MENU

11 de outubro de 2017 - 00:18Super GT

Super GT: Cassidy e Hirakawa vencem em Buriram e emergem para a liderança antes da decisão

101R7_GT500_Win037

Com mais uma vitória – a segunda no ano – Ryo Hirakawa e Nick Cassidy vão para a final em Motegi com vantagem para os rivais na luta pelo título da classe GT500 do Super GT japonês

RIO DE JANEIRO - Resta apenas uma etapa – e no mês que vem, no circuito japonês de Twin Ring Motegi, o Super GT conhecerá seus novos campeões. A temporada 2017 caminha para a decisão e uma dupla deu o passo decisivo rumo ao título: o neozelandês Nick Cassidy e o japonês Ryo Hirakawa venceram no último domingo a etapa disputada no Buriram International em Chang, na Tailândia, assumindo a liderança do campeonato com seis pontos de vantagem para os vice-líderes.

Mais uma vez com grid cheio (39 carros largaram), a categoria quase encarou um obstáculo de peso. Horas antes da corrida, choveu e a largada foi dada ainda com o piso molhado. Mas a tempestade de monções, tão comum no continente asiático, se afastou e a prova transcorreu em sua grande parte com pista seca. O Lexus de Hirakawa/Cassidy partiu da pole position e a dupla da equipe KeePer Tom’s teve no início como única adversária o Nissan da Calsonic Team Impul guiado por Hironobu Yasuda/Jann Mardenborough. Mas o carro #12 teve problemas e a dupla perdeu três voltas ao fim da disputa.

A corrida também foi desastrosa para outra dupla da Nissan: Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda chegaram a Buriram com 11 pontos de vantagem e fracassaram na disputa. Acabaram em nono lugar, somaram apenas dois pontos e agora estão a oito dos líderes, dependendo mais do que nunca de uma combinação de resultados para faturar o caneco. Menos mal que todo mundo vai para Motegi sem levar lastro algum em seus bólidos. Só o braço e uma boa estratégia de box serão decisivos na finalíssima.

Com outro Lexus, a dupla formada por Kazuya Oshima/Andrea Caldarelli emplacou o 2º lugar, seguidos por Koudai Tsukakoshi/Takashi Kogure no melhor Honda ao fim das 66 voltas. O brasileiro João Paulo de Oliveira não chegou ao fim – seu Nissan da equipe Kondo abandonou após 32 giros e foi o único GT500 que não viu a quadriculada na Tailândia.

201-5YO_5312

Sho Tsuboi e Yuichi Nakayama triunfaram em momento importante no campeonato da classe GT300 e vão com chances de reverter a vantagem dos líderes na decisão

Já na divisão GT300, a equipe LM Corsa conquistou o melhor resultado possível: o carro #51 de Sho Tsuboi/Yuichi Nakayama conquistou o triunfo em Buriram com 5″121 de vantagem para Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka, que vão à derradeira disputa como líderes do campeonato – agora com nove pontos separando as duplas.

Vencedores nos 1000 km de Suzuka, Haruki Kurosawa/Naoya Gamou fracassaram dessa vez e terminaram longe dos pontos, em 13º lugar. Destaque para o pódio de Tomonobu Fujii/Sven Müller com o Porsche da D’station. A dupla veio do meio para o fim do pelotão e fez uma grande corrida, deixando a BMW de Sean Walkinshaw/Shinichi Takagi em quarto e o Lamborghini Huracán de Kazuki Hiramine/Manabu Orido na quinta colocação. Ao todo, pontuaram sete modelos diferentes de carro na divisão em Buriram.

Classificação do Super GT, restando apenas uma etapa:

GT500

1. Ryo Hirakawa/Nick Cassidy – 69 pontos
2. Kazuya Oshima/Andrea Caldarelli – 63
3. Tsugio Matsuda/Ronnie Quintarelli – 61
4. James Rossiter – 53
5. Yuji Tachikawa/Hiroaki Ishiura – 51
6. Kazuki Nakajima – 47
7. Heikki Kövalainen/Kohei Hirate – 41
8. Naoki Yamamoto/Takuya Izawa – 39
9. Tomoki Nojiri/Takashi Kobayashi – 35
10. Bertrand Baguette/Kosuke Matsuura – 31
11. Koudai Tsukakoshi/Takashi Kogure – 29
12. Satoshi Motoyama/Katsumasa Chiyo – 24
13. Yuhi Sekiguchi – 23
14. Yuji Kunimoto – 22
15. Hironobu Yasuda/Jann Mardenborough – 13
16. Daiki Sasaki/João Paulo de Oliveira – 12
17. Kamui Kobayashi – 10
18. Hideki Mutoh/Daisuke Nakajima – 7
19. Daisuke Ito – 6
20. Kenta Yamashita – 1

GT300

1. Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka – 65
2. Yuichi Nakayama/Sho Tsuboi – 56
3. Haruki Kurosawa/Naoya Gamou – 52
4. Shinichi Takagi/Sean Walkinshaw – 46
5. Takamitsu Matsui/Kenta Yamashita – 42
6. Katsuyuki Hiranaka/Björn Wirdheim – 41
7. Tomonobu Fujii – 33
8. Takuto Iguchi/Hideki Yamauchi – 30
9. Manabu Orido/Kazuki Hiramine – 28
10. Sven Müller – 26
11. Akira Iida/Hiroki Yoshimoto – 24
12. Kiyosuke Mineo/Jono Lester – 23
13. Shinya Hosokawa/Kimiya Sato/Yuya Motojima – 21
14. Jörg Müller/Seiji Ara – 18
15. Rintaro Kubo/Koki Saga – 17
16. Mitsunori Takaboshi/Kazuki Hoshino – 16
17. Akihiro Tsuzuki/Morio Nitta – 15
18. Ryuchiro Tomita/Hiroki Yoshida – 13
19. Yukhi Nakayama/Shintaro Kabawata – 6
20. André Couto – 4
21. Natsu Sakaguchi/Kiyoto Fujinami – 3
22. Richard Lyons/Masataka Yanagida – 2
23. Tsubasa Kondo – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>