Para quem não viu: International GT Open, temporada 2022 – rodada do Hungaroring

P

RIO DE JANEIRO – Vamos de International GT Open com a volta às rodadas duplas após o evento ‘Endurance’ em Spa-Francorchamps com duração de 2h20min e pontos em dobro para o certame: no Hungaroring, foram disputadas provas como de praxe – duração de 70 minutos na primeira e 60 na segunda.

Foram 21 os carros inscritos – Pareja espera mais alguns para até o fim da temporada – com a estreia inclusive do modelo BMW M4 GT3 na competição, via Racing Trevor e com a presença do estadunidense Jesse Krohn, piloto de fábrica do construtor bávaro.

A vitória na prova #1 foi de um carro da subclasse Pro-Am, o Mercedes-AMG GT3 do Team GT guiado por Alain Valente e Florian Scholze, derrotando o favoritismo dos Lamborghini Huracán do Team Oregon, conduzidos por Glenn Van Berlo/Kevin Gilardoni e Benjamin Hites/Leonardo Pulcini, que ficaram em 8º naquela corrida após partir da pole, por não cumprirem o tempo mínimo de handicap na parada obrigatória de box – foram penalizados com 5seg de acréscimo de tempo.

Na prova #2, Van Berlo/Gilardoni fizeram o suficiente para chegar à liderança do campeonato, com o primeiro triunfo da dupla na série. Superaram Nick Moss/Joe Osborne, que ficaram em 2º na primeira prova da etapa húngara e tam´bém na que fechou a programação. Assim, a dupla da Oregon soma 81 pontos contra 78 de Moss/Osborne e 71 de Hites/Pulcini, que não pontuaram na segunda prova.

Entre os carros Pro-Am, Scholze/Valente (vencedores na geral, como registrado linhas acima) fizeram jus ao máximo da subcategoria na prova #1, enquanto Jesse Krohn e o colega de Racing Trevor Dennis Waszek, com o 3º posto geral na segunda, levaram os pontos de vitória na prova #2. Karol Basz e Marcin Jedlinski, dupla polonesa da Oregon, lidera com 53 pontos contra 33 de Adam Christodoulou/Reema Juffali, que por conta de um acidente na corrida de sábado não largaram no domingo.

Na Am, a dupla do Mann Team Landgraf formada por Alexander Hrachowina e Martin Konrad comanda a classificação tendo levado os dez pontos de cada bateria na Hungria – eles soman 62 contra 50 de Adam Osieka e Kiki Sak Nana.

A próxima rodada será daqui pouco menos de 50 dias no Red Bull Ring, na Áustria.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames