MENU

6 de dezembro de 2019 - 18:07Mundial de Endurance

Peugeot + Rebellion

RIO DE JANEIRO – Para surpresa de zero pessoas, a Peugeot confirmou que entra no Mundial de Endurance na temporada 2022/23 associada à Rebellion Racing (alguém ouviu Oreca ao fundo?).

Será o primeiro projeto híbrido do construtor francês, com estreia nas 24h de Le Mans do centenário da história da maior prova de resistência do planeta – e cabe lembrar que a Peugeot tinha na calha uma versão HY do seu protótipo 908 – que só não foi adiante porque o projeto foi abortado antes da estreia do FIA WEC em 2012.

“A Peugeot escreveu belas páginas na história da resistência com seus motores a gasolina e diesel, e agora queremos abrir um novo capítulo com os híbridos”, diz Jean-Philippe Imperato, diretor de automóveis Peugeot.

“O anúncio de nossa participação há algumas semanas despertou um verdadeiro entusiasmo. Estamos muito felizes que essa nova curva de energia e esportes que faremos acompanhará nossos lançamentos da Peugeot Sport Engineered. Estou ainda mais convencido desse compromisso, de que agora estamos aliados a um grande parceiro. A paixão, perfeição e desempenho da Rebellion são uma combinação perfeita para os valores da Peugeot: exigência, fascínio e emoção”, completou o dirigente

“Estamos muito felizes por podermos fazer parceria com um dos principais jogadores de resistência”, disse Jean-Marc Finot, diretor da PSA Motorsport.

“A experiência e o know-how da Rebellion Racing no WEC são um trunfo real para compor uma equipe forte e abordar 2022 nas melhores condições. A última vitória deles em Xangai ilustra isso. Os papéis serão divididos de acordo com nossas respectivas competências e todos estaremos sediados em Versalhes-Satory”, concluiu.

As linhas iniciais do projeto serão traçadas já no próximo ano, a partir de janeiro.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *