MENU

3 de outubro de 2014 - 22:28Fórmula 1

Novos ares

1280px-Sebastian_Vettel_2011_Sebastian_Vettel_in_Yokohama_Infiniti_event

Após quatro campeonatos consecutivos pela Red Bull, Sebastian Vettel vai mudar de ares para 2015

RIO DE JANEIRO – Na natureza, o bicho que costuma andar para trás é o caranguejo. Ronaldo Bôscoli, cronista e compositor de temas como “O Barquinho”, tinha uma frase feita que era fantástica. “Quem anda pra trás é samba canção”.

Piloto campeão na Fórmula 1 que tem auto-estima elevada não é caranguejo e nem samba canção. Sebastian Vettel não quer fazer papel de samba canção e muito menos de caranguejo. E por isso, após uma temporada de resultados abaixo da expectativa com a Red Bull, o tetracampeão de 2010 a 2013 tomou a decisão: está fora da equipe em 2015, após um ‘casamento’ que durou seis anos.

A bomba – mais uma! – estourou no paddock do GP do Japão, em Suzuka, agora há pouco – manhã de sábado no outro lado do mundo. E a Red Bull já decidiu: o substituto de Vettel é Daniil Kvyat. A Toro Rosso, que também pertence ao fabricante austríaco de energéticos, terá que escolher um novo piloto para dividir o time com Max Verstappen. Nessa altura dos acontecimentos, Jean-Eric Vergne, que injustamente estava a pé para 2015, pode ficar.

O quebra-cabeça começa a fazer sentido. Alonso na McLaren. Vettel na Ferrari. É bem por aí.

Ou alguém acha que teremos outras bombas no mercado, vindas dos lados da Mercedes-Benz?

Ao longo desta noite e do sábado, o Grande Prêmio vai trazer todos os detalhes sobre a bombástica notícia da saída de Vettel das hostes rubrotaurinas.

Compartilhar

10 comentários

  1. Wallace Michel disse:

    Jamais imaginaria o Vettel saindo da Red Bull da maneira que está saindo. E será que a Ferrari não seria dar dois passos atrás na carreira não? Os italianos não acertam a mão nos carros desde 2008,

    • Rodrigo Mattar disse:

      Também não acertavam nada até contratarem o Schumacher. Lembra?

      • Mário Salustiano disse:

        lembrando que por uma dessas coincidências, Schumacher estava com 27 anos quando resolveu ir para a Ferrari, a atual idade de Vettel.
        A Ferrari também estava em processo de reformulação administrativa naquelas idas….
        Tem situações que rola em bastidores que ninguém fica sabendo ao certo e dois campeões não dariam ponto sem nó, não de forma intempestiva, e para esses dois não é apenas o dinheiro que está falando
        Os próximos anos serão bem interessantes

      • nelson weiss disse:

        Não dá para comprar Schummy com nenhum desses aí, ainda mais que a equipe que ele levou para a Ferrari já não existe mais e principalmente não poderão treinar como se fazia antigamente, quando AQUELE alemão treinava 6 dias por semana.

      • Wallace Michel disse:

        Se lembro! A viuvada é que não gosta de lembrar Rodrigo. O complicador é que aquela turma técnica do Schumacher não está mais na Ferrari. É começar de terra arrasada.

      • Rodrigo Mattar disse:

        Mas há que se começar. O Vettel, antes de tudo, sonhava (e quem nunca sonhou, aliás?) guiar para a Ferrari na F1.

  2. Eduardo Schmidt disse:

    Tomara que Vettel seja campeão na Ferrari!!!! Vai honrar a Alemanha e repetir um feito atingido pelo seu ídolo!!!!

  3. Vitor disse:

    Sem dúvida, o melhor blog de fórmula 1.

  4. Fernando Lima disse:

    Sou suspeito para falar porque não sou fá da equipe. Nem mesmo pilotos brasileiros me fizeram torcer por ela. A Ferrari também me pareceu muito dependente do Ross Brawn, que esteve na equipe durante a passagem do Michael Schumacher, tanto que depois de 2007 nada mais conseguiu na F1. Sendo assim, não tenho boas perspectivas sobre o sucesso de Vettel por lá mas, quem sabe…mudanças sempre motivam as duas partes.

    • luiz alberto disse:

      Também concordo com sua posição,e também não sou Ferrarista(mas ligado emocional e profissionalmente ao Quadrifoglio Verde que praticamente acabou esportivamente como ocorrerá com a squadra di Maranello em algum tempo com os fracassos seguidos e a falta de um ” COMANDANTE,CHE VERAMENTE CAPISCE IL SOGGETTO”. E historicamente maquinas italianas nunca se deram bem concorrendo diretamente contra as alemãs (triste para um Alfista ,mas verdadeiro). Então na mina opinião ele comete um suicídio profissional uma vez que muito provavelmente haverá uma vaga em aberto na equipe Mercedes uma vez que na minha opinião (só acho,não sou dono da verdade)os alemães não irão deixar passar a oportunidade de terem carro e piloto campeões mundiais e eles tem um piloto com muitas probabilidades de realizar este feito e se ele precisar de uma ajudinha só,você acha que isto não irá ocorrer ???
      E qual seria a reação de Hamilton se isto ocorrer, Toto Wolff não é inglês como o Ron,não adiantará nada ele espernear e falar mil coisas na imprensa inglesa,pois os alemães não estarão nem ai para ele e suas lamúrias.Na minha humilde opinião,se isto ocorrer Lewis não teria mais ambiente na equipe,não passa de uma probabilidade,más bem possível ,você não acha ?
      Bom final de semana a todos !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *