Para quem não viu: Michelin Le Mans Cup, temporada 2022 – etapa de Paul Ricard

P

RIO DE JANEIRO – Com 38 carros no traçado de Paul Ricard, em Le Castellet, foi realizada na preliminar do European Le Mans Series em abril a 1ª rodada do Michelin Le Mans Cup, que indica duas equipes participantes da edição do centenário das 24h de Le Mans ano que vem.

A competição disputada em sete eventos – com direito ao Road To Le Mans, preliminar da clássica prova de La Sarthe – recebeu 31 Esporte-Protótipos LMP3, sendo 24 Ligier JS P320 e sete Duqueine D30-M08, além de sete modelos GT3, sendo três Honda NSX GT3, duas Ferrari F488 GT3, um Aston Martin e um Porsche.

Após 54 voltas e uma corrida que terminou antes do tempo limite de 2h, com duração de pouco mais de 1h49min, valeu a experiência de Tom Dillmann e Alexander Mattschull, que triunfaram na estreia da equipe Racing Spirit of Léman, com o carro #10.

Jerôme de Sadeleer e Louis Rosset chegaram em segundo com o bólido da MV2S Forestier Racing, seguidos por Martin Rich e Tommy Foster, da RLR MSport. A dupla Torsten Kratz/Leonard Weiss (WTM Racing), que partiu da pole position, chegou em quarto, seguida por Charles Crews e Dino Lunardi, estes defendendo a IDEC Sport.

De colega novo a bordo do #32 da United Autosports, o brasileiro Daniel Schneider pontuou em Paul Ricard: foi 10º colocado na dupla com Kay Van Berlo, da Holanda. Eles chegaram logo adiante de Freddie Hunt, o filho do campeão mundial de F1 James Hunt, que competiu pela Reiter Engineering junto a Mads Siljehaug.

Na GT3, Kasper Jensen e Kristian Poulsen foram os vitoriosos com o Honda NSX GT3 da GMB Motorsport, equipe que em 2024 pretende alinhar no grid das 24h de Le Mans. Jens Reno Möller e Gustav Birch completaram a dobradinha dos Honda e da equipe nórdica, seguidos pelo veterano (57 anos e ainda na ativa!) Andrea Montermini e por Gino Forgione, defendendo a AF Corse.

Em Imola, na 2ª etapa, serão 40 carros, sendo 33 LMP3 – oito Duqueine e 25 Ligier – e sete GT3, os mesmos de Paul Ricard. O Innovative Car, o protótipo H24 cujo desenvolvimento segue em marcha dentro da proposta de trazer o hidrogênio como combustível alternativo, não disputa a prova, somente os treinos – sendo inscrito com Norman Nato e Stéphane Richelmi.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames