MENU

3 de outubro de 2019 - 13:52DTM

DTM fecha datas para 2020

RIO DE JANEIRO – Às vésperas do encerramento do campeonato deste ano com a rodada de Hockenheim – que recebe como convidados três carros e cinco pilotos do Super GT japonês, antes da chamada “Dream Race” marcada para Fuji no fim de novembro – o DTM fecha as datas para a temporada de 2020.

A competição organizada pela ITR terá menos datas em território alemão se comparado a este ano. Em compensação, haverá uma rodada dupla a mais. Eram nove e teremos dez.

A corrida de abertura será em Zolder (Bélgica) e não em Hockenheim, que fica apenas como última prova. Além do antigo circuito da Fórmula 1, o DTM correrá no traçado sueco de Anderstorp e visitará Monza, na Itália, pela primeira vez em sua história.

A única data em aberto era o evento do último fim de semana de maio. Era do verbo não é mais: foi confirmada a 3ª rodada para o circuito Igora Drive em St. Petersburg, a antiga cidade soviética de Leningrado, na Rússia.

As outras pistas que serão visitadas pelo DTM são Brands Hatch (Inglaterra) e Assen (Holanda), que já constavam do calendário deste ano.

Lausitzring, o traçado urbano de Norisring e Nürburgring são, além de Hockenheim, os circuitos germânicos que receberão provas da categoria em 2020.

7 comentários

  1. Mattar, o DTM corre fora da Alemanha, por causa da proximidade de Itália, Suécia, ou por imposição do patrocinador?

  2. Rodrigo disse:

    Em 2017 foi anunciado a venda da pista de Lausitzring, a noticia falava que não teria eventos de corrida e que a DEKRA compradora só usaria para teste.
    Não sei o motivo, mas ainda bem que pelo menos as corridas do DTM continuaram, já o ADAC GT Master acabou não correndo mais depois da venda.
    Gosto muito dessa pista.

  3. Leo Pereira disse:

    Rodrigo…
    Quais os pilotos do Super GT japonês disputarão essa ultima etapa (neste fds) do DTM?
    E depois, quais pilotos do DTM irão ao Japão disputar a etapa de Fuji?
    Ha noticia para maior integração da=os campeonatos nos próximos anos?
    Torço por isso… Pois seria uma serie de turismo de nível mundial, com fabricas envolvidas…

  4. Bruno disse:

    Muito bacana o calendário.
    Entretanto achava que poderia ter mais duas etapas (mais uma em Hockenheim, no traçado antigo e outra em Nüburgring, numa adaptação do traçado antigo, porém entrei no Google Earth e vi que o traçado antigo de Hockenheim, infelizmente, não existe mais).
    Mesmo assim, seria interessante se fossem 12 etapas, começando num traçado mais veloz em Hockenheim passando reto ao invés de entrar no estádio, e, talvez, um circuito de rua (poderia até, não sei,, mas revezar, Munique, Berlin, Stuttgart…). Acho que seria interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *