MENU

9 de setembro de 2019 - 23:09EF Open

Estreante emplaca duas vitórias no EF Open em Silverstone

3119-06-50

Parecia estar em casa: Toshiki Oyu arrebentou em sua estreia no EF Open, ganhando as duas provas disputadas na pista de Silverstone

RIO DE JANEIRO - Com o pé direito, literalmente: Toshiki Oyu foi o nome do fim de semana da rodada dupla do EF Open disputada em Silverstone. O piloto japonês, que é uma das apostas da Honda para o futuro, fez um debute pra ninguém botar defeito. Venceu as duas provas da 7ª rodada e mostrou que a Motopark é a equipe da temporada 2019.

A estreia do garoto não poderia ter sido melhor. Ele fez a pole e venceu as duas provas, chegando ao total de 52 pontos em 54 possíveis. Numa só etapa, fez mais pontos que muita gente que disputou as seis rodadas duplas anteriores ao evento da Inglaterra. Oyu venceu fácil as duas provas e deixou Enaam Ahmed, que voltava ao EF Open após disputar a Fórmula 3 inglesa e também a do Japão, em segundo – igualmente em ambas as corridas.

A estreia estrondosa do oriental ofuscou completamente a do o norueguês Dennis Hauger, que veio com suporte da Red Bull para este evento, além da primeira aparição do alemão Niklas Krütten. Até porque nenhum deles conseguiu chegar perto das performances de Oku no fim de semana. O venezuelano Manuel Maldonado, outro dos novatos em Silverstone, passou longe dos pontos.

Terceiro e quarto lugares foram também dos mesmos pilotos, no caso o dinamarquês Nicolai Kjaegaard e o britânico Billy Monger, ambos da Carlin. Na corrida de domingo, inclusive, o piloto biamputado foi dividir uma curva com Cameron Das (outro piloto da Motopark), brigando pelo segundo lugar no pódio e os dois se acharam. Das levou a pior e terminou em 6º lugar. Monger perdeu o pódio para o companheiro de equipe na última volta.

Campeã da W Series, Jamie Chadwick chegou a anunciar sua participação com a Double R Racing, mas somente treinou com o carro #55. Ela acabou requisitada pela Williams para voar rumo a Itália e estar presente em Monza na Fórmula 1. Tomara que a menina tenha nova chance numa das corridas finais.

Já o austríaco Lukas Dunner, que tinha como meta diminuir o abismo que o separa do líder Marino Sato (ausente em Silverstone) na classificação, fracassou no seu intento. Bateu na primeira volta da prova de sábado e foi apenas o 9º colocado no domingo. Com apenas dois pontos somados, segue muito longe do adversário – a 106 pontos, para ser mais exato.

Christian Hahn pontuou pela décima vez na temporada – foi o 9º colocado no sábado e abandonou no domingo com uma falha na direção, resultante de um incidente com o sueco Linus Lundqvist. Os resultados do fim de semana o deixaram em 10º na classificação.

A próxima rodada será em Barcelona, na Espanha, nos dias 21 e 22. Como a Fórmula 3 e a Fórmula 2 não correrão em Singapura, Teppei Nattori, Marino Sato e Liam Lawson devem regressar aos seus devidos lugares. A menos que a Motopark aposte em Oyu e deixe um deles de fora…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>