MENU

8 de outubro de 2014 - 10:59Super GT

Rossiter/Nakajima vencem inédita prova do Super GT na Tailândia

6_3

Com a vitória na Tailândia, James Rossiter isolou-se na liderança do campeonato

RIO DE JANEIRO - No último fim de semana, foi disputada no circuito Buriram International, na Tailândia, a penúltima etapa da temporada 2014 do Super GT. Foi a primeira corrida da história da categoria naquele país, com a participação quase maciça dos competidores e equipes. Foram 37 carros no grid, incluindo o novo Toyota 86 GT300 – primeiro carro com o “chassis-mãe” produzido pela Dome sob encomenda da GTA.

O Nissan GT-R dos japoneses Satoshi Motoyama/Masataka Yanagida partiu da pole position com o tempo de 1’24″704, mas a dupla do #46 teve problemas – perderam 17 voltas e acabaram apenas em 13º lugar na GT500. A vitória foi do Lexus RC-F de Kazuki Nakajima/James Rossiter, em excepcional corrida de recuperação: a dupla do #36 largou apenas da 12ª colocação e buscou mais um triunfo na temporada, suplantando o Nissan de Michael Krumm/Daiki Sasaki por apenas 1″980.

Para o brasileiro João Paulo de Oliveira, que corre em dupla com Hironobu Yasuda no #12 da Calsonic Team Impul, a prova de Buriram serviu para que os dois pilotos sigam em condições de brigar pelo título, que se decide em Twin Ring Motegi no mês de novembro. Vindos da 10ª posição do grid, Oliveira/Yasuda conquistaram um importante 3º lugar, que os deixa com 60 pontos no campeonato, sete atrás do líder isolado, que é justamente o britânico James Rossiter.

Com o quarto lugar na Tailândia, Daisuke Ito/Andrea Caldarelli subiram para 64 pontos e também têm reais chances de conquistar o título. Da mesma forma, mesmo somando apenas um pontinho, a dupla formada por Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda está no páreo. Os dois somam 61 pontos e estão em 3º lugar no ranking de pilotos.

Na GT300, ninguém esperava mesmo um grande resultado do novo Toyota 86 GTA, que terminou a disputa em 14º lugar, duas voltas atrasado em relação ao vencedor da classe. O carro foi guiado por Takeshi Tsuchiya e por Nattanvude Charoensukhawatana (e isso é lá nome de gente?). Na qualificação, para nenhuma surpresa, o novo bólido inscrito com o numeral #194 ficou com o último tempo. Só não saiu de 37º porque o Subaru BRZ não fez classificação.

5_4

Festa no pódio para Kazuki Hoshino e Lucas Ordoñez, que venceram pela primeira vez no ano na classe GT300

A vitória – primeira no ano – foi do Nissan GT3 GT-R da equipe B-MAX NDDP, guiado por Kazuki Hoshino/Lucas Ordoñez. Uma conquista suada: apenas 862 milésimos de segundo separavam o carro vencedor da BMW de Jörg Müller/Seiji Ara, que chegaram em segundo. Aliás, até a quarta posição no fim da disputa, só havia carros do construtor de Munique, com o Subaru terminando em quinto após ótima prova de recuperação.

O Aston Martin V12 Vantage de Masaki Kano/Nanin Indra-Payoong fez uma de suas melhores atuações no ano e chegou em 6º lugar. Completaram o top 10 um Porsche, duas Mercedes-Benz SLS AMG GT3 e um Honda CR-Z. Registre-se que a dupla pole position da divisão, formada por Shinichi Takagi/Takashi Kobayashi acabou apenas na 13ª colocação.

Restando uma etapa, a situação do campeonato está assim:

GT500

1º James Rossiter – 67 pontos
2º Daisuke Ito/Andrea Caldarelli – 64
3º Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda – 61
4º João Paulo de Oliveira/Hironobu Yasuda – 60
5º Kazuki Nakajima – 59
6º Naoki Yamamoto – 53
7º Kazuya Oshima/Yuji Kunimoto – 44
8º Fréderic Makowiecki – 42
9º Yuji Tachikawa/Kohei Hirate – 39
10º Michael Krumm/Daiki Sasaki – 27
11º Satoshi Motoyama/Masataka Yanagida – 25
12º Koudai Tsukakoshi/Toshihiro Kaneishi – 24
13º Oliver Jarvis/Hiroaki Ishiura – 22
14º Takashi Kogure/Hideki Mutoh – 20
15º Vitantonio Liuzzi/Kosuke Matsuura – 14
16º Daisuke Nakajima/Bertrand Baguette e Juichi Wakisaka/Yuhi Sekiguchi – 12
18º Jean-Karl Vernay – 11
19º Ryo Hirakawa – 8

GT300

1º Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka – 67 pontos
2º Katsuyuki Hiranaka/Björn Wirdheim e Jörg Müller/Seiji Ara – 58
4º Kazuki Hoshino/Lucas Ordoñez – 45
5º Takuto Iguchi/Kota Sasaki e Akira Iida/Hiroki Yoshimoto – 44
7º Haruki Kurosawa e Morio Nitta/Koki Saga – 28
9º Yukhi Nakayama/Tomoki Nojiri – 26
10º Shinichi Takagi/Takashi Kobayashi e Shinya Hosokawa/Koji Yamanishi – 25
12º Tsubasa Kurosawa – 22
13º Manabu Orido/Takayuki Aoki – 20
14º Yuichi Nakayama – 18
15º Masaki Kano – 16
16º Tomonobu Fujii e Richard Lyons – 14
18º Augusto Farfus – 13
19º Masayuki Ueda/Hideki Yamauchi – 12
20º Hideto Yasuoka – 11
21º Naoki Yokomizo/Shogo Mitsuyama – 10
22º Kyosuke Mineo e Akihiro Tsuzuki – 8
24º Jörg Bergmeister e Tim Bergmeister – 6
26º Yuki Iwasaki/Masaki Kageyama, Nanin Indra-Payoong, Takuya Shirasaka, André Couto e Taiyo Iida – 5
31º Kazuho Takahashi/Hiroki Katoh – 4
32º Hisashi Wada e Masaki Jyonai – 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>