Jean Graton, 97

J
Jean Graton em resenha com Dan Gurney. O estadunidense foi um dos muitos amigos que o cartunista francês teve no esporte a motor graças a ‘Michel Vaillant’

RIO DE JANEIRO (Ars e vita lunga) – Morreu hoje aos 97 anos o francês Jean Graton, criador da personagem ‘Michel Vaillant’ que gerou cartoon, álbum, série e um filme, “Fúria sobre Rodas”.

Muito mais do que ‘Speed Racer’, ‘Michel Vaillant encantou toda uma geração graças ao traço brilhante de Jean Graton.

Nascido em 1923 na cidade de Nantes em 10 de agosto, ele foi contemporâneo de toda uma geração de cartunistas franco-belgas, como Goscinny & Uderzo, os criadores de ‘Asterix’, assim como Hergé, o pai de ‘Tintin’ e Franquin.

Em 1957, começou a desenhar as primeiras histórias em quadrinhos de ‘Michel Vaillant’, uma personagem que era piloto de competição. As primeiras histórias saíram na publicação Spirou e depois na Tintin, uma homônima da criação de Hergé.

Com o rigor que se tornou uma marca registrada de seu trabalho, o campo de pesquisas de Jean Graton eram justamente as corridas, os autódromos. Ficou amigo de centenas de pilotos e eles foram suas fontes na hora da criação do argumento de suas histórias.

Ao longo de quase sete décadas, foram editados 70 álbuns com a personagem ‘Michel Vaillant’, sendo que os últimos ficaram a cargo do filho de Jean, Philippe Graton, quando o pai se retirou para a aposentadoria em 2004.

Um ano antes, com realização de Louis-Pascal Couvelaire e roteiro do próprio Jean Graton, com a colaboração de ninguém mais, ninguém menos que Luc Besson, surgiu “Michel Vaillant” (“Fúria Sobre Rodas”, em português), com cenas ambientadas na edição 2002 das 24h de Le Mans e dois carros com câmeras de cinema adaptadas – ambos inscritos pela DAMS, escuderia francesa.

O carro com o dorsal #10 era o ‘Vaillante’, este inscrito na parceria da Driot Arnoux Motor Sport com a equipe de Bob Berridge. Era um Lola B98/10 de motor Judd conduzido por Philippe Gache, Emanuel Clérico e o belga Michel Neugarten.

Já o bólido com o dorsal #22 era o ‘Leader’, um Panoz LMP-1 Roadster-S alinhado para Jerôme Policand, Marc Duez e Perry McCarthy. Este carro não completou a disputa, mas o ‘Vaillante’, ainda que não classificado oficialmente, cortou a meta de chegada com 150 voltas percorridas, 116 a menos que o último classificado.

O ator que fez a personagem ‘Michel Vaillant’ no cinema é Sagamore Stévenin, hoje com 46 anos.

Merci pour tout et au revoir, Jean Graton #RIP

Em 2017, o nome da personagem de Jean Graton estava no Oreca Gibson LMP2 da Rebellion Racing guiado por Bruno Senna e também no de Nelsinho Piquet. Senna e Julien Canal foram campeões mundiais daquela temporada, envergando o dístico tradicional de Michel Vaillant.

#RIP

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames