MENU

9 de agosto de 2015 - 22:37United Sports Car Championship

1-2 da AXR e o TUSC pega fogo

1439158346

Eric Curran e Dane Cameron lideraram a dobradinha da Action Express em Road America; o campeonato do TUSC está acirrado restando somente duas provas para a classe Prototype

RIO DE JANEIRO - A Action Express Racing pôs fogo no Tudor United SportsCar Championship. Restando apenas duas etapas (Austin e Petit Le Mans) para a classe Prototype, a equipe dos Corvette DP fez o segundo 1-2 do ano, mais uma vez com vitória de Eric Curran/Dane Cameron e 2ª posição de Christian Fittipaldi/João Barbosa, na etapa deste domingo no circuito Road America, em Elkhart Lake. O 5º posto obtido pelos líderes Michael Valiante/Richard Westbrook ao fim da disputa, que teve 76 voltas completadas, deixou a briga pelo título cada vez mais embolada.

Os pilotos da Spirit Of Daytona/VisitFlorida.com Racing ainda lideram o campeonato, mas agora com apenas um ponto de vantagem para Barbosa/Fittipaldi e dois a mais que Cameron/Curran. E não faltou controvérsia na corrida: Westbrook e Fittipaldi tiveram um contato e o britânico despencou para 19º na geral. Numa bela prova de recuperação, ele salvou os pontos necessários para manter a dupla do #90 no comando do campeonato. Barbosa, após receber o carro de Christian, deu uma rodada na curva 1, facilitando as coisas para Curran e Cameron. Este, por sinal, torna-se o maior vencedor da história do campeonato após a unificação. Campeão da GTD ano passado, ele soma sete triunfos no TUSC, dois deles com os protótipos da classe principal.

Oswaldo Negri e John Pew concluíram a disputa num bom quarto posto. A dupla do #60 da Michael Shank Racing precisou largar dos pits, uma vez que o Ligier JS P2 HPD teve um contratempo no warm up horas antes da corrida. Vazava combustível e a equipe teve que consertar o carro. Regra é regra: John Pew partiu de último no pelotão de 33 carros e foi beneficiado pela única bandeira amarela da disputa, após o acidente da BMW de Michael Marsal, da classe GTD. Depois, entregou o carro a Negri e o brasileiro – como sempre – fez sua parte. Registrando a 2ª volta mais rápida da corrida, Oswaldo vinha num sólido 3º posto quando fez uma excursão com o carro fora da pista e foi superado pelo pole position, o Ford EcoBoost Riley DP de Joey Hand/Scott Pruett, que após um contratempo com o turbo fez também uma ótima corrida de recuperação.

O 6º lugar geral, acredite quem quiser, ficou com o DeltaWing de Katherine Legge/Memo Rojas, no melhor resultado da dupla após três provas repletas de problemas. Já os irmãos Taylor perderam duas voltas na disputa em razão de uma falha na suspensão do Corvette DP #10 e praticamente deram adeus à briga pelo título.

Na Prototype Challenge, Chris Cumming e o brasileiro Bruno Junqueira puseram fim à onda de azar e conquistaram brilhantemente a segunda vitória da dupla na temporada. O triunfo veio na última volta, com Junqueira usando de toda sua experiência e tarimba para sacar uma ultrapassagem de craque sobre o rival Conor Daly, que perseguia também a primeira posição após o malogro em Lime Rock Park. A corrida foi boa para os líderes do campeonato: Jonathan Bennett/Colin Braun acabaram em terceiro e conquistaram pontos importantes para respirar diante da pressão de Mike Guasch/Tom Kimber-Smith, que levaram os pontos do 4º lugar na divisão. A diferença, que era de apenas três pontos, continua apertada mas aumentou para cinco (253 a 248). Junqueira e Cumming agora ocupam a 3ª colocação de forma isolada, com 232.

A Porsche levou a melhor na GTLM: vitória de Patrick Pilet/Nick Tandy, que mesmo saindo de oitavo e último entre os carros da categoria, driblaram as adversidades enfrentadas na véspera durante os treinos e conquistaram um triunfo enfático com direito à melhor volta e novo recorde da pista para a categoria, cravado por Tandy. E em dobradinha, pois o carro pole position tripulado por Jörg Bergmeister/Earl Bamber chegou em segundo. Numa pista de longos trechos de reta, mas com muitas curvas técnicas, o triunfo dos Porsche oficiais de fábrica foi uma boa surpresa, assim como o 3º lugar de Giancarlo Fisichella/Pierre Kaffer.

Assim, as grandes derrotadas do dia foram, portanto, Corvette e BMW. Os estadunidenses ficaram em 4º graças a Jan Magnussen/Antonio Garcia e tudo o que os bávaros conseguiram de melhor foi o quinto posto, com Bill Auberlen/Dirk Werner. O segundo triunfo consecutivo do ano deixou Pilet mais próximo dos líderes: o francês soma 212 pontos, contra 213 de Auberlen/Werner e 217 de Garcia/Magnussen, que seguem na frente.

motor_cn.vadapt.620.high.0

Com o 2º lugar na classe GTD, a dinamarquesa Christina Nielsen é a nova líder do campeonato em sua divisão

O SRT Viper GT3-R, não sem tempo, triunfou finalmente em 2015 na classe GTD. Uma sólida performance de Ben Keating/Jeroen Bleekemolen deu o primeiro lugar à dupla do #33 da Riley Technologies, no terceiro triunfo da equipe no ano, após as conquistas em Daytona e Watkins Glen com o segundo carro do time de Bill Riley. A grande surpresa do dia foi o 2º lugar do Aston Martin de Christina Nielsen/Kuno Wittmer, o que faz da dinamarquesa a nova líder entre os pilotos, faltando três corridas para o fim do campeonato. A nórdica soma agora 199 pontos, contra 197 dos antigos líderes Christopher Haase/Dion Von Moltke, que completaram a disputa de Road America em sexto neste domingo. Patrick Lindsey/Spencer Pumpelly, a bordo do Porsche 911 GT America da Park Place Motorsports, formaram o pódio da categoria. Em sua segunda prova no certame, Pierre Kleinubing chegou em 9º na categoria, ao lado do parceiro Ray Mason.

A próxima prova do Tudor United SportsCar Championship, no Virginia International Raceway (VIR), será no dia 23 de agosto e somente para os carros das divisões GTLM e GTD.

2 comentários

  1. Mattar,

    Bom dia !

    A NASCAR, a IMSA e a INDYCAR deveriam promover um duela entre a Danika, a Christina e a Simona com o NASCAR da Danika, o Aston da Christina e a Fórmula da Simona.

    Seria assim:

    Martinsville com um NASCAR cada uma

    Watkins Glen com um ASTON cada uma

    Laguna Seca com uma Fórmula cada uma

    Iria ser o evento do ano…

    Pink October Duel – Race of Ladies

    heheheeh

  2. Fernando Lima disse:

    Acho que chegou a hora da virada – rumo ao Bi – para a dupla Fittipaldi/Barbosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>