e chegaram em quarto lugar no sábado. Fizeram pontos suficientes para liquidar a fatura, pois chegaram a 206 e não podem ser mais alcançados por nenhum rival. A vice-liderança é, por enquanto, de Ringo Chong e Setiawan Santoso, com três de vantagem para Frank Yu, que nesta etapa correu – e venceu – com Richard Wee a etapa do sábado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>