MENU

26 de setembro de 2019 - 17:07Fórmula 1

Vem aí: a história de uma dinastia

RIO DE JANEIRO – Apreciem sem moderação: lançado hoje o trailer do documentário que conta vida, obra e carreira de um dos nomes mais subestimados do automobilismo – porém, um dos mais vitoriosos e que deixou profundas marcas no esporte.

Jack Brabham era ídolo de Nelson Piquet – que não por acaso foi piloto da equipe que o australiano fundou, pelo período entre 1978 e 1985, embora o manda-chuva fosse Bernie Ecclestone.

Foi o primeiro campeão da Fórmula 1 com carros de motor central-traseiro. Foi o primeiro e até hoje único piloto-construtor campeão na categoria – na era de regulamento técnico mais longeva da história.

Sua relevância pode ser medida pelo fato de filhos e netos, até hoje, estarem envolvidos até o pescoço com o esporte. Uma história que merece ser contada e recontada, justamente quando vamos reviver o mito Brabham nas pistas com o esportivo BT62.

12 comentários

  1. THOMAZ RIBEIRO disse:

    “Foi o primeiro campeão da Fórmula 1 com carros de motor TRASEIRO”. Não é?

  2. Wilton Sturm disse:

    Fiquei babando!!! Sou fã do piloto e da equipe!!!
    Rodrigo, você tem ideia de quando sai o documentário?
    Ah, virei “sócio” da Brabham, mediante uma “vaquinha na internet” (oficialmente!!!!) quando retomaram o projeto de volta às pistas. Então estou muito feliz!

  3. Alan Ambrosini disse:

    Qual será a data do lançamento?

  4. Jonny'O disse:

    Sensacional, sou fã desta lenda do esporte, gosto muito da historia Brabham ,piloto e equipe, fizeram muito com tão pouco! Coisa de genio!!

  5. Geraldo Flávio Chaves disse:

    Até que enfim, alguém lembrou de Jack Brabham. Concordo com você Rodrigo, é um dos grandes pilotos que o automobilismo já teve, e dos mais subestimados. Este homem e sua equipe têm muita História para ser contada!

  6. Jonny'O disse:

    Mas seremos justos, é subestimado aqui no Brasil, lá fora o nome Brabham sempre foi uma lenda reverenciada.

  7. Cristiano disse:

    Vamos ver se o filme trará algo sobre os infortúnios dos filhos na F1, apesar das carreiras decentes em outras categorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *