MENU

1 de agosto de 2018 - 14:39Rali

WRC: Tänak vence Rali da Finlândia

14204_OttTanak-Finland-2018_003_896x504

Dominante: Ott Tänak chegou à segunda vitória no Mundial de Rali em 2018 na etapa mais rápida de todo o campeonato, o Rali da Finlândia

RIO DE JANEIRO - A oitava etapa do Mundial de Rali (WRC) foi realizada no último fim de semana na Finlândia. A terra dos Mil Lagos e – dizem – do Papai Noel teve um dos eventos mais rápidos de toda a temporada. Média de 122,6 km/h (considerada altíssima) para uma prova disputada em 23 trechos cronometrados ao longo de quatro dias de competição.

E o estoniano Ott Tänak segue justificando sua contratação pela Toyota: ele e seu navegador Martin Jarvejoja foram os mais velozes em 13 das 23 especiais, incluindo o Power Stage de Ruuhimäki. Com isso, o piloto fez a pontuação máxima do fim de semana e se consolidou como 3º colocado na classificação do campeonato.

O Rali da Finlândia foi atípico para os dois líderes do campeonato: Thierry Neuville teve um segundo dia bastante acidentado, errou o caminho, danificou seu Hyundai e jamais conseguiu chegar no ritmo dos líderes. Fez uma prova para salvar pontos importantes. Acabou em nono lugar na trilha e conquistou mais dois pontos extras no estágio final.

Sébastien Ogier continua em busca de seu sexto título, mas as coisas não correram a contento dessa vez. A Ford e a M-Sport processaram mudanças na parte traseira dos Fiesta, com novos fornecedores de amortecedores. Ademais, a nova aerodinâmica não resultou pelo menos nesta etapa e o piloto terminou em 5º – porque a equipe processou uma troca de posição numa etapa entre o pentacampeão e o galês Elfyn Evans, e também por conta de uma penalização a Teemu Sunninen. Apesar de terminar distante do pódio, o francês reduziu para 21 a diferença que o separa do líder Thierry Neuville, restando cinco eventos para o campeonato terminar.

Ogier já sabia que seria difícil bater a Toyota, mas houve pelo menos um piloto que pensou diferente: o norueguês Mads Østberg fez uma ótima apresentação ao longo da disputa e com muita velocidade e agressividade, deu trabalho aos três pilotos do time chefiado por Tommi Makinen. Com isso, chegou em segundo e alcançou seu primeiro pódio no WRC em dois anos. O novo chefão da Citroën, Pierre Budar, gostou. E é o tipo de resultado que pode dar moral a qualquer piloto visando negociações para a temporada 2019.

Jari-Matti Latvala começou em baixa, recuperou a confiança e terminou satisfeito, num excelente terceiro lugar. Diferente de Esapekka Lappi, que vinha na batalha para terminar no top 5 e no último dia, na primeira passagem por Laukaa, perdeu o controle de seu Yaris, rodou e foi de encontro às árvores. Carro destruído, fim de corrida para o vencedor do evento no ano passado.

A Hyundai se manteve líder no Mundial de Construtores apesar do mau resultado de Neuville, graças a Hayden Paddon, que foi de novo quarto colocado após o Rali da Sardenha, na Itália. Na próxima etapa, quem assume o terceiro carro é Dani Sordo, especialista em provas de asfalto.

No WRC2, o local Eerik Pietarinen se beneficiou dos problemas de Kalle Rovanperä, que era o grande favorito à vitória. Uma quebra de suspensão relegou o piloto da equipe oficial Skoda ao quarto lugar. Mas outro nórdico, Jari Huttunen, conquistou um bom segundo posto na divisão, seguido por Gus Greensmith. No Mundial da subclasse, Pontus Tidemand ainda lidera com 93 pontos contra 75 de Jan Kopecky.

Resultado do Rali da Finlândia:

1 – Tanak-Jarveoja (Toyota Yaris WRC) – 2.35’18”1
2 – Østberg-Eriksen (Citroen C3 WRC) + 32”7
3 – Latvala-Anttila (Toyota Yaris WRC) + 35”5
4 – Paddon-Marshall (Hyundai i20 WRC) + 1’35”6
5 – Ogier-Ingrassia (Ford Fiesta WRC) + 2’15”0
6 – Sunninen-Markkula (Ford Fiesta WRC) + 2’19”2
7 – Evans-Barritt (Ford Fiesta WRC) + 2’29’”5
8 – Breen-Martin (Citroen C3 WRC) + 3’08”4
9 – Neuville-Gilsoul (Hyundai i20 WRC) + 3’51”8
10 – Mikkelsen-Jaeger (Hyundai i20 WRC) + 8’37”4

Classificação após a 8ª etapa:

1. Thierry Neuville – 153 pontos
2. Sébastien Ogier – 132
3. Ott Tänak – 107
4. Esapekka Lappi – 70
5. Dani Sordo – 60
6. Andreas Mikkelsen – 57
7. Jari-Matti Latvala – 55
8. Elfyn Evans – 52
9. Mads Østberg – 48
10. Kris Meeke – 45
11. Craig Breen – 39
12. Hayden Paddon – 34
13. Teemu Sunninen – 32
14. Sébastien Loeb – 15
15. Pontus Tidemand – 11
16. Jan Kopecky – 9
17. Bryan Bouffier – 4
18. Gus Greensmith e Lukasz Pienaziek – 2
20. Yoann Bonato, Pedro Heller e Stéphane Lefévbre – 1

2 comentários

  1. Pedro Ribeiro disse:

    WRC tá uma delícia de acompanhar, mesmo que nm dê pra ver ao vivo.

    Uma pena que o estágio de Ouninpohja, o mais rápido e técnico do Rally dos 1000 Lagos, tenha sido cortado em função da crescente velocidade dos carros…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>