Se o WEC é lixo…

S

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

8 Comentários

  • Sério que alguém ou alguns declararam que o WEC é lixo?? Inacreditável…ao menos aqui no Brasil tem um grupo que sabidamente considera não só o WEC mas toda e qualquer categoria que não se chame F1. Mas algo tem levado ao desespero esse “especialistas” no esporte a motor: o WEC é cada vez mais atraente e não somente ao público…Se Hulkemberg não tiver chance com um bom carro…se Button não renovar com a McLaren e também o Alonso, para onde acham que eles gostariam de ir??

    • Sem contar o Montoya, que foi visto nos boxes no COTA, negociando – na companhia de Tim Cindric, seu chefão na Penske – um teste com a Porsche.

    • Fernando. eu já escrevi a tempos atras ,há os automobilista (os que realmente entendem de carros e corridas e há os assistidores de corridas onde as autoridade máxima em automobilismo são aqueles dois senhores que falam (um muita e outro um pouco menos de bobagens e Pachequices [atualmente ,já foi mais profissional] que usam o microfone da tv aberta que transmite a F 1) e que não sabem absolutamente nada da história das competições ,que sequer sabe onde surgiu o primeiro freio a disco , primeira injeção de combustível ,primeiro Efeito Solo ,primeiro cambio sequencial ,primeiro carro Hibrido . O seja ,vivem na ilusão que isto foi criado na F 1 pois é o seu limite de conhecimento (ou seria de ignorância).
      Caro Ricardo , assim como você faz matérias com equipes de F1 que fizeram muito ou pouca coisa nos seus anos de competições ,poderia fazer matérias sobre Endurance e Can Am para ver se coloca um pouco de conhecimento nestes que só conhecem as categorias da “Grobo”
      Uma boa semana a todos !

      • Desculpe-me ,mas eu fico tão indignado quando pessoas ” se achando conhecedores de automobilismo” falam mal de carros de Endurance que até troco que até cometo estes atos falhos,mais uma vez DESCULPE-ME.
        Agora ,depois de desculpas apresentadas ,você RODRIGO que já esteve lá ,em emissora plin plin responda-me se puder ; Quando um repórter até então lúcido e imparcial vai para debaixo do guarda chuvas da “jornalistica” empresa ele fica proibido de quando se mete a dar nota para desempenho de piloto ,se o piloto for tupiniquim ,apadrinhado pela empresa “jornalistica” não lhe pode atribuir notas ruins ,mas verdadeiras,pois fiquei pasmo ao ler que o “repórter” em questão atribuiu uma nota melhor ao piloto acabado (que é brasileiro) do que ao piloto azarado *pois é dos melhores mas nunca esta num carro que é realmente dos melhores ( e que é alemão)num incidente de corrida em que na minha opinião ambos disputaram a freada e quem se deu pior foi o azarado poderia ter sido o inverso pois em choques não estudados nunca se sabe as consequências ,só alguns imbecis é que acham que se bate deliberadamente a mais de 200 KM/H e tudo vai ocorrer conforme o desejado.

  • Há !

    WEC lixo ????

    Tão locos ?!

    O WEC é o puro automobilismo. NUma mesma categoria, LMP1 temos um V8 gasolina, um Audi que desconheço o tipo de motor, mas é a DIESEL e um V4 sobrealimentado da Porsche.

    Nos turismo temos V6, V8 V10 e V12, cada um com seu ronco, cada um com seu formato, etc…

    Na F1 temos tudo igual, nada muda, nada acontece, se chove pra embaralhar botam o SC pra estancar, etc…

    Bom, deixa estes que dizem do WEC um lixo de lado e vamos curtir o verdadeiro automobilismo e desenvolvimento das montadoras.

    A F1, esquece… só vai mudar no dia que a Metodologia Indycar ou NASCAR tomar o lugar da Funesta FIA e seus véios caquéticos, resmungões, apostadores e coçadores de saco…

    PÁU NELES ENDURANCE – REAL MOTORSPORT RACE

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames