MENU

6 de janeiro de 2020 - 17:51Intercontinental GT Challenge

12h de Bathurst: recorde de construtores e de GT3 na lista de entradas

RIO DE JANEIRO – Abertura da temporada 2020 do Intercontinental GT Challenge no próximo dia 1º de fevereiro, as 12h de Bathurst tiveram anunciadas neste início de semana (já é terça-feira na Austrália) a prévia de inscritos para a corrida que se realiza no circuito de Mount Panorama.

Um total de 40 carros foi confirmado – podendo ser maior do que nesta prévia inicial, uma vez que a classe B ainda não tem nenhum carro inscrito (no caso são os Lamborghini Super Trofeo, que sucedem os Porsche Cup) e há poucos GT4, apenas dois.

Mas a classe GT3 apresenta um plantel estonteante: são nada menos que 34 carros confirmados, de onze construtores diferentes – pelo menos nove deles vão disputar a temporada completa do IGTC.

Estarão representadas com um carro ou mais as seguintes marcas: Aston Martin, Audi, Bentley, BMW, Ferrari, Honda, Lamborghini, McLaren, Mercedes-AMG, Nissan e Porsche.

Atual campeã da prova australiana, a Earl Bamber Motorsport encabeça a relação e a marca de Weissach será representada também pela Absolute Racing de Hong Kong, além da Grove Motorsport, da Austrália.

A Audi Motorsport Team Valvoline vai à disputa de Bathurst com três carros, que terão pilotos oficiais de fábrica da marca de Ingolstadt, além do local Garth Tander. Marc Cini e Tony Bates levarão seus bólidos para a corrida também.

Dois Bentley serão inscritos pela M-Sport (em princípio), enquanto a KCMG e a equipe de Brett Hobson vão de Nissan. HubAuto Corsa e JAS Motorsport representam, respectivamente, Ferrari e Honda com uma solitária inscrição de cada construtor.

Walkenhorst Motorsport, com dois carros, vai representar a BMW na rodada inaugural do IGTC, enquanto uma das novidades do certame em 2020 – a Aston Martin – vai de R-Motorsport e Garage 59, cada uma com dois carros.

Os McLaren 720S GT3 serão inscritos por um time local: a 59 Racing, que terá um dos seus dois carros em parceria com a EMA Racing. Três Lamborghini (outra novidade da série) Huracán serão vistos através da Orange 1 FFF Racing Team, Trofeo Motorsport e Wall Racing – estas últimas são equipes locais.

Por fim, a Mercedes-AMG estará na batalha com a Craft-Bamboo e a Gruppe M em caráter oficial, além da Triple Eight Race Engineering, a inscrição de Kenny Habul e um quinto time ainda não confirmado.

O total de 34 GT3 está dividido em 21 inscritos na classe Pro, seis na Silver Cup e sete na Pro-Am.

Somente dois carros da classe C (GT4) foram anunciados, sendo uma BMW M4 GT4 de Daren Jorgensen e mais um outro modelo e outra equipe a serem confirmados. A lista se completa com a Invitational Class, ocupada com quatro Marc II de motor V8 inscritos por três escuderias.

De saída, o total de inscritos já é igual ao de 2019, quando somente 38 carros alinharam. Em 2018, o grid contou com 50 carros – de um total de 51 inscritos e o recorde absoluto foi em 2017, quando houve 55 entradas e 51 carros na largada.

Compartilhar

2 comentários

  1. Antonio Seabra disse:

    Essa é uma das provas de endurance que mais gosto de assistir, porque acho a pista sensacional.
    E sempre tem uns pilotos australianos que sobressaem nessa prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *