Vem coisa aí?

V

mike-conway_toyota-WEC-620x350

RIO DE JANEIRO – Eis que menos de 24 horas após o anúncio do time oficial da Toyota para o WEC, o jornalista estadunidense John Dagys, do Sportscar365.com, noticia que haverá um teste do construtor japonês no circuito Motorland Aragon, na Espanha, com três pilotos.

São eles: Jean-Éric Vergne, Kamui Kobayashi e Mathias Beche.

Segundo o mesmo Dagys, todos os três serão “avaliados” para fazer o papel de piloto reserva da marca no Mundial de Endurance em 2015. Mas aí pinta uma questão: será que diante de todo o alvoroço de Porsche e Nissan inscrevendo três carros nas 24 Horas de Le Mans, a Toyota não é demovida da ideia de participar em Sarthe com apenas dois TS040 Hybrid?

Será que vem coisa aí?

É claro que todo mundo torce para que as declarações de Pascal Vasselon, dando como nulas as chances de um terceiro bólido dos campeões mundiais em Sarthe, percam fundamento. Mas, de qualquer forma, não deixa de ser interessante ver Vergne e Koba tendo uma nova chance e o talento de Beche, que correu pela Rebellion Racing (que tinha motores Toyota) nos dois últimos anos, reconhecido.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

3 Comentários

  • Passou na minha cabeça que Kobayashi poderia ir para Nissan por já ter disputado um campeonato completo do WEC e conhecer bastante os circuitos do calendário. Rodrigo, Piquet Jr seria uma surpresa dentro da realidade? O cara vem arrebentando na F-E.

  • O que me deixa feliz é ver que bons pilotos estão descobrindo “VIDA” fora dos carros de formula. E que grandes equipes estão investindo tanto no carro como em que o irá dirigir.
    E com isto , parece que temos uma categoria que já foi a preferida por 10 entre 10 entusiastas em franca acensão enquanto que a preferidinha pelos brasileiros está em um declínio acelerado, e esta preferência se deu pelo sucesso de Emerson . Piquet,Pace e Senna e esta perdendo pelos “sucessos” dos pilotos da atualidade.
    Não é atoa o desespero da emissora oficial em encontrar ou fabricar um ídolo que mantenha sua audiência e seus ricos patrocinadores.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames