24h Series: calendário de 2020 com muitas novidades

2
Com início marcado para janeiro em Dubai, a série da Creventic terá a estreia de Monza, Nürburgring e da pista francesa de Anneau du Rhin no calendário de 2020

RIO DE JANEIRO – Uma temporada cheia de novidades: é o que promete o calendário que a Creventic publicou para a sua 24h Series na temporada 2020. Serão oito eventos  – mesmo total deste ano – com novos traçados anunciados pela organização.

A começar pela estreia de Monza, com uma prova de 12h de duração, substituindo Mugello. A corrida abre a série europeia de provas da categoria, com um total de cinco etapas. Outras praças novas para a 24h Series são o circuito de Nürburgring (o da Fórmula 1, registre-se) e o traçado francês de Anneau du Rhin.

Nunca ouviram falar? Pois trata-se de um circuito permanente com extensão de em torno de 4 km e que foi construído pela família do piloto do DTM Bruno Spengler em conjunto com Marc e François Rinaldi, além de Caroline Bugatti, filha de Ettore Bugatti. O circuito fica na fronteira da França com a Alemanha, na região de Colmar, e foi por algum tempo a pista de provas dos modelos esportivos Bugatti.

Desta forma, Mugello, Brno e Portimão estão fora do calendário, no qual permanecem os eventos de Spa-Francorchamps (movido para maio) e Barcelona – única prova de 24 Horas no território europeu.

O campeonato de continentes da Creventic terá três etapas e abre, tradicionalmente, com as 24h de Dubai em 10/11 de janeiro. Barcelona será a segunda etapa e a série se encerra em Austin, no COTA, como já acontecerá em 2019.

Eis as datas:

10/11 de janeiro – 24h de Dubai

27/28 de março – 12h de Monza

1º/2 de maio – 12h de Spa-Francorchamps

12/13 de junho – 12h da Alsácia

11/12 de julho – 12h de Nürburgring

5/6 de setembro – 24h de Barcelona

14/15 de novembro – 24h do COTA

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

3 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames