MENU

22 de janeiro de 2020 - 00:10Automobilismo Internacional

Pista lotada na abertura do Michelin Pilot Challenge

A nova menina dos olhos da Nascar, Hailie Deegan, estreia como piloto Ford no IMSA Michelin Pilot Challenge em Daytona, junto a Chase Briscoe, no carro #22

RIO DE JANEIRO – Sexta-feira será o dia de uma autêntica invasão de pista no Daytona International Speedway. Dá até inveja – comparando à quantidade do plantel das 24h de Daytona – do que será visto na primeira prova do Michelin Pilot Challenge, certame suporte da série principal da IMSA.

A categoria, que se divide nos modelos GT4 (Grand Sport) e TCR, reunirá incríveis 51 carros no grid. São 33 modelos da divisão principal e dezoito dos carros que rezam no mesmo regulamento do FIA WTCR – todavia preparados para Endurance e provas de tiro longo.

Como é hábito nas corridas de maior duração do calendário que passa por 10 dos doze circuitos da IMSA em 2020, à exceção das urbanas Long Beach e Detroit, o Michelin Pilot Challenge terá a presença de até três pilotos por carro em algumas formações.

E pensam que só tem brasileiro nas 24h de Daytona? Nada disso: Átila Abreu e Leonardo Sanchez, que formaram profícua parceria nas provas do Porsche Endurance Series em 2019, vão guiar uma Mercedes-AMG GT4 iguais às vistas no Império Endurance Brasil.

A dupla vai andar com o carro #51 (número fetiche do Átila) preparado pela MCC Motorsport. O time (que pelo menos no Wikipedia consta como de bandeira brasileira) é um dos cinco que alinha o modelo do construtor da estrela de três pontas no Michelin Pilot Challenge.

As demais marcas e modelos representados são Audi (R8 LMS GT4), McLaren (570S GT4), Porsche (718 Cayman GT4 Clubsport), Ford (Mustang GT4), BMW (M4 GT4), Camaro (GT4.R) e Aston Martin (Vantage GT4).

A equipe que defende o título é a CarBahn Motorsports with Peregrine Racing, inclusive repetindo a dupla vitoriosa em 2019: Tyler McQuarrie/Jeff Westphal.

Este último, inclusive, vai andar nas 24h e no BMW Endurance Challenge, nome da corrida de abertura do IMSA MPC, com quatro horas de duração. Os outros serão Corey Lewis, Trent Hindman, Spencer Pumpelly, Jeroen Bleekemolen, Robby Foley e Bill Auberlen.

Detalhe: haverá também a presença de pilotos da Nascar na disputa. A menina sensação Hailie Deegan dividirá o carro #22 com Chase Briscoe, enquanto Austin Cindric tem como parceiro o britânico Seb Priaulx no Mustang #15. Ambos os carros são da mesma equipe, a Multmatic Motorsports.

E outras três meninas estarão na pista: Sheena Monk num McLaren 570S GT4, Beitske Visser a bordo de uma BMW M4 GT4 e Taylor Hagler num Honda Civic TCR.

Aliás, na TCR, a equipe campeã dirigida pelo antigo piloto de Fórmula Indy Bryan Herta trocou as duplas e os campeões do ano passado, Michael Lewis e Mark Wilkins, têm novos companheiros. Wilkins andará no #21 com Harry Gottsacker e Mason Filippi será o novo parceiro de Lewis no #98.

Nesta temporada, apenas quatro marcas estão representadas – mesmo total do ano passado, aliás: Alfa Romeo com apenas um carro, Audi com seis, Hyundai com cinco e Honda com os restantes seis carros do plantel.

Entre as várias novas equipes que cobrem a saída de outras escuderias que deram adeus ao campeonato, a novidade é o francês Alexandre Prémat dando uma de piloto-proprietário com um Audi RS3 LMS TCR que dividirá com Stephen Vajda.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *